Lidando com notícias diversas sobre doações e saídas da igreja

Translate Page

Pontos chave:

  • O conselho da agência financeira da Igreja Metodista Unida - o Conselho Geral de Finanças e Administração - discutiu o potencial impacto financeiro das crescentes desfiliações da igreja.
  • Ao mesmo tempo, o conselho aprendeu que as doações para ministérios de toda a denominação aumentaram um pouco, em comparação com o ano passado.
  • O conselho também designou o produto da venda do prédio da agência em Nashville, Tennessee, enquanto a equipe da agência se prepara para se mudar para o local com outras duas agências.

A Igreja Metodista Unida viu um ligeiro aumento nas doações denominacionais até agora este ano.

Ainda assim, esse desenvolvimento um tanto contraintuitivo ocorre à medida que um número crescente de congregações está saindo da denominação.

Em sua reunião on-line de 19 de agosto, o General Council on Finance and Administration (Conselho Geral de Finanças e Administração) ouviu uma atualização sobre doações, bem como o impacto potencial do aumento das saídas da igreja nos resultados financeiros da denominação.

O conselho também designou os rendimentos da venda de US$ 12,7 milhões do prédio da agência financeira com o objetivo de sustentar a missão de administração da agência e ajudar os líderes da igreja estressados em tempos incertos.

Até agora, as notícias sobre doações e desfiliações são definitivamente misturadas.

O que vem a seguir para o orçamento?

Com a Conferência Geral agora adiada para 2024, o processo de desenvolvimento de um orçamento denominacional de quatro anos que antecede a assembleia legislativa começou novamente.

Depois que o Conselho Geral de Finanças e Administração finalizar as estatísticas de 2021, o próximo passo é um processo de várias etapas para recomendar uma porcentagem básica para a próxima Conferência Geral. A agência multiplicará a porcentagem base aprovada pelos gastos da igreja local para determinar a quantidade de cotas a serem solicitadas às conferências anuais dos EUA.

A doação nos EUA também ajuda a determinar as cotas solicitadas pelo CGFA das conferências centrais, regiões da igreja na Europa, África e Filipinas. Os EUA pagam a maior parte dos fundos que apoiam os ministérios de toda a denominação. As conferências centrais apoiam o financiamento dos bispos e da administração geral.

Por enquanto, o Conselho Judicial – o principal tribunal da denominação – decidiu que até que a Conferência Geral possa adotar um novo orçamento, o aprovado em 2016 permanece em vigor. Isso significa que o GCFA ainda está pedindo por repartições com base na mesma fórmula da Conferência Geral aprovada há seis anos.

Leia o comunicado de imprensa do Conselho Geral de Finanças e Administração.

Todos os anos, a agência financeira pede por repartições – parcelas de doações da igreja – para apoiar os ministérios de toda a denominação. A taxa geral de arrecadação dos EUA para esses rateios foi de 32,5% no final de julho, em comparação com 30,6% no mesmo período do ano passado. Isso se traduz em cerca de US$ 48 milhões nos primeiros sete meses de 2022, em comparação com US$ 45,3 milhões no mesmo período do ano passado.

Somente em julho, as receitas cresceram 5%, em relação ao ano passado, e 2%, em relação a julho de 2017. Na maioria dos anos, a arrecadação de rateios é maior no final do ano.

A equipe da agência e os membros do conselho estão tentando obter uma imagem mais clara de como será a base financeira da denominação no futuro próximo. Mas uma névoa de incógnitas obscurece sua visão. A principal delas é quantas igrejas em breve deixarão de fazer parte dessa base financeira.

“As questões de desfiliação dentro da igreja continuam a se expandir”, disse o reverendo Moses Kumar, o principal executivo da agência financeira. Ele acrescentou que o departamento de serviços jurídicos da agência está pronto para ajudar os Metodistas Unidos a lidar com as desfiliações sob a lei da igreja, bem como os casos que chegam ao tribunal civil.

A Igreja Metodista Unida viu um número crescente de igrejas se retirarem desde a turbulenta Conferência Geral de 2019 em St. Louis. Essa reunião do principal órgão legislativo da denominação reforçou as proibições de casamentos entre pessoas do mesmo sexo e clérigos gays não celibatários e abriu a porta para as congregações saírem com propriedades se cumprirem certas obrigações processuais e financeiras.

A próxima Conferência Geral, inicialmente prevista para 2020, enfrenta várias propostas para uma separação denominacional formal por motivos teológicos. No entanto, depois que a pandemia adiou a Conferência Geral pela terceira vez para 2024, os organizadores foram em frente e lançaram a Igreja Metodista Global em 1º de maio como uma alternativa teologicamente conservadora à Igreja Metodista Unida.

Desde então, as conferências anuais – órgãos regionais da igreja – têm administrado um número crescente de saídas da igreja. Quatorze conferências anuais dos EUA agendaram sessões especiais este ano apenas para lidar com a ratificação dos acordos de desfiliação da igreja. A South Georgia realizou a primeira dessas sessões especiais em 20 de agosto, ratificando 62 saídas.

No entanto, o Conselho Geral de Finanças e Administração não contabiliza nenhuma desfiliação até que as conferências anuais enviem esses dados à agência. Neste momento, a agência ainda está coletando dados de 2021.

The General Council on Finance and Administration board at its online meeting Aug. 19 designated how to use proceeds from the sale of the agency’s headquarters in Nashville, Tennessee. The agency staff members are moving into the nearby Harry Denman Building, which is also home to Discipleship Ministries and the United Methodist Board of Higher Education and Ministry. Photo by Mike DuBose, UM News. 

O Conselho Geral de Finanças e Administração, em sua reunião on-line de 19 de agosto, designou como usar o produto da venda da sede da agência em Nashville, Tennessee. Os membros da equipe da agência estão se mudando para o Edifício Harry Denman, nas proximidades, que também abriga os Ministérios de Discipulado e a Junta Metodista Unida de Educação Superior e Ministério. Foto por Mike DuBose, Notícias MU.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Com a defasagem nos dados oficiais, a agência está pesquisando os líderes da conferência dos EUA para ter uma melhor noção do impacto financeiro das desfiliações congregacionais.

A agência financeira emitiu essas pesquisas anualmente desde 2020, mais recentemente em julho deste ano, com 49 das 53 conferências dos EUA respondendo. As pesquisas pedem aos líderes da conferência que estimem quanto declínio eles esperam nas despesas líquidas da igreja local. A agência define despesas líquidas como o que uma igreja gasta após despesas de capital, rateios e doações benevolentes.

A agência usa as despesas líquidas da igreja local como um fator chave para determinar o orçamento da denominação e, portanto, quais cotas devem ser solicitadas às conferências. As conferências, por sua vez, solicitam cotas de suas igrejas locais. Cerca de 90% das doações permanecem na igreja local.

Com base na pesquisa deste ano, a agência financeira agora estima que a denominação perderá cerca de 21,3% dos gastos líquidos da igreja local dos EUA até 2025. Ainda assim, isso marca uma melhora em relação à pesquisa do ano passado, que projetou uma perda de 25,5% dos gastos líquidos da igreja local dos EUA até 2025

Esta também não é uma estimativa de quantas igrejas se retirarão. Uma revisão da Notícias Metodista Unida dos relatórios da conferência anual dos EUA e jornais disponíveis publicamente descobriu que as conferências anuais aprovaram cerca de 470 desfiliações de igrejas desde 2019 - uma fração das mais de 30.000 igrejas Metodistas Unidas nos EUA.

Embora as despesas líquidas ajudem a determinar a quantidade de rateios solicitados, o Rev. Anthony Tang - um membro do conselho da Conferência Desert Southwest - perguntou sobre o impacto das desfiliações nos rateios recebidos.

Ele apontou que várias igrejas desfiliadas – muitas vezes descontentes com a denominação – podem ter parado de pagar suas quotas anos atrás. Entre os requisitos de desfiliação da denominação, as igrejas que estão partindo devem pagar pelo menos dois anos de rateios integralmente antes de se retirarem.

Rick King, diretor financeiro da agência, disse que realizou uma análise de duas conferências que publicaram suas desfiliações após as sessões da conferência anual deste ano. Ele descobriu que as igrejas que se desfiliaram pagaram uma proporção significativamente menor de suas cotas em comparação com as igrejas das duas conferências como um todo. 

“Isso vale para todas as conferências? Eu não sei”, disse King. “São apenas duas conferências que analisei onde esse foi o caso. Eu acho que a saúde financeira das igrejas locais também será um fator nas taxas de arrecadação reais no final. Não posso dar um palpite sobre qual será esse impacto final neste momento.”

No momento, ele disse, as igrejas estão lidando com os rigores da inflação e a pandemia do COVID-19.

A própria agência financeira está em boa saúde financeira. A receita da agência é cerca de US$ 7,1 milhões acima do orçamento, principalmente porque concluiu a venda de sua sede em 1 Music Circle North em Nashville, Tennessee. O comprador é o Endeavor Real Estate Group, com sede em Austin, Texas.

A equipe da agência, que agora está trabalhando em casa, em breve se mudará para o local onde está a equipe dos Ministérios do Discipulado e da Junta Metodista Unida de Ensino Superior e Ministério no Edifício Harry Denman, que também abriga a Capela do Upper Room, frequentemente visitada. Na esteira do COVID e das reduções de pessoal, as agências de toda a denominação estão consolidando seu espaço.

O conselho da agência aprovou o uso dos recursos da venda de US$ 12,7 milhões para apoiar:

  • Investimento missionário na forma de eventos de treinamento inovadores e retiros para líderes da igreja.
  • Despesas de capital futuras de longo prazo, principalmente para infraestrutura de TI.
  • Garantir as despesas operacionais da agência, sujeitas ao processo orçamentário, com necessidade prevista de 3% a 6% do saldo do fundo anualmente.

O primeiro evento de treinamento, chamado “Refresh. Renew. Recenter.” (Atualizar. Renovar. Recentralizar.), é um retiro de bem-estar do clero também financiado em parte por meio de uma doação da Fundação Lilly em conjunto com a Wespath. Esses eventos se concentrarão no bem-estar espiritual, físico, mental, social e financeiro. A agência prevê planejar mais deles em parceria com conferências anuais e outras agências.

“Trazemos um espírito de gratidão por nossos pastores locais que estão fazendo o trabalho de linha de frente de fazer discípulos”, disse Kumar, o principal executivo da agência, em comunicado. “Estamos ansiosos para ver o fruto deste e de outros eventos inovadores para refrescar e restaurar nosso valioso clero.”

 

*Hahn é editora assistente de notícias da Notíias MU. Entre em contato com ela em (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias dos Metodistas Unidos, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Conselho Judicial
Os bispos metodistas unidos processam o culto de abertura da Conferência Geral especial de 2019 em St. Louis. O Conselho Judicial, o principal tribunal da Igreja Metodista Unida, divulgou um memorando que esclarece uma decisão anterior sobre as eleições de bispos. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Tribunal da Igreja modifica decisão sobre eleições de bispos

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida estabeleceu o dia 1º de janeiro de 2023 como a data em que os bispos dos EUA que enfrentam a aposentadoria compulsória devem deixar o cargo, e seus sucessores recém-eleitos tomarem posse.
Conselho Judicial
A Bispa Mary Virginia Taylor da Conferência de Holston abraça o Rev. David Graves após sua eleição como bispo Metodista Unido na Conferência Jurisdicional do Sudeste de 2016. Taylor está entre os 11 bispos norte-americanos que se aposentaram no ano passado, e Graves está entre os bispos que agora assumem trabalho extra por causa das aposentadorias. O Conselho Judicial emitiu uma decisão em 20 de maio, abordando a questão de saber se a conferência jurisdicional pode se reunir para eleger novos bispos. Foto de arquivo de Annette Spence, Conferência de Holston.

Decisão abre portas para eleições de bispos em 2022

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida decidiu que o Conselho dos Bispos tem autoridade para convocar conferências jurisdicionais para eleger e designar novos líderes episcopais nos EUA, mas não tem autoridade para alterar a data em que esses novos bispos assumem o cargo.
Saúde Global
Agricultores colhem arroz em Pujehum, no sul de Serra Leoa, em Janeiro. A machamba faz parte da Iniciativa de Agricultura do Bispo Yambasu, nomeada em homenagem ao falecido Bispo John K. Yambasu. Durante a sua reunião de primavera, a Junta dos Ministerios Globais da Metodista Unida aprovou US$ 3,5 milhoes para apoiar o programa dos projectos agrícolas. Foto de arquivo de Phileas Jusu, Noticas da MU.

Mais apoio da igreja para a agricultura Africana

Durante uma reunião virtual dos Ministérios Globais da Metodista Unida, os líderes da igreja votaram para continuar apoiando a Iniciativa da Agricultura do Bispo Yambasu e outras prioridades de longo prazo, tais como a saúde global, resposta a desastres e trabalhadores imigrantes.