Violência

Preocupações Sociais
A diaconisa metodista unida Bulelwa Ndedwa lidera uma marcha contra a violência de género em Durban, na África do Sul, em 14 de setembro. A marcha começou com a oração numa Igreja Metodista Unida e terminou no centro de Bizana, no distrito de Makukhanye, Cabo Oriental. Foto de Nandipha Mkwalo, Notícias da MU.

Igreja destaca faróis sobre a violência contra as mulheres

Metodistas Unidos da África do Sul marcham por mudanças, exortam a igreja a tomar medidas para proteger os membros do sexo feminino e todas as mulheres.
Sexualidade humana
Pastor Dorlimar Lebrón orando com dois jovens, envoltos no mesmo tipo de cobertores que abrigam crianças e adultos imigrantes detidos, e alguns deles superlotados, no centro de detenção que a ICE mantém em a fronteira. Foto de Michelle Maldonado, UMCOM.

Caucus hispano-latino se prepara para enfrentar mudanças na igreja

Esta 48ª reunião anual do MARCHA concentrou-se na análise do impacto das decisões tomadas na Conferência Geral Extraordinária de 2019 e nas projeções futuras do ministério hispano-latino-americano.
Igreja Local
A polícia disse que um homem do Tennessee invadiu uma igreja em Milford em 1º de julho de 2019 e danificou a porta do escritório porque acreditava que a igreja e seu pastor "apoiavam e promoviam a agenda LGBT". Charles Yarbrough, 30, de Nashville, foi acusado de um crime de ódio, roubo e crime de propriedade. A Igreja Metodista Unida (IMU) Mary Taylor Memorial, no centro de Milford, proclamou que recebe membros da comunidade LGBTQ. Foto de Stock UMCOM.

Policiais de Milford: um homem do Tennessee invadiu a igreja por 'empurrar a agenda LGBT'

A polícia disse que um homem do Tennessee invadiu uma igreja em Milford e danificou uma porta do escritório porque acreditava que a igreja e seu pastor "estavam apoiando e empurrando a agenda LGBT".
Preocupações Sociais

Church helps those displaced by violence

United Methodist Church in Congo partners with Discipleship Ministries to provide relief for displaced people.
Loading