Violência

Missão
A imagem mostra os restos de laptops usados por funcionários e alunos da HAPITech. A perda de equipamento e dinheiro é estimada em $ 15.000. O coordenador Mario Damis disse: “Este incidente consumiu todos os nossos recursos. Nossos laptops e equipamentos de rede sumiram". Foto cortesia de Valerie Mossman-Celestin.

Ministérios metodistas no Haiti pedem oração e apoio

Em um período de 24 horas a partir de 6 de julho, um incêndio destruiu parte do laboratório de informática da HAPITech e, durante a avaliação dos danos, estourou a notícia do assassinato do presidente Jovenel Moïse.
Preocupações Sociais
A partir da esquerda: a Bispa do Leste da Pensilvânia Peggy Johnson ora com a Revda. Jeanette Davis, o Rev. Gregory Holston e sua esposa, Deborah Holston, e outros no gramado da Igreja Metodista Unida Memorial de Janes na Filadélfia, durante uma vigília de oração inter-religiosa em abril 23. O Clero Negro da Filadélfia e arredores convocou os pastores da cidade para liderar orações em ou perto de suas casas de culto em meio a uma onda de violência armada na área da Filadélfia. Foto de John W. Coleman, Notícias MU.

Em busca de remédios para violência armada, reformas no policiamento

Em meio à escalada de tiroteios e assassinatos na Filadélfia, a Conferência Anual do Leste da Pensilvânia hospeda eventos virtuais para abordar a violência urbana e o policiamento em comunidades de minorias raciais / étnicas.
Preocupações Sociais
John Rodgers McFarland, 67, ex-pastor Fullerton IMU, foi preso em 9 de maio de 2019 e acusado de crimes por abuso sexual de sete meninas com idades entre 5 e 15 anos. Foto: captura de tela cortesia da NBC Palm Spring.

O ex-pastor da OC pega 15 anos de prisão por molestar 7 meninas

A Conferência Geral, incluindo o processo de separação, foi adiada até 2022, quando os delegados podem se reunir pessoalmente. No entanto, uma reunião virtual especial está planejada para tomar decisões administrativas urgentes no próximo dia 8 de maio.
Preocupações Sociais
Pessoas deslocadas, incluindo Metodistas Unidos, das aldeias de Mutwangwa e Eringeti chegam a Beni, Congo, após fugirem de um ataque de grupos insurgentes. Vinte e cinco civis, incluindo sete Metodistas Unidos, foram mortos no massacre de 31 de dezembro. Foto de Philippe Kituka Lolonga, Notícias MU.

Metodistas Unidos mortos no massacre do Congo

Sete Metodistas Unidos faziam parte de um grupo de pelo menos 25 mortos em resultado do último episódio de violência política armada, a leste da República Dominicana. do Congo, segundo o superintendente distrital de Beni.
Loading