Confederação Metodista de Jovens e CIEMAL foram parceiros no projeto Panamá 2017

Translate Page

O Projeto Panamá 2017, liderado pela Agência Malta da Confederação Metodista de Jovens, reuniu-se este ano na cidade do Panamá, na Igreja Metodista em Pedregal. Ao todo participaram 17 jovens do Brasil e teve participação de jovens da igreja local de Pedregal, no Panamá. A hospedagem foi na própria igreja pastoreada pelo pastor Luciano Pereira, Secretário Geral do Conselho das Igrejas Metodistas da América Latina e Caribe (CIEMAL).

Os trabalhos evangelísticos foram realizados nos bairros Panama Viejo, São Miguelito, Chorrera e Pedregal por meio da entrega de panfletos e convite para programação das igrejas, além da realização de um senso religioso para levantar dados dos bairros. Também foram realizados trabalhos em uma escola com pessoas especiais e em uma escola com crianças de diversas idades.  Houveram também oficinas para as pessoas que desejam ou trabalham com o ministério infantil e ministério de louvor. Outras ações foram desenvolvidas, por exemplo, a realização da noite cultural, as visitas nas casas de irmãos da igreja e o apoio a projetos que já são desenvolvidos semanalmente por membros da igreja local.

O primeiro dia do projeto foi de planejamento das atividades que seriam feitas nos próximos dias. O grupo preparou peças de teatro para jovens e para crianças, além de atividades sobre luz do mundo e sobre o Rei Josias para serem ensinadas às crianças. No dia do evangelismo no bairro Pedregal, considerado zona vermelha, o grupo teve experiências marcantes. “Hoje o dia foi bem intenso, separamos a parte da manhã para conhecermos Pedregal, fizemos algumas visitas, conhecemos histórias de vida diferentes e conseguimos perceber, quão grandes são os planos de Deus pra esse lugar. Conhecemos filhos de Deus, pessoas que entendem o poder da oração e o amor de Jesus por eles. Creio que não só para mim, mas para todos, foram momentos e conversas que marcaram nossas vidas.”, disse Karina Santiago, participante do projeto, em seu diário de bordo.

No dia de evangelismo no bairro Panama Viejo, em apoio a igreja local no bairro, foram entregues panfletos aos moradores das ruas próximas à igreja. “Encontramos os índios Cuna. E agora? O que fazer se nem nosso irmão que traduzia entendia o que eles falavam? Simples: vamos cantar. “Louvem a Deus com Palmas, harpas e cânticos!” (Salmos 150). Esse é o poder que a música tem. Ela aproxima as pessoas . Uma das índias cantou conosco e aceitou o folheto contendo as músicas que cantamos. Toda essa” serenata” abriu as portas da casa ao lado onde moravam mais 4 índios.”, conta Fabiana Brandão, participante do projeto, em seu diário de bordo que pode ser conferido na íntegra no site www.agenciamalta.org.br

O projeto foi realizado entre os dias 24 e 31 de julho em parceria da Confederação Metodista de Jovens com a Igreja Metodista no Panamá através da CIEMAL. Veja mais informações e fotos em nosso site.

 

Church Leadership
La Revda. Grandon-Mayer, quien es la primera clériga de origen chileno en servir como superintendente de distrito en la Conferencia Anual del Norte de Illinois, ha sido designada como la nueva directora de Ministerios Conexionales por el Obispo Dan Schewerin. Foto cortesía de la Revda. Fabiola Grandon-Mayer.

Nueva directora hispana en Conferencia del Norte de Illinois

El Obispo Dan Schwerin anunció dos nombramientos, efectivos a partir del 1 de julio de 2023: la Revda. Fabiola Grandon-Mayer para el cargo de Directora de Ministerios Conexionales y la Revda. Arlene Christopherson como Asistente del Obispo.
Church Leadership
El Rev. Joel Mora Peña, quien tuvo una trayectoria ministerial única sirviendo como obispo en la Iglesia Metodista de México y luego como pastor en la Conferencia Anual de Río Grande de La Iglesia Metodista Unida, murió el 3 de enero a los 88 años. Foto cortesía de Meliza Gómez.

Rev. Joel Mora Peña: un obispo mexicano que se convirtió en pastor en EE.UU.

El Rev. Joel Mora Peña, quien se desempeñó como líder episcopal en la Iglesia Metodista de México antes de emigrar a los EE. UU. y liderar como pastor, varias iglesias metodistas unidas en la Conferencia Anual de Río Grande, falleció el 3 de enero a los 88 años.
Salud Mundial
Dulce es una niña de 10 años, quien vive con una enfermedad grave llamada anemia de fanconi, que tiene un pronóstico desalentador. Dulce niña guatemalteca Foto cortesía de Defensa Metodista Unida de Carolina del Sur. Foto cortesía de la Conferencia Anual de Carolina del Sur.

Misión médica metodista espera traer esperanza a niña guatemalteca

Sanando Guatemala pudo encontrar un hospital en Corea del Sur, donde los costos son un tercio en comparación con los Estados Unidos, donde pudiera ser operada Dulce, y esta ayudando a conseguir los fondos para ayudar a la familia a cubrir la intervención.