Vírus atormenta Planejamento da Conferência Geral

Other Manual Translations: English français 한국어 español

Pontos chave:

 •  Após dois adiamentos causados pela pandemia, os organizadores continuam a trabalhar para realizar a assembleia legislativa da Igreja Metodista Unida no próximo ano.

 •  No entanto, a variante delta mais contagiosa apresenta novos desafios.


Se a Conferência Geral pode avançar no próximo ano conforme programado, permanece um grande ponto de interrogação.

Com a variante delta mais contagiosa do coronavírus surgindo em todo o mundo, alguns governos estão restabelecendo os bloqueios e muitas restrições de viagens para os EUA permanecem em vigor. Os esforços de vacinação também enfrentam muitos obstáculos.

No entanto, os organizadores da assembleia legislativa da Igreja Metodista Unida continuam a avançar com os planos.

O conselho do General Council on Finance and Administration (Conselho Geral de Finanças e Administração) ouviu uma atualização em sua reunião online de 20 de agosto sobre a assembleia agendada para daqui a um ano.

Sara Hotchkiss, gerente de negócios da Conferência Geral, disse ao conselho em um relatório que os membros da equipe continuam planejando a logística para a realização do evento para acontecer de 29 de agosto a 6 de setembro de 2022, em Minneapolis.

A equipe do escritório de negócios “entende a importância de se reunir em 2022 para a denominação”, relatou Hotchkiss.

Após décadas de intensificação do debate sobre a situação das pessoas LGBTQ na igreja, a próxima Conferência Geral enfrenta várias propostas para dividir a denominação ao longo de linhas teológicas. Todos foram redigidos antes de COVID-19 se tornar uma palavra familiar.

A mais endossada dessas propostas é o Protocolo de Reconciliação e Graça através da Separação. Se adotado, o protocolo permitiria que as igrejas e conferências tradicionalistas (aquelas que apoiam as restrições ao casamento gay e à ordenação) saíssem com propriedade da igreja e US $ 25 milhões. A proposta também reserva US $ 2 milhões para outros grupos de igrejas que possam sair.

Tudo parecia pronto para os delegados assumirem o protocolo na próxima Conferência Geral, originalmente marcada para maio de 2020. Mas então a pandemia COVID-19 interrompeu as viagens internacionais e suspendeu os locais de reunião.

Os fechamentos no Centro de Convenções de Minnesota forçaram inicialmente a Comissão da Conferência Geral a adiar a grande reunião para o final de agosto deste ano.

Los Centros para el Control y la Prevención de Enfermedades de los Estados Unidos afirman que la variante delta del COVID-19 es altamente contagiosa, "más del doble de contagiosa que las variantes anteriores". Gráfico original cortesía de los Centros para el Control y la Prevención de Enfermedades de los Estados Unidos. Versión en español Rev. Gustavo Vasquez, Noticias MU.  

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirmam que a variante delta do coronavírus é altamente contagiosa, “mais de 2x mais contagiosa do que as variantes anteriores”. Cortesia gráfica Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA. Versão em português Rev. Gustavo Vasquez, Notícias MU.

Nesse ínterim, a comissão nomeou uma equipe de tecnologia para investigar as opções de reuniões virtuais. No entanto, o relatório da equipe identificou vários desafios para tal conferência, incluindo uma diferença de tempo de 16 horas entre os delegados, disponibilidade desigual de internet e a dificuldade em salvaguardar a votação.

A contínua ameaça do COVID-19 levou a comissão a adiar uma segunda vez até 2022.

O Conselho dos Bispos inicialmente planejou convocar uma Conferência Geral virtual especial em 8 de maio deste ano para tratar de questões administrativas - não do protocolo. No entanto, os bispos acabaram lidando com muitos dos mesmos obstáculos que a comissão enfrentou ao considerar uma Conferência Geral virtual, e os bispos acabaram cancelando.

Nesse ínterim, a Wesleyan Covenant Association (Associação do Pacto Wesleyano) - um grupo tradicionalista - está avançando com planos para formar uma nova denominação, a Igreja Metodista Global. As congregações em ambos os lados do espectro teológico também se separaram da Igreja Metodista Unida.

A comissão da Conferência Geral não se reúne desde fevereiro, quando adiou a grande reunião pela segunda vez. Mesmo assim, o trabalho continua.

“Continuamos a monitorar os números COVID, bem como as vacinas nas áreas do mundo em que vivem os nossos delegados”, disse Hotchkiss ao Notícias Metodista Unida por e-mail após a reunião.

“Também estamos monitorando as disponibilidades da embaixada dos EUA para consultas de visto.”

A próxima Conferência Geral tem 862 delegados votantes - 55,9% vêm dos EUA, 32% da África, 6% das Filipinas, 4,6% da Europa e o restante de igrejas concordatas que têm laços estreitos com a Igreja Metodista Unida.

No momento, os EUA ainda estão suspendendo a maioria das viagens de 33 países, incluindo grande parte da Europa, Reino Unido e África do Sul - que enviam delegados votantes à Conferência Geral.

Per-Endre Bjørnevik, um membro do conselho GCFA da Noruega, disse ao conselho que as atuais restrições de viagem o fazem pensar. Ele é presidente do Comitê de Extensão Conexional da diretoria que trabalha com a equipe da Associação Geral.

“Não sei se seria possível que os europeus se reunissem na Conferência Geral cara a cara”, disse Bjørnevik ao conselho. "Isso ainda está para ser visto."

Os EUA estão observando uma alta transmissão da variante delta em todo o país e o número médio de mortos novamente em torno de 1.000 pessoas por dia.

Embora as vacinas tenham se mostrado eficazes na redução da propagação e na prevenção de doenças graves, a distribuição tem variado amplamente entre os países ricos e pobres. A hesitação vacinal também continua sendo um problema.

“Há muita desinformação sobre os efeitos colaterais da vacina em todo o mundo”, disse Hotchkiss à Notícias MU. “Embora haja preocupações com o abastecimento em algumas áreas, também há lugares que estão jogando fora as vacinas porque não conseguem reunir pessoas suficientes para tomar a vacina.”

Muitos esperam que a aprovação total da Food and Drug Administration (Administração de Alimentos e Medicamentos) da vacina COVID-19 da Pfizer-BioNTech em 23 de agosto, leve a menos impedimentos nos EUA.

O Rev. Anthony Tang, um membro do conselho GCFA e delegado reserva da Conferência Desert Southwest, perguntou se era possível para a Igreja Metodista Unida fornecer a todos os delegados em todo o mundo acesso à vacina.

O Rev. Gary W. Graves, secretário da Associação Geral, disse ao conselho que os organizadores estão considerando como garantir o acesso dos delegados às vacinas, entre outros assuntos.

“Mas existem muitas limitações e estamos explorando quais são elas”, disse Graves.

Mesmo que a Conferência Geral possa se reunir cara a cara como agora programado, a comissão da Conferência Geral ainda tem mais trabalho a fazer para ajustar a agenda da reunião.

A programação do final do verão de 2022 elimina o dia de folga que os delegados costumam ter entre o trabalho do comitê legislativo e o período do plenário. A nova programação também conta com um dia a menos de atendimento.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

O Livro da Disciplina, o livro de políticas da denominação, exige que todas as petições válidas recebam uma votação no comitê legislativo, e todas as petições sejam aprovadas por um comitê legislativo para receber uma votação no plenário.

“Mais informações estarão disponíveis sobre a agenda após a comissão definir a agenda no início de 2022”, disse Hotchkiss à Notícias MU.

Em sua reunião online de 20 de agosto, o Conselho Geral de Finanças e Administração também:

• Soube que a Small Business Administration (Administração de Pequenas Empresas) dos EUA perdoou os empréstimos do Programa de Proteção ao Salário para quase todas as agências gerais, com apenas um pedido de perdão pendente de aprovação final. O valor total projetado a ser perdoado por todas as agências é de US $ 6,6 milhões.

• Autorizou o Rev. Moses Kumar, principal executivo do GCFA, a agir em nome da agência para contratar um representante para auxiliar na venda, aluguel e/ou desenvolvimento da propriedade do GCFA em Nashville, Tennessee, e negociar um novo espaço para o agência.

Além disso, o conselho descartou os ativos residuais do Plano de Aposentadoria da Igreja Geral. O plano de benefícios, estabelecido para apoiar os cônjuges dos funcionários da antiga Igreja Evangélica dos Irmãos Unidos, cumpriu com suas obrigações e tem $ 81.988,74 restantes.

O conselho votou distribuir os fundos restantes para a Conferência Missionária Indígena de Oklahoma para apoiar seus custos de salário, pensão e benefícios. A conferência missionária recebe apoio do Fundo de Administração Geral da denominação e enfrenta um declínio de $ 302.000 ou 18% no orçamento proposto antes da Conferência Geral.

“Somos muito gratos ao Conselho Geral de Finanças e Administração pela generosa doação à Conferência Missionária Indiana de Oklahoma”, disse o Rev. David Wilson, assistente do bispo na conferência, em um comunicado após a reunião da diretoria. “Esses fundos irão promover o trabalho do clero dedicado de nossa conferência que serve a Deus e ao povo da OIMC com grande amor e serviço.”

Leia a cobertura anterior sobre a situação do Fundo Episcopal que apoia o trabalho dos bispos.


* Hahn é editora assistente de notícias da Notícias MU. Contate-a em (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected] 

Área Geral da Igreja
A Mesa Conexional, um corpo de liderança Metodista Unido, identifica a distribuição da vacina contra COVID-19 como uma prioridade missional para a denominação. A mudança visa fortalecer os esforços em andamento para obter doses nos braços. Foto de Arek Socha, cortesia de Pixabay; gráfico por Laurens Glass, Notícias MU.

Vacinação contra COVID-19 é denominada prioridade missional

A Mesa Conexional, servindo como um conselho da igreja para a denominação, avança os esforços Metodistas Unidos para vacinar as pessoas em todo o mundo contra o COVID-19.
Área Geral da Igreja
A Mesa Conexional, um corpo de liderança Metodista Unido, identifica a distribuição da vacina contra COVID-19 como uma prioridade missional para a denominação. A mudança visa fortalecer os esforços em andamento para obter doses nos braços. Foto de Arek Socha, cortesia de Pixabay; gráfico por Laurens Glass, Notícias MU.

Vacinação contra COVID-19 é denominada prioridade missional

A Mesa Conexional, servindo como um conselho da igreja para a denominação, avança os esforços Metodistas Unidos para vacinar as pessoas em todo o mundo contra o COVID-19.
Missão
Agostinho Ferreira, um dos metodistas no momento em que fazia a testagem e antes da toma da vacina em Luanda, Angola. Foto de Augusto Bento.

Metodistas Unidos em Angola Oeste buscam imunização contra a COVID-19

Em Angola, assim como em muitos outros países africanos, a luta para imunizar o maior número de cidadãos contra a COVID-19 continua. Os Metodistas Unidos e suas comunidades em Angola fazem fileiras nos postos de vacinação para tomar as doses da vacina que são colocadas em poucas quantidades.