Tornado destrói igreja, mas não seu ministério

Other Manual Translations: English Español

Pontos chave:

• Embora um tornado tenha destruído a Igreja Metodista Unida da Capela Dodson, seu ministério de cuidado infantil continua vivo na Igreja Metodista Unida Hermitage, nas proximidades.

• O santuário da Capela Dodson durou 114 anos e recebeu um número cada vez menor de fiéis nos anos anteriores ao tornado de 2020.

• Depois da tempestade, a congregação decidiu que restaurar a glória de uma igreja destruída era menos importante para eles do que salvar seu ministério principal: o programa de cuidados infantis.


O tornado que destruiu a Igreja Metodista Unida da Capela Dodson e sua creche na manhã escura de 3 de março de 2020, seria descrito por meteorologistas e companhias de seguros como um "ato de Deus". 

Mas a ressurreição da creche 18 meses após a tempestade - sob o guarda-chuva da igreja e com um nome ligeiramente diferente - é considerada a vontade de Deus por aqueles que se uniram para abrir um caminho espiritual e literal através dos escombros para uma nova instalação. 

A igreja “irmã mais velha” da Capela Dodson, a vizinha Metodista Unida Hermitage, abriga a nova creche, que foi reaberta em 13 de setembro.

“É certamente um exemplo de como a vontade de Deus está interligada”, disse Joey Parker, diretor executivo da Metodista Unida Hermitage, que começou a trabalhar com a Capela Dodson cerca de um ano antes do tornado, como parte dos esforços de sua igreja para manter viva a rica história e ministério da congregação de idosos.  

Lajes de concreto são tudo o que resta do santuário e da creche na Capela da Igreja Metodista Unida Dodson em Hermitage, Tennessee, depois que um tornado de março de 2020 destruiu as instalações. O ministério de cuidado infantil foi retomado em uma nova instalação fornecida pela igreja “irmã mais velha” da Capela Dodson, a vizinha Igreja Metodista Unida Hermitage. Foto de Mike DuBose, Notícias MU. 
Lajes de concreto são tudo o que resta do santuário e da creche na Capela da Igreja Metodista Unida Dodson em Hermitage, Tennessee, depois que um tornado de março de 2020 destruiu as instalações. O ministério de cuidado infantil foi retomado em uma nova instalação fornecida pela igreja “irmã mais velha” da Capela Dodson, a vizinha Igreja Metodista Unida Hermitage. Foto de Mike DuBose, Notícias MU.

As raízes da Capela Dodson eram profundas, remontando a 1812. O santuário destruído pelo tornado - o terreno desde então foi limpo - existiu por 114 anos e hospedou um número cada vez menor de fiéis nos anos antes do desastre.

Em 2019, quando o pastor de Dodson se aposentou e com a congregação totalizando cerca de 20 membros ativos, a igreja de Hermitage enviou seu pastor associado, o reverendo Tommy Shelton, para ocupar o púlpito.

Shelton estava em Dodson nas manhãs de domingo, mas tinha outros rebanhos para cuidar durante a semana: Ele é ministro de recuperação na Metodista Unida Hermitage e também na força policial de Mt. Juliet.  

Durante esse tempo, Parker, com a ajuda de Shelton e outros da igreja Hermitage, tentou estabilizar as necessidades financeiras e ministeriais da velha igreja.

“Eu meio que me tornei o pastor deles”, disse Parker. “Minha esposa e família começaram a frequentar a Igreja lá no domingo de manhã. Comecei a me apaixonar pela igreja e pelo maravilhoso grupo de pessoas lá.” 

Depois da tempestade, a congregação decidiu que restaurar a glória de uma igreja demolida era menos importante para eles do que salvar seu ministério principal: a creche que desempenhou um papel tão importante na vida das famílias em sua seção do Tennessee. 

Então, em vez de reconstruir o santuário, os membros da Capela Dodson decidiram pegar os quase $ 2 milhões que receberiam do acordo de seguro, e propuseram a venda da propriedade e doar ao futuro do ministério de assistência infantil.

O Rev. Chris Seifert, pastor líder do Hermitage, explicou que a “congregação em sua maioria de idosos” em Dodson olhou para suas opções e percebeu que voltar a ser uma igreja era algo que eles não sentiam que eram capazes de fazer. 

“A liderança deles votou que eles sentiam que era melhor fechar e não existir mais como uma igreja oficial da Igreja Metodista”, disse ele. “Eles disseram, 'gostaríamos que nosso legado continuasse como a creche'.” 

Mesmo antes do tornado, a maioria das coisas ficava tranquila no campus Dodson aos domingos, mas a história era diferente nos dias de semana. Um fluxo constante de mães e pais rolava para a igreja para deixar seus filhos pela manhã e buscá-los à noite.

O programa de cuidado infantil Dodson ganhou sua reputação por meio de trabalho árduo e coração grande, servindo bebês e crianças até os 12 anos, quer suas famílias pudessem pagar ou não. Eles também forneceram cuidados antes e depois da escola e transporte para as crianças de escolas primárias próximas, bem como lanches e almoço para alunos em tempo integral. 

Parker disse que o ministério atendia cerca de 150 crianças, algumas com vouchers do estado.

“Éramos uma das poucas creches que aceitavam vouchers”, disse Pam Robinson, codiretora da escola. 

Pam Robinson é codiretora da Creche Capela Chapel Childcare na Igreja Metodista Unida Hermitage. Foto de Mike DuBose, Notícias MU. 
Pam Robinson é codiretora da Creche Capela Chapel Childcare na Igreja Metodista Unida Hermitage. Foto de Mike DuBose, Notícias MU.

Robinson, que está no programa há 28 anos, e a maioria dos ex-funcionários voltaram a trabalhar no novo centro, agora chamado de Creche Capela Dodson na Igreja Metodista Unida Hermitage. Alguns deles encontraram outros empregos nesse ínterim, mas voltaram para ajudar orgulhosamente a ressuscitar o ministério.

Os pais - como Julie Fritz, cujos dois filhos estavam matriculados no programa anos antes - ficam felizes em ver a qualidade do antigo centro florescer no novo local.

“Eram uma das melhores creches da região. Como pai, quando entrei, tive uma boa sensação”, disse Fritz, um professor de arte do ensino elementar cujos filhos, depois de encontrarem cuidados alternativos por 18 meses, agora estão de volta às novas instalações. 

Ela observou que “deixou um grande vazio” quando o tornado destruiu o centro. “Às vezes, você não tem o conhecimento de como era bom até que você não tenha mais."

“Lamentamos a perda”, disse Robinson. “(Mas) eu sabia no meu coração que Deus tinha um grande plano, era maior e melhor do que imaginávamos. Deus foi fiel a nós.”

Seifert disse que está feliz por sua igreja poder apoiar a congregação Dodson.

“Estou feliz que eles sentiram que podiam confiar em nós”, disse ele. 

Ele se lembra da “noite difícil, difícil” em que recebeu o telefonema informando-o da tragédia.

Seifert foi à igreja Hermitage para ver se estava tudo bem antes de seguir para a Capela Dodson, mas a polícia estava lá, parando as pessoas.

'''Sou um dos pastores daquela igreja', disse eu aos policiais. Disseram-me: 'Sinto muito, senhor, essa igreja acabou'. Eu perdi meu jantar. Sempre que você vê o lar espiritual de alguém se tornar um entulho assim, é muito emocionante. Eu estava fisicamente doente.”

Parker conheceu Shelton e Robinson na zona do desastre.

“Houve uma grande devastação na área”, disse ele. “Estava totalmente escuro lá fora, pois não havia energia. Das casas do outro lado da rua, ouvimos pessoas gritando e clamando por seus entes queridos."

“O pastor Tommy (Shelton) tinha os holofotes da polícia. Quando ele iluminou a igreja, seu coração simplesmente afundou, porque aqui estava uma igreja que tinha mais de 100 anos, e estava simplesmente arruinada. Todas as paredes haviam sumido. Ainda estou meio sem palavras para descrever o sentimento."

“Eu pensei: 'E agora, Senhor?' … Quando pudemos ver à luz do dia, Pam e eu ficamos lá na chuva com o pastor Tommy e simplesmente nos abraçamos.” 

Parker disse que também agradeceu ao Senhor por não haver crianças, professores ou funcionários no prédio quando o tornado começou. 

“Se tivesse sido durante o dia, estremeço ao pensar nas vítimas”, disse ele.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

Os ministérios de Dodson não terminaram com a destruição. De alguma forma, o trailer da despensa de alimentos perto da velha igreja sobreviveu com apenas uma janela quebrada. Os membros da igreja ocuparam-se lá, fornecendo alimentos e outras necessidades para a vizinhança paralisada enquanto seu futuro como congregação estava em jogo.  

O Rev. Scott Aleridge, superintendente do distrito de Cumberland River, estava em discussões com os líderes congregacionais da Capela Dodson, ouvindo e ajudando a discernir o futuro do ministério.

Ele disse que pediu a um grupo de viúvas que mencionasse suas esperanças e sonhos para a igreja e identificasse seu ministério mais importante.

'' 'Por que Deus colocou isso sobre nós para decidirmos? ' disse uma senhora. Eu disse: 'Porque Deus confiou em você para fazer a obra de seu reino' ”, disse Aleridge. “Eles decidiram que o mais importante para seu legado e para o reino de Deus eram os filhos”.

A alegria cresce na voz de Parker quando ele fala sobre o que aconteceu nos meses desde que ele permaneceu em meio à desolação até hoje. A igreja da Capela Dodson acabou, mas seu ministério de puericultura prospera.

“Era o tempo de Deus. É a história de Deus”, disse ele. “Este é um testemunho vivo.”

*Ghianni é escritor freelance em Nashville, Tennessee.    

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected] Contato para notícias: Julie Dwyer em (615) 742-5470 ou  [email protected] . Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

Missão
O santuário da Primeira Igreja Metodista Unida de Dresden em Dresden, Tennessee, está em escombros, exceto pelos tubos do órgão, uma cruz e várias paredes externas. O membro da igreja, Jarrett Snider foi à igreja depois que uma grande tempestade varreu a área em 10-11 de dezembro e documentou os danos ao prédio e ao terreno. Foto de Jarrett Snider via Facebook.

Metodistas Unidos levam ajuda após tornados devastadores

As igrejas Metodistas Unidas estão lidando com a morte e a devastação causadas pelos tornados que atingiram Kentucky, Tennessee e outros estados durante a noite em 10 de dezembro.
Missão
Uma equipa da Comissão Metodista Unida de Socorro, juntamente com agências parceiras, distribui suprimentos de tratamento de água para as pessoas que vivem em um campo improvisado em Gressier, Haiti, em 2010. A directoria dos Ministérios Globais Metodistas Unidos e da Comissão Metodista Unida de Socorro designou US $110.000 para fornecer ajuda humanitária no Haiti. Foto de arquivo por Mike DuBose, UM News.

Ministérios Globais, UMCOR aprova US $10 milhões em subsídios

Embora reconhecendo o cansaço dos trabalhadores humanitários após desastres em todo o mundo, a directoria dos Ministérios Globais da Metodista Unida e da Comissão Metodista Unida de Socorro avançou, aprovando mais de $10 milhões em subsídios na sua reunião de Outono.
Preocupações Sociais
O Rev. Joel Hortiales (à esquerda) ora com Carlos Ivan Baran Hidalgo; sua esposa, Danelly Mazariegos Morales; e sua filha de 3 anos, Scarlett Juliette, no abrigo Camino de Salvación em Tijuana, México. A família fugiu da violência na Guatemala e espera entrar com um pedido de asilo nos EUA. Hortiales é um missionário Metodista Unido e atua como diretor de ministérios hispânicos / latinos e questões de fronteira para a Conferência California-Pacific.

"Eu era um estranho"

Em setembro, uma equipe do Notícias MU acompanhou os líderes de La Igreja Metodista Unida e Igreja Metodista de México A.R. visitar comunidades migrantes ao longo da fronteira EUA-México para mostrar, através das lentes do fotojornalista Mike DuBose, os esforços que as igrejas fazem para ministrar às pessoas necessitadas que estão esperando por uma solução para sua situação de imigração.