Bispos planejam eleição de novos colegas

Translate Page

Pontos chave:

  • O Conselho Metodista Unido de Bispos está planejando orientação para novos bispos eleitos em conferências jurisdicionais e centrais neste outono.
  • Os novos bispos estarão embarcando enquanto a denominação lida com o aumento das saídas da igreja e as consequências da pandemia do COVID-19. 
  • As eleições para novos bispos na Europa, Filipinas e Estados Unidos estão sendo planejadas para novembro, com novos líderes episcopais tomando posse em janeiro do próximo ano.

Os bispos metodistas unidos concluíram sua reunião online de verão com os preparativos para receber novos colegas episcopais em tempos tumultuados. 

Novos bispos eleitos neste outono assumirão a liderança enquanto a denominação lida com as consequências da pandemia do COVID-19 e passa por uma fratura invisível na vida de qualquer Metodista Unido atual.

Mesmo em meio a esses desafios, os bispos atuais também usaram o último dia de sua reunião para celebrar as maneiras pelas quais os Metodistas Unidos estão superando os conflitos internos para seguir o exemplo de Cristo. 

Os bispos ouviram como o UMCOR, United Methodist Committee on Relief (Comitê Metodista Unido de Socorro), o braço de resposta a desastres da denominação, já recebeu mais de US$ 27 milhões para ajudar as pessoas afetadas pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

Eles também aprenderam mais sobre a campanha #BeUMC (Seja Igreja Metodista Unida), que destaca por que muitas pessoas continuam a viver sua fé como Metodistas Unidos.

O Presidente do Conselho dos Bispos, Thomas J. Bickerton, deixou uma mensagem para todos aqueles que permanecem na Igreja Metodista Unida: “Estamos nisso juntos”.

“Pode ser facilmente rotulado como uma frase superficial”, reconheceu. “Mas, na realidade, é uma frase que está no coração da minha alma e é a fonte fundamental da minha crença na conexão abençoada da nossa Igreja Metodista Unida.”

Bishop Grant Hagiya (upper right) speaks during a presentation on new bishop orientation during the Council of Bishops meeting held Aug. 26 over Zoom. Screengrab courtesy of the Council of Bishops via Zoom by UM News.

O bispo Grant Hagiya (canto superior direito) fala durante uma apresentação sobre a orientação do novo bispo durante a reunião do Conselho de Bispos realizada em 26 de agosto pelo Zoom. Captura de tela cortesia do Conselho de Bispos via Zoom pela Notícias MU.

 

O Conselho dos Bispos originalmente programou a reunião de 22 a 26 de agosto para coincidir com a Conferência Geral, que estava marcada para o final do verão deste ano. 

No entanto, complicações relacionadas ao COVID  atrasaram a assembleia legislativa internacional da denominação para 2024, para permitir que delegados dos quatro continentes obtenham os vistos necessários para se reunir pessoalmente. 

A tão adiada Conferência Geral enfrenta várias propostas para algum tipo de divisão denominacional após décadas de intensificação do debate sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo e ordenação gay. 

Mas após o terceiro adiamento da assembleia, os organizadores da Igreja Metodista Global decidiram que a denominação teologicamente conservadora começaria a operar em maio – mas sem um plano de separação em vigor. 

Isso deixou os bispos lutando contra as crescentes desfiliações da igreja e também os fez buscar clareza sobre a possibilidade de agendar novas eleições para bispos, que normalmente ocorrem a cada quatro anos após cada Conferência Geral. Desde que o COVID forçou o adiamento da Conferência Geral pela primeira vez em 2020, 16 bispos ativos – principalmente nos EUA –  assumiram atribuições expandidas para cobrir colegas aposentados ou doentes.

Actualización sobre las asignaciones de los/as obispos/as

El Concilio de Obispos/as anunció planes para continuar el liderazgo episcopal en algunas áreas de la conexión donde los/as nuevos/as obispos/as no tomarán posesión por algún tiempo.

Líderes episcopales en África anunciaron que no se elegirían nuevos/as obispos/as en el continente hasta después de la Conferencia General, ahora programada para 2024. Por lo que el obispo jubilado Warner Brown, ex presidente del Concilio de Obispos/as, continuará como obispo interino de Sierra Leona hasta 2024, cuando se llevarán a cabo nuevas elecciones. Brown ha dirigido la Conferencia de Sierra Leona desde que el difunto Obispo John K. Yambasu muriera en un accidente automovilístico en 2020.

El Concilio de Obispos/as también aprobó que la obispa jubilada Deborah Kiesey continúe al frente de la Conferencia Anual de las Dakotas hasta finales de este año. Kiesey ha estado dirigiendo las conferencias anuales de Iowa y las Dakotas, mientras que la Obispa Laurie Haller ha estado de baja médica. Haller planea regresar al ministerio activo el 1 de octubre y dirigir la Conferencia Anual de Iowa. Sin embargo, anunció el 29 de agosto que planea jubilarse a fin de año.

Para leer el comunicado de prensa del Concilio de Obispos/as, haga clic acá.

Noticias UM: Presidente del Concilio de Obispos/as insta a poner fin a enfocarse en el futuro.

O Conselho Judicial – o supremo tribunal da denominação – decidiu nesta primavera que, com os bispos tão escassos, novas eleições precisam ser realizadas para garantir a continuação do episcopado.

As conferências jurisdicionais realizam eleições para bispos nos EUA e as conferências centrais as realizam na África, Europa e Filipinas. Mas não importa onde as eleições ocorram, metade dos eleitores são leigos e metade são clérigos. Os bispos presidem às conferências e não têm direito a voto. 

Uma vez que envolvem apenas pessoas em uma região geográfica, as conferências jurisdicionais e centrais enfrentam menos obstáculos logísticos para se reunir do que a Conferência Geral global.

As cinco conferências jurisdicionais dos EUA planejam eleger bispos de 2 a 5 de novembro deste ano. A Conferência Central da Europa Central e do Sul  planeja se reunir de 16 a 20 de novembro. A Conferência Central das Filipinas marcou sua reunião para os dias 24 e 26 de novembro. Os bispos recém-eleitos tomarão posse em 1º de janeiro de 2023. 

Permanece uma questão em aberto: quantos novos bispos os delegados elegerão. 

O orçamento denominacional mais recente, aprovado pela Conferência Geral de 2016, atribuiu financiamento a um total de 46 bispos nos EUA e 20 em conferências centrais.

Fora das jurisdições, as Filipinas têm planos de eleger três bispos e a Europa Central e do Sul apenas um. 

No entanto, em meio à incerteza denominacional e anos de tentativas de angariar fundos para os bispos, pelo menos algumas jurisdições dos EUA estão considerando eleger menos do que o máximo permitido.

A Jurisdição Centro-Sul tem planos de eleger três novos bispos, em vez de quatro potenciais.

A Jurisdição do Sudeste também está considerando eleger três novos bispos em vez dos cinco permitidos, disse a bispa da Conferência do Norte da Geórgia, Sue Haupert-Johnson.

A Jurisdição Ocidental também tem planos de eleger três novos bispos, disse a bispa da Conferência Mountain Sky, Karen Oliveto. 

A Jurisdição Centro-Norte recomenda manter seu número de nove bispos, o que significaria eleger três bispos. 

A Jurisdição do Nordeste ainda não informou quantos bispos recomenda eleger. 

Em última análise, os delegados de cada jurisdição determinarão por si mesmos quantas eleições realizar. 

Olhando para 2024, Haupert-Johnson disse que a Jurisdição Sudeste está contemplando uma grande reestruturação do sistema jurisdicional. 

“Gostaríamos de liderar toda a igreja na possível descontinuação das jurisdições”, disse ela. 

Jurisdições formadas em 1939 como parte da fusão que criou o que era então a Igreja Metodista. O sistema  pretendia impor a segregação na denominação e impedir que os metodistas do norte votassem nos bispos do sul e vice-versa

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

A situação mudou consideravelmente desde então. Hoje, disse Haupert-Johnson, algumas conferências anuais podem ser mais compatíveis trabalhando juntas em linhas jurisdicionais.

“E também queríamos acabar com um dos últimos vestígios visíveis de racismo em nossa denominação”, acrescentou. 

Mudar o sistema jurisdicional da denominação requer emendar a constituição da denominação – uma barreira alta.

Por enquanto, os bispos estão se concentrando em possibilidades de curto prazo. 

O Conselho dos Bispos planeja ter orientação para os novos bispos em meados de janeiro, em Dallas. 

O bispo Grant Hagiya, que lidera as conferências Califórnia-Pacífico e Desert Southwest, disse que a orientação incluirá discussões sobre a natureza global da denominação, uma visão geral dos assuntos legais enfrentados pela denominação e orientação para a realização de reuniões anuais da conferência. Os novos bispos também receberão treinamento sobre o combate ao sexismo e ao racismo. 

Hagiya enfatizou que as sessões de orientação incluiriam adoração e oração.  

Bickerton, presidente do Conselho dos Bispos, disse à Notícias MU que os candidatos episcopais devem entender o que enfrentarão se forem eleitos. 

“Estes são tempos incomuns que exigem excelentes líderes que não apenas terão que entender rapidamente a complexidade do contexto atual, mas também ajudar a liderar a Igreja em sua próxima expressão”, disse Bickerton, que lidera a Conferência de Nova York.

Mesmo com todos os desafios da denominação, vários candidatos episcopais já “jogaram seus chapéus no ringue”, ou seja, estão dispostos.

Bickerton disse que é importante para qualquer um que considere o papel lembrar que não é apenas chamado para servir as pessoas que os elegeram ou mesmo as conferências anuais que lideram.

“Somos chamados a ser bispos de toda a Igreja que entram em um modelo colaborativo de ministério com bispos de todo o mundo”, disse ele.

“Finalmente, qualquer pessoa considerada para o cargo deve se perguntar claramente: 'Como está minha alma e como posso me manter espiritualmente centrado e saudável ao entrar nesse papel crítico de liderança?'”

 

*Hahn é editora assistente de notícias da Notícias MU. Entre em contato com ela em (615) 742-5470 ou  [email protected]. Para ler mais notícias dos Metodistas Unidos, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

 

Área Geral da Igreja
Greater Nhiwatiwa (de vestido roxo), esposa do bispo Eben K. Nhiwatiwa (à esquerda), explica a história e o significado da montanha de oração Chin'ando aos bispos que participam do retiro do Colégio dos Bispos da África, realizado de 5 a 8 de setembro na Universidade da África em Mutare, Zimbábue. Os bispos divulgaram uma declaração no final do retiro pedindo unidade na Igreja Metodista Unida enquanto condenavam os grupos de defesa tradicionalistas que procuram separar a denominação. Foto por Eveline Chikwanah, Notícias MU.

Bispos africanos pedem unidade e condenam grupos de defesa

Os bispos emitiram uma declaração em 8 de setembro denunciando o grupo "Iniciativa África" e a "Associação Pasto Wesleyano" por estarem "influenciando erroneamente o povo de Deus em nossas áreas".
Preocupações Sociais
Durante sua reunião on-line em 26 de agosto, os bispos afirmaram unanimemente uma declaração abordando a violência armada. Para parar a epidemia de violência armada nos EUA e em todo o mundo, os bispos estão pedindo aos Metodistas Unidos que elevem suas orações a Deus e entrem em contato com seus líderes eleitos. Captura de tela cortesia do Conselho de Bispos via Zoom pela Notícias MU.

Bispos pedem rejeição da 'idolatria de armas'

Para superar a crise da violência armada nos EUA e em todo o mundo, os bispos exortam o povo Metodista Unido a orar e alcançar seus líderes eleitos.
Área Geral da Igreja
Durante o seu primeiro discurso como presidente do Conselho dos Bispos, o Bispo Thomas J. Bickerton exortou os colegas Metodistas Unidos a começarem a girar em direção ao que esperam que a Igreja Metodista Unida seja no futuro. O discurso de Bickerton foi transmitido ao vivo no dia de abertura da reunião virtual do Conselho dos Bispos, que estará em sessão aberta novamente em 26 de agosto. Captura de tela cortesia do Conselho dos Bispos via Zoom por Notícias MU.

Bispo pede fim de falsidades e giro para o futuro

No seu primeiro discurso como presidente do Conselho dos Bispos, Thomas J. Bickerton apelou aos apoiantes de uma denominação separatista para que parem de descaracterizar a Igreja Metodista Unida.