Bispo Yambasu lembrado como construtor de pontes

Other Manual Translations: English español

O bispo da área de Serra Leoa, John K. Yambasu, foi lembrado como um construtor de pontes, por sua liderança crítica no fim do conflito na Igreja Metodista Unida e por "ser a voz de Jesus quando ela precisava ser ouvida".

Yambasu, que morreu aos 63 anos em um acidente de carro em 16 de agosto, foi lembrado por seus colegas bispos e outros Metodistas Unidos durante um Culto de Memória e Ritos de Passagem em 6 de setembro, na Igreja Metodista Unida King Memorial, e em uma vigília de oração em 5 de setembro. Memoriais foram realizados em Serra Leoa e em outros países da África na semana passada.

Vídeos sobre Yambasu

Assistir ao funeral do Bispo da área de Serra Leoa John K. Yambasu.

Assista ao vídeo memorial sobre Yambasu.

Observe a vigília de oração.

Num vídeo elogioso apresentado durante o serviço funerário, o presidente do Conselho Metodista Unido dos Bispos disse que o sermão fúnebre de Yambasu foi pregado “pela forma como ele viveu a sua vida quotidiana”.

“Ele pregou seu sermão sendo a voz de Jesus quando precisava ser ouvida. Ele pregou seu sermão quando respondeu aos menos importantes e aos perdidos. Ele pregou seu sermão quando disse que basta”, disse a Bispa Cynthia Harvey em seu sermão.

Harvey, que também lidera a Conferência da Louisiana, elogiou a liderança de Yambasu em reunir Metodistas Unidos de diferentes crenças teológicas e envolvê-los numa conversa com o objetivo de chegar a uma resolução sobre as divisões relacionadas a inclusão LGBTQ.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

As reuniões que ele organizou com teólogos centristas, tradicionalistas e progressistas resultaram no Protocolo de Reconciliação e Graça através da Separação, uma proposta à Conferência Geral para permitir uma separação amigável da igreja.

O funeral de Yambasu atraiu pessoas de todas as caminhadas da vida - acadêmicos, políticos, muçulmanos e várias denominações da comunidade cristã.

Sua viúva, Millicent Yambasu, falou de seu falecido marido como um marido amoroso e atencioso e um pai que foi "um verdadeiro presente para a humanidade".

“Ele era um sonhador e um visionário que tocou tantas vidas aqui na conferência, em Serra Leoa e no mundo em geral”, disse ela durante um culto em 4 de setembro.

O Bispo da Área da África Oriental, Daniel Wandabula, disse concordar com aqueles que disseram que Yambasu era “insubstituível”.

“Não devemos nos desesperar. Nossa luta deve ser para manter vivo seu legado e crescer a partir de seu exemplo. Nossa esperança deve estar com os milhares de líderes, especialmente os jovens que o Bispo John Yambasu treinou, orientou, preparou e capacitou ao longo dos anos. É nossa responsabilidade pegar o bastão e correr com ele até a linha de chegada”, disse Wandabula.

Enquanto Yambasu nasceu e foi criado em Serra Leoa, Wandabula disse que, como John Wesley, o fundador do Metodismo, “o mundo era sua paróquia enquanto ele dava voz às questões globais que impactavam sua denominação, a Igreja Metodista Unida”.

O Bispo da Área Costa do Marfim, Benjamin Boni, lembrou-se da primeira vez que conheceu Yambasu na Costa do Marfim, quando Yambasu era um missionário servindo os jovens da África Subsaariana. Ele disse que Deus usou Yambasu de diversas maneiras - do serviço aos jovens, administração, evangelismo, missão, reconciliação e unidade à vida social do povo de Deus e de toda a sociedade.

“Em poucas palavras, Deus o usou poderosamente”, disse Boni.

Boni disse que as pessoas vão perguntar por que isso aconteceu com Yambasu. “Deus sabe o que ele está fazendo. E o que ele está fazendo está acima da nossa compreensão”, disse Boni.

Bishop Benjamen Boni, Côte d'Ivoire, leads a moment of prayer during the Sept. 5 funeral vigil for Sierra Leone Area Bishop John K. Yambasu held at King Memorial United Methodist Church in Freetown, Sierra Leone.  Photo by E Julu Swen, UM News.

O Bispo Benjamen Boni, da Costa do Marfim, lidera um momento de oração durante a vigília fúnebre de 5 de setembro para o Bispo da Área de Serra Leoa, John K. Yambasu, realizada na Igreja Metodista Unida King Memorial em Freetown, Serra Leoa. Foto de E Julu Swen, Notícias MU.

Houve uma ovação de pé quando Boni pediu à congregação que batesse palmas em memória das grandes obras que Yambasu fez. Eleito bispo em 2008, Yambasu assumiu funções que o tornaram um líder para seu país e para a igreja.

Ele forneceu liderança crítica durante o surto mortal de Ebola de 2014 a 2016, que matou mais de 11.000 pessoas em Serra Leoa, Libéria e Guiné, e no deslizamento de terra de 2017,  que matou centenas após chuvas torrenciais e inundações em Freetown.

Em outro vídeo reproduzido no culto, o bispo da área de West Ohio, Gregory Palmer, disse que onde Yambasu se posicionou sobre um assunto específico, nunca "o colocou em oposição a você como cristão, como ser humano".

Ele disse que o bispo de Serra Leoa foi um construtor natural de pontes em um "mundo de quebrantamento e dor".

Centenas de pessoas se juntaram à procissão pelas ruas de Freetown até as colinas onde Yambasu foi sepultado no complexo da Escola de Teologia Bishop Wenner da Universidade Metodista Unida. A escola era um sonho em que ele estava trabalhando na época de sua morte.

Ao lado do túmulo, o Rev. Julius Nelson, amigo de Yambasu da Libéria, falou do bispo como um patriota e nacionalista fiel.

“Ele amava seus irmãos com quem trabalhava. Ele amou e esteve com seu povo, em toda a nossa vida da igreja e esforço missionário... Ele foi uma estrela brilhante do continente africano”, disse Nelson. 

 

*Jusu é comunicador da Conferência de Serra Leoa e Swen é comunicador na Libéria. Contato com a mídia: Vicki Brown em (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Conselho de Bispos
John Yambasu Jr. (à esquerda) e outros enlutados carregam o caixão com os restos mortais do Bispo de Serra Leoa John K. Yambasu, que foi sepultado em 6 de setembro após um serviço de Lembrança e Ritos de Passagem em Freetown. O bispo morreu em um acidente de carro em 16 de agosto. Foto: Phileas Jusu, Notícias MU.

Preso motorista de acidente que matou bispo

O motorista da van que bateu e matou o bispo da região de Serra Leoa, John K. Yambasu, foi acusado de sete acusações, incluindo excesso de velocidade.
Missão
O estudante de ensino médio Sylvestre Muthoma se prepara para voltar às aulas em Bukavu, no Congo. As escolas reabriram em Agosto para aqueles que precisam fazer os exames finais para graduar. Foto de Philippe KitukaLolonga, Noticias MU.

Escolas africanas se adaptam aos requisitos de saúde

Com mais de 1 milhão de casos de COVID-19 confirmados em África, as escolas e universidades da Metodista Unida enfrentam desafios sem precedentes. Os comunicadores das Noticias MU compartilham como as escolas e igrejas estão se adaptando.
Área Geral da Igreja
Os bispos juntam as mãos em oração durante a Conferência Geral da Metodista Unida de 2019 em St. Louis. Na maioria dos casos, os bispos que planificavam aposentar-se este ano ou no início do próximo ano ficam até a realização de novas eleições para os bispos. Foto de arquivo de Kathleen Barry, UM News.

Atraso nas eleições prejudica os planos dos bispos

Com a eleição de novos bispos adiada para 2021 e 2022, os aposentados estão fazendo planos para o interino.