Orando para a Conferência Geral de 2016: O que vai acontecer?

Quando os 864 delegados chegam na conferência geral de 2016, cada um deles vem coberto de oração.

De todos os cantos do mundo, existem pessoas orando pela Igreja Metodista Unida, porque em breve o mais alto órgão legislativo da denominação reúne-se no Centro de Convenções do Oregon na cidade de Portland, de 10 a 20 de maio.

Além de músicas, sermões e reuniões com os irmãos e irmãs que vivem em lugares distantes, os delegados passarão longas horas em discussões que poderão mudar drasticamente as leis da igreja.

Muitas vezes, os procedimentos fazem uma pausa para uma palavra de oração quando as discussões se tornam muito tensas.

Antes de tudo começar, o Rev. Tom Albin, decano da capela do No Cenáculo, convida todos os metodistas unidos para preparar uma atmosfera de oração e meditação para os procedimentos.

Todos são bem-vindos a participar da comunidade de oração criada pela Conferência geral em www.60daysofprayer.org (que também está disponível em português).

Ministério de oração

"O Ministério da oração pela Conferência Geral de 2016 é mais intencional, mais inclusivo, mais integrado, mais expandido que em conferências anteriores e esperamos que? seja mais visível", disse Albin, que também acrescentou que, devido a mudanças na tecnologia, nos últimos quatro anos, o livro "60 dias de Oração para a Conferência Geral", estará disponível em vários formatos e idiomas.

Visitantes do site podem registrar para receber devocional diária que começará no dia 31 de março e terminará nove dias após a conferência, que termina no dia 20 de maio. As meditações estão disponíveis on-line ou através do registro para receber um arquivo em formato PDF, gratuitamente, por e-mail ou mensagem de texto.

Meditações diárias também estarão disponíveis no aplicativo de telefone da Conferência Geral e em comprimidos que estão sendo usados pelos delegados das conferências central fora dos Estados Unidos, em inglês, francês, português e suaíle.

Como em conferências anteriores, um quarto de oração e conselheiros espirituais, voluntários estarão disponíveis.

"Com cada decisão, haverá pessoas sobre a conexão que se sentirão magoados e zangados;" outros serão gratos e satisfeitos; e ainda outros estarão confusos e inseguros, disse Albin". Se orarmos mutuamente, a dor, a alegria e frustração serão compartilhadas com Deus. "Na frase, podemos fazer o que pensamos e alegrar-se com aqueles que se regozijam e chorai com os que choram".

Na Conferência Geral em 2012 em Tampa, na Flórida, todos no culto de abertura receberam vestes de oração feitos à mão.

No ano 2016, todos receberão um cabo? que, na tradição protestante metodista, vai estar sendo usado como ferramenta para lembrar e orar para os Bispos, delegados, funcionários e questões a serem discutidas nesta Conferência Geral.

 

* Gilbert é um repórter de notícias multimídia para United Methodist News Service. Para obter mais informações sobre o assunto ou artigo, visite o link:http://www.umc.org/news-and-media/praying-for-gc2016-what-will-happen

** Rev. Gustavo Vasquez é o Diretor de Comunicações Hispânico / Latino da IMU. Você pode contatar o ou (615)742-5111 el [email protected]

Violencia
MARCHA condena el lenguaje y las acciones que incitaron la violencia contra el congreso y la falsa retórica del presidente Donald J. Trump, así como a todos aquellos representantes, que avivaron las llamas de la insurrección y la violencia de las turbas. Foto cortesía de MARCHA.

MARCHA rechaza actos de insurrección en Capitolio

MARCHA cree que la supremacía blanca y el colonialismo son pecados que continúan teniendo efectos profundos en nuestra sociedad y en las comunidades de color en particular.
Temas Sociales
La Obispa LaTrelle Easterling, a la derecha, eleva una oración durante una vigilia interreligiosa cerca de la Casa Blanca el 3 de junio. A la izquierda está la alcaldesa de Washington, Muriel Bowser. Las conferencias metodistas unidas están confrontando el pecado del racismo a través de oraciones, llamados a la justicia y educación sobre la supremacía blanca. Foto de archivo de Melissa Lauber, Conferencia Anual Baltimore-Washington.

Se adoptan medidas concretas para luchar contra el racismo

Las conferencias metodistas unidas están confrontando el pecado del racismo a través de oraciones, llamados a la justicia y educación sobre la supremacía blanca.
Temas Sociales
Rev. David Maldonado.Imagen tomada del video reportaje "La Iglesia Etnica", publicado en el canal de Youtube IMULATINA de Noticias MU.

La iglesia debe escuchar voces hispano-latinas

La falta de voces de América Latina representa una brecha importante en las conversaciones globales que ocurren en La Iglesia Metodista Unida.