Metodistas no combate ao mosquito Aedes aegypti

Os dados são alarmantes. O Ministério da Saúde investiga 3.448 casos suspeitos de microcefalia no Brasil até o fechamento desta edição. O último boletim foi divulgado no final de janeiro e aponta que 270 casos já tiveram confirmação de microcefalia, sendo que 6 estão ligados ao vírus zika. A Organização Mundial da Saúde (OMS)apoia o Brasil no combate ao vírus zika, que já ultrapassou fronteiras. Está em 20 países das Américas e 10 da Ásia, África e Pacífico – no entanto, o Brasil é o que mais preocupa os/as especialistas.

A Igreja está mobilizada. O Colégio Episcopal já se pronunciou ao orientar os membros para combater o mosquito Aedes aegypit. No passado, o missionário metodista Hugh Clarence Tucker, que introduziu ao médico dr. Oswaldo Cruz a pesquisa que faria diferença na sociedade para combater a febre amarela, teve um papel fundamental nesse processo. Em 1958, a Organização Mundial da Saúde declarou total erradicação do mosquito no Brasil; mas ele volta décadas mais tarde preocupando, principalmente, as mulheres em período de gestação. 

O Expositor Cristão foi atrás, ouviu especialistas, médicos/as, além da própria bispa Marisa de Freitas Ferreira, que, na função de médica, passou informações importantes sobre o cuidado que devemos ter. O bispo Roberto alertou para as diversas possibilidades de desenvolver a missão neste cenário que assusta todos/as nós. 

Durante a apuração, encontrei várias ações, por exemplo, os membros da Igreja Metodista em Além Paraíba/MG, que mandaram fazer camisas personalizadas para sair em mutirão no combate ao mosquito. A Igreja vive um cenário em que ela precisa fazer a diferença. Afinal, essa tarefa de eliminar novamente o mosquito Aedes aegypti do país compete não somente ao poder público, mas a cada um/a de nós.

Que Deus nos conscientize!

José Geraldo Magalhães

Editor-chefe

Para mais informações, visite: http://www.metodista.org.br/expositor-cristao-de-marco-tras-na-capa-a-mobilizacao-dos-metodistas-no-combate-ao-mosquito-aedes-aegypti

Jóvenes
Dorlimar Lebrón, Pastora de la Primera Iglesia Metodista Unida Hispana en el sector de East Harlem de la ciudad de Nueva York, fue la encargada de dirigir el mensaje en el culto de apertura. Foto Rev. Gustavo Vasquez, Noticias MU.

Pastora Dorlimar Lebrón: los jóvenes no vamos a esperar a que la denominación se ponga de acuerdo

En entrevista con la Pastora Dorlimar Lebrón, líder de la juventud de MARCHA, ella expresa las discusiones y compromisos asumido por los/as jóvenes.
La Pastora Dorlimar Lebrón orando con dos jóvenes, envueltas en lel mismo tipo de mantas que cobijan a los/as niños/as y adultos/as inmigrantes que se mantienen detenidos, y algunos de ellos hacinados, en los centro de detención que ICE mantiene en la frontera. Foto por Michelle Maldonado, UMCOM.

Caucus hispano-latino se prepara para afrontar cambios en la iglesia

Esta 48va reunión anual de MARCHA estuvo enfocada en analizar el impacto de las decisiones tomadas en la Conferencia General Especial de 2019 y las proyecciones futuras del ministerio hispano-latino
Temas Sociales

MARCHA lamenta muertes violentas en Tejas y Ohio

El caucus hispano-latino de La Iglesia Metodista Unido publico un comunicado de prensa rechazando las masacres acontecidas en Tejas y Ohio.