Conferência e distrito pedem à Nebraska maior proteção contra coronavírus para fábricas de embalagem

Other Manual Translations: español

A Conferência Great Plains e o Distrito Gateway estão entre as 25 organizações que pedem maior proteção ao coronavírus para os trabalhadores das fábricas de carne e aves de Nebraska. 

"Vimos mais de três meses de ação lenta e insuficiente das fábricas de carnes e aves para instituir proativamente as proteções de segurança COVID-19", diz a carta, datada de 23 de julho. "Como os casos continuam aumentando, não podemos nos dar ao luxo de navegar nos próximos seis meses sem proteções claras".

A carta, creditada ao Heartland Worker Center, uma organização de direitos dos trabalhadores de Omaha, e o Nebraska Appleseed, um grupo de igualdade racial de Lincoln, afirma que mais de 4.700 funcionários da fábrica de embalagens ficaram doentes, mais de 200 hospitalizados e pelo menos 19 morreram. Também afirma que 60% dos casos do COVID-19 envolvem hispânicos, quando representam apenas 11% da população do estado. 

A Revda. Cindy Karges, superintendente dos distritos de Gateway e Great West, disse que tomou conhecimento da carta pela Revda. Anne Gahn, pastora de Igreja Metodista Unida Lexington, cuja cidade abriga duas fábricas. 

"Só é preciso fazer mais, porque as pessoas são realmente vulneráveis", disse Karges. "Eles precisam de proteção para seu próprio benefício, bem como para a comunidade." 

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

A carta solicita ao Legislativo de Nebraska que imponha proteções, incluindo um distanciamento constante de 1,5 metro entre os trabalhadores na área de processamento; benefícios, incluindo licença médica paga; e práticas eficazes de triagem e quarentena. 

Andrea Paret, coordenadora da Conferência de Paz com a Justiça, disse que tem trabalhado com várias organizações para reforçar as condições. 

"Temos tentado trabalhar com o governador (Pete) Ricketts, porque em todas as fábricas de embalagem de carne e aves, não houve proteções consistentes", disse ela. 

Paret disse que a fábrica de empacotamento de carne no condado de Dakota, onde ela mora, só disponibilizou máscaras faciais para os trabalhadores em meados e no final de abril. 

Os trabalhadores, disse ela, têm medo de reclamar com a gerência porque temem que isso resulte na perda de seus empregos. 

"Não é contra o setor de frigoríficos porque eles fazem muito bem para muitas comunidades em que estão", disse Paret. "Há pessoas trabalhando lá há décadas e elas precisam de proteção." 

Ela disse que, embora as condições em algumas fábricas tenham melhorado, uma distância de 1,5 metros não pode ser mantida em áreas como banheiros e vestiários. 

O reverendo Mike Evans, pastor da Igreja Metodista Unida Gibbon Faith, disse que a fábrica de embalagem de carne tem respondido à necessidade de mudanças. 

"A fábrica local aqui tem sido bastante proativa na tentativa de fazer o que pode por aspectos de segurança", disse Evans, que é amigo de vários gerentes. "Sempre há preocupação, é claro, por causa dos trimestres em que trabalham, mas eles realmente contrataram pessoas para aconselhar sobre diferentes maneiras de melhorar a segurança em meio a isso". 

Paret e Karges disseram que defender os trabalhadores é uma tradição de longa data da Igreja Metodista Unida e de suas denominações predecessoras. 

"Faz parte da nossa história", disse Paret. “(John) Wesley sempre esteve tão preocupado com as condições de trabalho. Você pensa no credo social de 1908, é tudo sobre segurança e proteção do trabalhador. É algo que tem estado muito próximo do nosso coração como metodistas."

"Em nossa herança metodista unida, estamos do lado dos fracos e vulneráveis", acrescentou. "E esses são os trabalhadores." 

Karges acrescentou: "Realmente é quem somos como Metodistas Unidos, ser um defensor das pessoas". 

*Entre em contato com David Burke, especialista em conteúdo de comunicações, em [email protected] .

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]
Área Geral da Igreja
Um prato de oferendas é passado pelo banco da Catedral das Rochosas, uma igreja Metodista Unida em Boise, Idaho. O conselho do General Council on Finance and Administration (Conselho Geral de Finanças e Administração) pesquisou os tesoureiros da conferência dos Estados Unidos para descobrir que impacto as dissociações e fechamentos de igrejas em potencial terão na fórmula de distribuição nos próximos quatro anos. Foto de arquivo de 2018 por Mary Kienzle, Comunicações Metodista Unida.

Estimando o impacto financeiro das saídas da igreja

Os líderes financeiros da Metodista Unida votaram nos orçamentos das agências para 2021 enquanto discutiam os custos de uma possível divisão da igreja e uma proposta para reduzir o número de bispos.
Missão
James Hildreth, presidente e CEO da Faculdade de Medicina Meharry, fala durante a coletiva de imprensa no Titans mural no Korean Veterans Blvd., para atualizar o público sobre a resposta de Nashville à Covid-19 e a estratégia daqui para frente. Foto cedida por Alan Poizner para o The Tennessean.

O presidente da faculdade metodista pode estar na equipe de Biden

Hildreth ganhou fama enquanto conduzia pesquisas sobre HIV e AIDS que começaram na década de 1980.