Jurisdicoes aconselhadas a elegerem 14 Bispos dos EU

Translate Page

Palavras Chaves:

  • Delegados da Metodista Unida vão realizar cinco conferências jurisdicionais de 2-5 de Novembro para elegerem novos bispos dos EU.
  • Confrontados com incertezas a volta do futuro da denominação, lideres jurisdicionais estão recomendando Metodistas Unidos para elegerem poucos bispos dos E.U. do que as vagas que existirão.
  • A Jurisdição do Nordeste reuniu virtualmente para uma sessão especial a 15 de Outubro e aprovou uma para eleger dois novos lideres.
  • Estes novos bispos assumirão o cargo quando a denominação enfrenta as consequências da pandemia e a desfiliação da denominação.

Pouco antes de os Amemricanos se dirigirem as urnas para o Dia das Eleicoes, delegados da Metodista Unida dirigirão-se simultaneamente a cinco conferências jurisdicionais  dentro dos E.U. para elegerem novos bispos.

Mas, ao contrário das eleições dos bispos anteriores, lideres jurisdicionais são recomendados que os delegados a reunirem-se entre os dias 2-5 de Novembro não preencham todos os cargos episcopais vagos.

Tudo dito, 20 bispos da Metodista Unida nos E.U. terão reformado entre 2021 e final deste ano. Porém, até este ponto, a recomendação é de eleger 14 novos bispos.

As eleições farão com que o número de bispos activos nos E.U. seja de 40, mas os E.U. actualmente tem 46 áreas episcopais.

Caberú a cada colégio dos bispos da jurisdição e da comissão do episcopado providenciar cobertura para as áreas episcopais restantes tanto por pedir aos bispos reformados para servirem na capacidade de interinos ou atribuindo aos bispos para que sirvam mais do que uma área episcopal como 16 bispos fizeram durante os dois anos passados marcados pela pandemia. Todos os bispos activos são elegíveis para serem atribuídos outras tarefas dentro da jurisdição.

A maioria das jurisdições também terão que votar à cerca do número de bispos a elegerem quando se reunirem próximo mês.

O bispo da Conferência de Nova York Thomas Bickerton, presidente do Conselho dos Bispos, abre a sessão especial da Conferência Jurisdicional do Nordeste em 15 de Outubro. A conferência jurisdicional se reuniu on-line para decidir quantos novos bispos a eleger quando ela e as outras quatro jurisdições realizarem eleições de bispos nos EUA, a partir de 2 de Novembro. Captura de tela cortesia da Conferência da Grande Nova Jersey via YouTube pela Noticias da MU. 
Here is a description of the photo.

As recomendações actuais são para eleger:

  • 2bispos na Jurisdição do Nordeste, que tera quarto vagas.
  • 3 bispos na Jurisdição Central Norte, a preencher todas as vagas já que a jurisdição espera que vários bispos cheguem a idade de reforma compulsiva em 2024.
  • 3-bispos na Jurisdição do Sudeste, que terá cinco vagas.
  • 3 bispos Jurisdição Central Sul, que terá cinco vagas.
  • 3  bispos na Jurisdição do Sudoeste, preenchendo todas as vagas para manter o mínimo de cinco bispos autorizados pela lei da igreja. Isto não será feito por meio do voto dos delegados.

Os lideres jurisdicionais estão chamando atencao aos delegados para considerarem a sustentabilidade financeira a longo termo com a adição de mais bispos como a Igreja Metodista Unida lida com os efeitos contínuos da pandemia de COVID-19 e  aumento da disfiliação da igreja.

Ao mesmo tempo, muitos Metodistas Unidos já expressaram um desejo pela liderança fresca para ajudar a tomarem os desafios que a denominação enfrenta.

Essa tensão era visivel quando a Jurisdição do Nordeste realizou a sessão especial virtual a 15 de Outubro para determinar quantos bispos por eleger próximo mês.

A jurisdição viu um caso raro quando sua comissão do episcopado, que tipicamente propõe o número de bispos por eleger, e o seu colégio dos bispos tinha recomendações diferentes.

Os bispos da jurisdição instou que nenhum novo bispo seja eleito, enquanto a sua comissão do episcopado propôs uma eleição.

Dois bispos da Jurisdição de Nordeste reformaram em 2021 e dois mais planificam reformar até ao fim deste ano. Desde as reformas do ano passado, os bispos da jurisdição tornaram-se criativos em providenciar cobertura episcopal.

Actualmente, dois bispos – Bispos Cynthia Moore-Koikoi e Sandra Steiner Ball – estão partilhando a liderança de três áreas episcopais compreendendo as Conferências de  Susquehanna, Western Pennsylvania e West Virginia. Entretanto, o Bispo John Schol lidera as conferências de Greater New Jersey e Eastern Pennsylvania, e a Bispa LaTrelle Easterling está liderando ambas conferências de Baltimore-Washington e Peninsula-Delaware.

Easterling, falando em nome dos bispos da Jurisdição do Nordeste, disse ela e seus colegas episcopais que querem que o experimento da cobertura continue. Porém, ela adicionou que a preocupação a cerca da estabilidade financeira é uma outra razão que ela e seus colegas gostariam de adiar em quaisquer eleições até pelo menos 2024.

Ela disse qua a participação nos cultos e as ofertas gerais da igreja ainda não voltaram aos niveis da pré-pandemia. Mais preocupante, ela disse, é o número de congregações desconhecidas que vão preferir ultimamente disfiliar-se entre agora e o fim do próximo ano, quando uma provisão para que as igrejas saiam da denominação com propriedade está quase para expirar

Com base no número das igrejas na jurisdição que já se disfiliaram, estão activamente buscando disfiliação ou já ligaram para pedir informação sobre o processo de disfiliação, Easterling disse que a jurisdição poderá perder mais do que 1,000 igrejas até 2024.

Isso, “seria uma reduçã de 15.8% do nosso corpo de adoração,” ela disse. Como um resultado, ela disse que as conferências na jurisdição poderão ver os deveres – acções das ofertas da igreja – caírem entre 10% a 25%.

Até a altura em que as conferências jurisdicionais reunirão próximo em 2024 e que podem reconfigurar, Easterling disse que os delegados terão mais claridade. “Humildemente acreditamos que este é um momento para preparar-se para a nossa santa conferência em 2024,” disse ela. “ Juntos, delegados, nossas orações estão convosco, assim que fazem o vosso trabalho. Por favor orem por nós as que continuamos a servir-vos nestes tempos extraordinários.”

Bommie Marde, presidente da comissão do episcopado da jurisdição e uma delegada da Conferência de New England, disse que a comissão recomendou uma eleição. Ela disse que isso iria reduzir o impacto financeiro, e permitir que os experimentos actuais de cobertura possam continuar e deixar apenas uma área a precisar de bispos para tomar responsabilidades extras ou que saiam da reforma para cobrirem essas vagas.

A comissão do episcopado também explorou a possibilidade eleger dois bispos, uma opção que Marden admitiu que ela mesmo estava a favor.

Fred Brewington, um delegado da Conferência de New York e membro companheiro da comissão do episcopado, concordou com a Marden. Ele fez uma moçã para emendar a proposta da comissão de uma eleição para dois.

“Iria exortar as pessoas para votarem a favor dos dois porque acredito que essa é o nosso ponto agradável com relação a nossa posição dentro da nossa jurisdição,” disse ele. “ E que isso pode muito bem providenciar-nos com uma novidade que buscamos assim que caminhamos para um novo dia e uma nova coisa que Deus criou.”

Ultimamente, os delegados votaram 81 para 69 para eleger dois bispos. Porém, já que nenhuma reunião jurisdicional pode juntar actividades duma outra, a jurisdição precisará de votar novamente sobre o número quando reunir em Novembro.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Tudo a cerca desta época eleitora para bispos não é comum.

Tipicamente, as conferências jurisdicionais reunem para eleger os bispos nos meiados de Julho em cada quatro anos a seguir a Conferência Geral, a Assembleia legislativa superior da denominação.

Mas a meio do adiamento da Conferência Geral agora para 2024 causado pela pandemia, os bispos dos E.U. tomaram já tarefas de extensão para garantir cobertura da área episcopal. O Conselho dos Bispos, preocupado com a sustentabilidade do Fundo Episcopal que suporta seu trabalho, initialmente recomendou a não realização das eleições dos bispos ate 2024

Mas depois de meses de extensão de trabalho adicional, os bispos pediram ao Conselho Judicial – o tribunal superior da denominação – se eles tinham autoridade de convocar conferências jurisdicionais. Enquanto isso, reduziam-se os gastos e aumentavam-se as ofertas ajudando assim a fortificar o Fundo Episcopal.

Com os bispos esticados para o fino, o Conselho Judicial concordou com os bispos que novas eleições precisam de serem realizadas para garantir a continuação do episcopado.

Os novos bispos terão que tocar o chão correndo. Ao invés de assumir a posição em Setembro quando eles tivessem tempo de se familiar com suas novas áreas, os bispos irão iniciar com as suas tarefas em 01 de Janeiro – o inicio da época para os bispos nomearem os clérigos.

A Easterling falou para aqueles reunidos na Jurisdição do Nordeste que ela e seus colegas bispos estiveram prontos para receberem e trabalhar com novos colegas “para a glória do Poderoso Deus.”

“Seja qual for o resultado do nosso discernimento, não há vencedores nem perdedores,” disse ela. “Estamos juntos neste trabalho sagrada.”

*Hahn é assistende de editor de noticias para a Noticias da MU. Contacte a ela atraves do (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais noticias da Metodista Unida subscriva aos Resumos gratuitos ou das Sextas Feiras.

**Joao Filimone Sambo é correspondente lusófono em África para Noticias da MU

Sexualidade humana
Os bispos Cedrick D. Bridgeforth (à esquerda), Carlo A. Rapanut e Dottie Escobedo-Frank são consagrados durante um culto realizado em 5 de novembro na Igreja Metodista Unida de Cristo em Salt Lake City. O Rev. W. Timothy McClendon apresentou uma queixa contra todos os bispos da Jurisdição Ocidental pela consagração de Bridgeforth, que é o primeiro homem abertamente gay da denominação a ser eleito bispo. Foto de Miya Kim para a Conferência Western Jurisdicional.

Queixa contra consagração de bispo gay

De maneira incomum, uma denúncia contra os bispos da Jurisdição Ocidental está circulando online para coletar assinaturas em diferentes partes do mundo. A reclamação vem depois que cada uma das cinco jurisdições dos EUA aprovou uma resolução instando a Igreja Metodista Unida a afirmar as pessoas LGBTQ.
Conselho de Bispos
Os recém-eleitos bispos metodistas unidos David Wilson (terceiro da esquerda, vestindo jaqueta azul), Laura Merrill (vestindo jaqueta verde) e Delores “Dee” Williamston (segunda da direita) são acompanhados por outros bispos e líderes da igreja enquanto oram após serem eleitos durante a Conferência Jurisdicional South Central em Houston. Em 3 de novembro, a jurisdição anunciou suas designações episcopais, a partir de 1º de janeiro. Foto cedida pela Conferência das Great Plains.

Bispos dos EUA recebem designações

Depois de eleger bispos para preencher as vagas existentes, a denominação dos EUA anunciou novas nomeações episcopais a partir de 1º de janeiro de 2023 nas Conferências Jurisdicionais.
Área Geral da Igreja
O Rev. Stan Copeland fala em 3 de novembro na Conferência Jurisdicional South Central em Houston. Copeland criticou em um discurso três bispos Metodistas Unidos por serem pró-Igreja Metodista Global.

Três bispos acusados de contribuir para desfiliação

Um delegado da Conferência Jurisdicional Centro-Sul pediu ao colégio de bispos da jurisdição que abordasse a conduta e o status de três líderes episcopais que, segundo ele, forneceram "promoção e apoio" à nova denominação separatista Igreja Metodista Global.