Grupo de mulheres protesta na porta de delegacia de JP durante ‘Quinta-feira Preta’

Translate Page

Um grupo de mulheres fez um protesto silencioso na tarde desta quinta-feira (10), em frente à Delegacia da Mulher, na Avenida Pedro II, no Centro de João Pessoa. A manifestação é parte de um conjunto de ideias da Igreja Metodista e ocorre em todo o Brasil, de diferentes formas, desde protesto em locais específicos, até ações com uso de roupas pretas ou publicações nas redes sociais. A ação desta quinta pediu o fim da violência contra mulher. Veja fotos abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

As ações coordenadas pela Igreja Metodista são organizadas via redes sociais e ocorrem em várias cidades do Brasil, integrando a ‘Quinta-feira Preta’. Em João Pessoa, cerca de 20 mulheres vestidas de preto se concentraram na frente da Delegacia da Mulher, de forma estratégica, para pedir intensificação de ações contra abusos e violência que afetam mulheres. Quem não compareceu ao local, pôde vestir preto em qualquer lugar e usar bottons, por exemplo, para indicar que aderiu ao movimento. Quem explica é a jornalista Patrícia Monteiro, umas das voluntárias dos projetos da Metodista.

“Esse tipo de manifestação é frequente, ocorre todas as quintas. Desta vez, viemos estrategicamente à Delegacia da Mulher como parte das ações da Semana da Mulher. Aqui na frente, estamos todas de preto, com cartazes, mas quem não está aqui participa do protesto em qualquer parte, com ações nas redes sociais ou vestindo preto. Não é possível dizer quantas pessoas participam; o número é incontável porque as ações ocorrem em todo o Brasil”, disse Patrícia.

A Igreja Metodista tem unidades em João Pessoa, no bairro do Bessa e no Centro, e em Cabedelo, na região metropolitana. As informações sobre a ‘Quinta-feira Preta’ podem ser encontradas nas redes sociais:

Grupo Juvenis Remne no Facebook

Igreja Metodista Região Nordeste

Igreja Metodista João Pessoa

Igreja Metodista do Brasil

Saiba mais aqui sobre a 'Quinta-feira Preta'

A equipe da Delegacia da Mulher informou que não houve nenhum tipo de contato com as manifestantes e que elas permaneceram na frente do local de forma pacífica e silenciosa.

http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/cidades/cidadania/2016/03/10/NWS,274630,4,96,NOTICIAS,2190-GRUPO-MULHERES-PROTESTA-PORTA-DELEGACIA-DURANTE-QUINTA-FEIRA-PRETA.aspx

Iglesia Local
Delia Ramirez Hernandez, es una líder reconocida y muy estimada por la comunidad hispano-latina de La Iglesia Metodista Unida por su papel en la juventud de MARCHA, el Plan Nacional para el Ministerio Hispano-Latino y por su dedicado trabajo al servicio de  su iglesia local en Humboldt Park. Foto Rev. Gustavo Vasquez, Noticias MU.

Delia Ramírez Hernández: La primera latina metodista unida en llegar al congreso

Los medios de comunicación reflejaron la noticia destacando que es la primera latina en llegar al congreso por el estado de Illinois y es la primera guatemalteco-estadounidense en lograr alcanzar un puesto de este nivel en la historia política de los Estados Unidos.
Church Leadership
El Rev. Gómez bendice la tumba de Santos Rodríguez en 2021. Foto de The Dallas Morning News.

Rev. Isabel "Chabelo" Gómez: el hombre, el mito, la leyenda, será extrañado

El Rev. Dr. Owen Ross, Director del Centro para el Desarrollo de la Iglesia en la Conferencia Anual del Norte de Texas, escribe: "Él hizo que yo, como todos/as los/as que lo rodeaban, me sintiera bienvenido e incluido en cualquier espacio en el que se encontraba".
Entidades de la Iglesia
El caucus afirmó la nominación de 7 candidatos/as a posiciones episcopales, desde su reunion de 2019. En la gráfica correspondiente a dicho evento, la Obispa Cynthia Fierro-Harvey, junto con los/as demás en la plenaria imponen sus manos sobre algunos de los/as candidatos presentes (Giovani Arroyo, izquierda; Cristian De La Ros, centro; y Hector Burgos, derecha) , como símbolo de bendición y encomienda, Foto cortesía de MARCHA

MARCHA reitera endoso a siete candidaturas al episcopado

El caucus afirmó la nominación de 7 candidatos/as a posiciones episcopales, las cuales serán decididas en las próximas elecciones que se estarán realizando en las cinco conferencias jurisdiccionales, entre el 2 y el 5 de noviembre de 2022.