Juventude metodista ajuda necessitados em Angola

Other Manual Translations: English Français
Guiados pelo lema “Sopa Solidária”, os jovens metodistas unidos do distrito de Malanje e Kiwaba Nzoji, da Conferência do Leste de Angola, organizaram uma ação humanitária para compartilhar a solidariedade com os necessitados e ajudar a sua comunidade.
  
Alcançando os bairros desfavorecidos nos arredores de Malanje, uma cidade de 222.000 habitantes, eles distribuíram recursos e entreteram crianças em situação de rua.  
Para comemorar o Dia Internacional da Criança, em 1º de junho, e o Dia Internacional da Criança Africana, em 16 de junho, os jovens planejaram uma tarde de diversão organizada para crianças da comunidade, com idades entre 7 e 18 anos.

Algumas das crianças viveram nas ruas por dois a cinco anos. Além de fornecer alimentos e roupas, os jovens Metodistas Unidos cantaram e ofereceram atividades envolventes. 
“O evento visa ajudar as necessidades que atrapalham a nossa sociedade”, disse Edgar Chicola, vice-director do distrito da Juventude Metodista Unida. “Nós, como igreja e parte integrante desta sociedade, sentimos que temos responsabilidade moral e humana em ajudar nossos irmãos e irmãs necessitados”.

Ele citou 2 Timóteo 4: 2(NRSV), como inspiração para o projeto: “Proclama a mensagem; insta a tempo e fora do tempo; convença, repreenda e encoraja, com toda longanimidade e ensino”.
 
“Nossa missão também carrega o sabor evangelizador, de acordo com as Sagradas Escrituras”, disse Chicola. Mais de 250 jovens Metodistas Unidos, maioritariamente adolescentes, de várias congregações participaram no evento.
 
"Nossas atividades de solidariedade não terminaram aqui", disse Francisco Lumingo Chita, diretor do distrito de Malanje. “Vamos visitar prisões, hospitais e lares adotivos, já que o fundador da nossa igreja (John Wesley) sempre deu sua vida por causas sociais”.

Lorena de Freitas, diretora de jovens da Igreja Metodista Unida de Quésher, disse estar "muito satisfeita". 

“Não pelo que trouxemos para oferecer às crianças e pessoas necessitadas nessas comunidades, mas por poder servir a Deus. Juntos, com outros jovens metodistas, (estamos) fazendo a diferença para essas crianças e outros necessitados”.

Adam Buila Cambo, diretor de jovens da Igreja Metodista Unida de Jericó, disse que seu grupo está “aqui para cumprir o imperativo de nosso mestre, Jesus. Trouxemos a palavra "libertação", bens materiais e diversão".

“A verdadeira missão é fazer discípulos através de palavras e obras”, disse o jovem adulto Arinelson Gonçalves Filipe. 
 
Três crianças que participaram nas festividades foram Manuel Sebastião, Nelson Patrício e Pedro António Quiluanje. 

“Eu moro na rua”, explicou Sebastião, “porque meu pai me expulsou de casa”. Seu pai o acusou de feitiçaria. Patrício, um órfão de 12 anos, disse que pede dinheiro porque seu avô, com quem mora, não pode pagar por ele.

“Eu não moro na rua”, observou Quiluanje, “mas fico nos supermercados, ajudando a empurrar e a carregar carrinhos com produtos das pessoas para ganhar alguns trocados. A maior parte dos trocados que ganho é para sustentar meus estudos porque moro com meu avô que não tem condições financeiras e materiais para pagar”.

João Nhanga é um comunicador da Conferência Anual do Leste de Angola.

Contato com a imprensa: Vicki Brown através do (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, inscreva-se nos resumos diários ou semanais gratuitos.
Missão
Engenheiro António Sozinho e a missionária Olangi Fatuma, aguardando pelo acto de distribuição das hortícolas no Centro Alegria, Luanda. Foto de Augusto Bento.

Missionária ajuda viúvas de pastores através da agricultura

Uma missionária Metodista Unida se deu conta do sofrimento das viúvas dos pastores na busca pelo sustento de suas famílias, e que deu um passo determinante para auxiliá-las.
Missão
O Rev. Jisu Jang mergulha uma concha na água durante uma renovação do batismo e serviço de Shell (concha) no Seminário Teológico Wesley em Washington em 24 de agosto. O serviço usa conchas como um símbolo da jornada de fé e ministério dos alunos. Wesley está retomando as reuniões no campus, embora com mandato de vacinação e máscara, após um longo período de aprendizado remoto devido à pandemia. Foto de Lisa Helfert Photography para o Seminário Teológico Wesley, 2021.

Faculdades e Seminários lidam com mandatos sobre vacinas e máscaras

No início do semestre letivo, as escolas Metodistas Unidas tentam tornar a vida no campus o mais normal possível enquanto implementam políticas de vacinação e uso de máscaras.
Preocupações Sociais

Jovens Metodistas aumentando a conscientização sobre as mudanças climáticas

Camila Ferreiro teve um despertar ambiental quando passou um ano na Alemanha. Irene Abra se apaixonou por justiça climática ao participar de um programa de escotismo. Mollie Pugmire considera a justiça social fundamental para sua fé.