A Questão Metodista: A UMC no Canadá, na Austrália, na América Latina e na Ásia?

Other Manual Translations: español

Igreja Metodista Episcopal, primeira igreja Metodista Americana estabelecida, focava-se na missão dentro e fora dos Estados Unidos. Através da sua Sociedade Missionária e do alcance missionário de outros predecessores Metodistas Unidos, a presença Metodista começou na Ásia (Índia e China),  Europa,  África e América Latina nos séculos XIX e XX.

No início e meados do século XX, por várias razões, algumas conferências anuais fora dos EUA tornaramse autônomas, particularmente na maioria das regiões da Ásia e da América Latina. Muitas destas igrejas mantiveram um relacionamento afiliado com a Igreja Metodista Unida.

A Igreja Metodista Unida tem atualmente igrejas e conferências anuais nas Filipinas e na Mongólia, e iniciativas de missão no Sudeste e na Ásia Central, e em Honduras.

Em 1972, a então Conferência Anual de Porto Rico solicitou com sucesso à Conferência Geral que se tornasse uma igreja autônoma afiliada, agora a Igreja Metodista de Porto Rico.

Metodistas no Canadá e na Austrália estavam relacionados aos metodistas britânicos. Em 1925, a Igreja Metodista do Canadá e várias outras denominações uniram-se para formar a Igreja Unida do Canadá. A Igreja Unida da Austrália foi formada em 1977 por uma união de igrejas Metodistas, Congregacionais e Presbiterianas.

A autonomia ainda é uma opção para as igrejas fora dos EUA. Mais recentemente, a Conferência Geral de 2012 aprovou o pedido dos Metodistas Unidos suecos para deixar a denominação e formar a Igreja Unida na Suécia. A Igreja Metodista Unida tem agora um acordo de comunhão plena com a igreja sueca.

A Igreja Metodista Unida tem relações especiais com as igrejas metodistas da Grã-Bretanha, México, Porto Rico, Caraíbas e Américas. Isto inclui o reconhecimento mútuo dos ministérios ordenados, os direitos de voto na Conferência Geral uns dos outros, a interação com as agências Metodistas Unidas e o Conselho dos Bispos, e a parceria em programas missionários.

Onde mais no mundo são congregações da Igreja Metodista Unida?

África: Angola, Argélia, Burundi, Camarões, Costa do Marfim, Guiné-Bissau, Quênia, Libéria, Lesoto, Malawi, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, República Democrática do Congo, Ruanda, Suazilândia, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, Tunísia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue.

América: Estados Unidos e Honduras.

Ásia: Filipinas, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Uzbequistão e Tajiquistão.

Europa: Albânia, Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Bielorrússia, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Estónia, Finlândia, França, Hungria, Letónia, Lituânia, Macedónia, Moldávia, Montenegro, Noruega, Polónia, República Checa, Roménia, Sérvia, Suíça, Suécia e Ucrânia

Tem perguntas? Pergunte ao UMC ou fale com um pastor perto de você. E confira outras  perguntas e respostas recentes .

 

* Este conteúdo foi produzido por Ask The UMC, um ministério das Comunicações Metodistas Unidas. Publicado pela primeira vez em 2016. Atualizado em 2019.

** Traduzido e adaptado por Sara de Paula, tradutora independente. Para contatá-la, escreva para IMU_Hispana-Latina@umcom.org

Igreja Local
O Rev. Shawn Moses (à direita) da Igreja Metodista Unida da Primeira Graça, Nova Orleans, recebe uma nova família que se junta à igreja. Foto de Kathy L. Gilbert, Notícias MU.

A Questão Metodista: O que significa ser um membro?

Para os Metodistas Unidos, a associação exige participação ativa em uma congregação local que busca tornar o mundo mais parecido com o Reino de Deus.
Teologia
Claudia Teli N'guessan canta durante o culto na Igreja Metodista Unida Temple Emmanuel em Man, Costa do Marfim, nesta foto de arquivo de 2015. Foto por Mike DuBose, SMUN

A Questão Metodista: Quando é que a Páscoa acaba? O que vem depois?

Para os cristãos, a Páscoa não é apenas um dia, mas uma temporada de 50 dias. A época da Páscoa começa ao pôr do sol na véspera da Páscoa e termina com o Pentecostes, o dia em que celebramos o dom do Espírito Santo e o nascimento da Igreja (veja Atos 2).
Histórias de Fé
A reverenda Esther Kachiko Furaha ora durante o culto na Igreja Metodista Unida de Nova Jerusalém, em Uvira, no Congo, em 2015. Os cristãos entendem a oração como uma comunicação espiritual com Deus. Foto de arquivo por Mike DuBose, UMNS.

A Questão Metodista: Qual é a diferença entre oração e meditação?

Para os Metodistas Unidos, a oração é um “meio de graça” através do qual experimentamos a presença e a graça de Deus. Na oração , nos colocamos à disposição de Deus, abrindo-nos ao poder do amor de Deus que nos cura e nos forma à imagem de Cristo.