A Questão Metodista: A UMC no Canadá, na Austrália, na América Latina e na Ásia?

Other Manual Translations: Español

Igreja Metodista Episcopal, primeira igreja Metodista Americana estabelecida, focava-se na missão dentro e fora dos Estados Unidos. Através da sua Sociedade Missionária e do alcance missionário de outros predecessores Metodistas Unidos, a presença Metodista começou na Ásia (Índia e China),  Europa,  África e América Latina nos séculos XIX e XX.

No início e meados do século XX, por várias razões, algumas conferências anuais fora dos EUA tornaramse autônomas, particularmente na maioria das regiões da Ásia e da América Latina. Muitas destas igrejas mantiveram um relacionamento afiliado com a Igreja Metodista Unida.

A Igreja Metodista Unida tem atualmente igrejas e conferências anuais nas Filipinas e na Mongólia, e iniciativas de missão no Sudeste e na Ásia Central, e em Honduras.

Em 1972, a então Conferência Anual de Porto Rico solicitou com sucesso à Conferência Geral que se tornasse uma igreja autônoma afiliada, agora a Igreja Metodista de Porto Rico.

Metodistas no Canadá e na Austrália estavam relacionados aos metodistas britânicos. Em 1925, a Igreja Metodista do Canadá e várias outras denominações uniram-se para formar a Igreja Unida do Canadá. A Igreja Unida da Austrália foi formada em 1977 por uma união de igrejas Metodistas, Congregacionais e Presbiterianas.

A autonomia ainda é uma opção para as igrejas fora dos EUA. Mais recentemente, a Conferência Geral de 2012 aprovou o pedido dos Metodistas Unidos suecos para deixar a denominação e formar a Igreja Unida na Suécia. A Igreja Metodista Unida tem agora um acordo de comunhão plena com a igreja sueca.

A Igreja Metodista Unida tem relações especiais com as igrejas metodistas da Grã-Bretanha, México, Porto Rico, Caraíbas e Américas. Isto inclui o reconhecimento mútuo dos ministérios ordenados, os direitos de voto na Conferência Geral uns dos outros, a interação com as agências Metodistas Unidas e o Conselho dos Bispos, e a parceria em programas missionários.

Onde mais no mundo são congregações da Igreja Metodista Unida?

África: Angola, Argélia, Burundi, Camarões, Costa do Marfim, Guiné-Bissau, Quênia, Libéria, Lesoto, Malawi, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, República Democrática do Congo, Ruanda, Suazilândia, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, Tunísia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue.

América: Estados Unidos e Honduras.

Ásia: Filipinas, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Uzbequistão e Tajiquistão.

Europa: Albânia, Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Bielorrússia, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Estónia, Finlândia, França, Hungria, Letónia, Lituânia, Macedónia, Moldávia, Montenegro, Noruega, Polónia, República Checa, Roménia, Sérvia, Suíça, Suécia e Ucrânia

Tem perguntas? Pergunte ao UMC ou fale com um pastor perto de você. E confira outras  perguntas e respostas recentes .

 

* Este conteúdo foi produzido por Ask The UMC, um ministério das Comunicações Metodistas Unidas. Publicado pela primeira vez em 2016. Atualizado em 2019.

** Traduzido e adaptado por Sara de Paula, tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Agências gerais
Membros da comunidade passam por um local de distribuição de alimentos para o Comitê Metodista Unido de Alívio após o tufão Haiyan em Dagami, Filipinas. Foto por Mike DuBose, Notícias MU.

A Questão Metodista: Como posso ajudar quando ocorre um desastre?

Você pode se tornar um voluntário, ser treinado como atendente de emergência, contribuir com dinheiro ou suprimentos através da UMCOR (Comitê Metodista Unido de Ajuda).
Missão
Jejuar limitando comida e bebida, acompanhado de oração e leitura devocional, é uma prática espiritual importante para se aproximar de Deus. Foto por congerdesign, cortesia de Pixabay.

A Questão Metodista: O que a UMC diz sobre o jejum?

Os Metodistas Unidos praticam jejum e abstinência. Aprenda por que o jejum é importante para os cristãos.
Teologia
Mulheres se reúnem perto do caixão do Bispo Metodista Unido Abel T. Muzorewa em Mutare, Zimbábue, em maio de 2010. Cerca de 5.000 pessoas compareceram ao seu funeral. Foto de Tafadzwa Mudambanuki, Notícias MU.

A Questão Metodista: Qual é o propósito de um funeral cristão?

O funeral cristão centra-se, fundamentalmente, na esperança da ressurreição por meio de Jesus Cristo e na vida na nova criação.