Subvenções enriquecem o alcance Metodista Unido na África Oriental

Translate Page

Palavras Chaves:

  • Em parceria com a Harper Hill Global, os Ministérios da IMU distribuíram mais de US$ 13.000 para auxiliar projetos na Conferência de Uganda-Sudão do Sul.
  • Entre os beneficiários estão o Centro de Treinamento das Mulheres em Bugembe, o Colégio Teológico da Metodista Unida em Uganda, o projecto de motocicletas do distrito de Luwero e o Centro de Formação Profissional de Namayingo em Uganda.
  • Susan Nabwire, e outras graduadas em formação profissional disse que a oportunidade de se tornar uma cabeleireira qualificada foi um presente de Deus.

Um centro de formação das mulheres Metodistas Unidas, um colégio teológico e um projecto distrital de motocicletas aumentaram suas ofertas graças a uma colaboração entre os Ministérios da IMU e a Harper Hill Global.

Os Ministérios da IMU é uma organização crescente baseada em voluntários que trabalha junto com a Conferência Uganda-Sudão do Sul, e Harper Hill Global é uma organização baseada na fé de Nashville, Tennessee. Juntos, angariaram US$ 13.410 (EUA) para apoiar projectos na África Oriental.

Os Ministérios da IMU oferecem oportunidades para igrejas, distritos e instituições em Uganda e Sudão do Sul para garantir financiamento a projectos e ministérios, conectando-os com as agências gerais da Igreja Metodista Unida, parceiros denominacionais e organizações sem fins lucrativos.

As agências financeiras e missionárias da denominação retiveram fundos do gabinete episcopal da África Oriental por quase uma década em meio a contínuas preocupações financeiras. A Área da África Oriental hoje engloba Metodistas Unidos de quatro conferências anuais e seis países: Burundi, Etiópia, Quénia, Ruanda, Sudão do Sul e Uganda. Entre as missões dos Ministérios da IMU é fornecer transparência e responsabilidade aberta para todos os fundos doados para o trabalho Metodista Unido em Uganda e Sudão do Sul. A organização está sediada em Wobulenze, no distrito de Luwero, em Uganda.

O Centro de Treinamento de Mulheres da Igreja Metodista Unida no distrito de Jinja, em Uganda, recebeu uma doação de US$ 5.400 que será usada para comprar máquinas de costura para treinar mulheres locais.

As alunas aprendem habilidades de costura e alfaiataria no Centro de Formação de Mulheres da Igreja Metodista Unida em Bugembe, Uganda. A formação se concentra em fornecer aos alunos as habilidades necessárias para trabalhar na industria têxtil. Foto de Gad Maiga, Noticias da MU.  
As alunas aprendem habilidades de costura e alfaiataria no Centro de Formação de Mulheres da Igreja Metodista Unida em Bugembe, Uganda. A formação se concentra em fornecer aos alunos as habilidades necessárias para trabalhar na industria têxtil. Foto de Gad Maiga, Noticias da MU.

O Rev. Lugobe Fad, que coordena o centro, disse que o dinheiro ajudaria as mulheres a ganhar autoconfiança e independência e evitar a violência baseada no género.

O centro trabalha com mulheres, jovens mães, jovens, sobreviventes de abuso sexual, pessoas deslocadas, estudantes de educação de adultos e crianças de rua. O objectivo é melhorar os meios de subsistência por meio de formação vocacional, bem como programas educacionais sobre planeamento familiar, saúde reprodutiva e violência baseada em género.

Os participantes aprendem uma variedade de habilidades, como fazer sacolas de papel, decorações para festas, absorventes, sapatos e sabonetes, além de alfaiataria e outros artesanatos.

Iryn Namugele, beneficiária do centro de formação, disse que a falta de dinheiro para mais estudos a levou ao casamento prematuro. “Depois de ser formada em desenho de moda e artesanato,” disse ela, “posso agorasustentar minha família e educar meus filhos”.

Perinah Kauma disse que antes de aprender costura e alfaiataria, ela se sentia sozinha e isolada como sobrevivente de abuso sexual. Seus pais e amigos a evitavam, ela disse.

“Depois da formação e aconselhamento,” disse Kauma, “agora sinto que Deus fez isso por mim. Agora posso ganhar dinheiro com desenho de moda e sapatos artesanais e sustentar minha família.”

Fad, o coordenador do centro, também recebeu uma doação de US$ 2.500 em nome do Colégio Teológico da Metodista Unida de Uganda, onde trabalha como reitor.

“A subvenção veio no momento certo,” disse ele, “já que muitos pastores não podem pagar a educação teológica depois que seus ministérios foram devastados pela epidemia de COVID-19”.

A subvenção providenciará livros da biblioteca e bolsas de estudo para 10 pastores.

Uma professora conduz as alunas numa aula de costura no Centro de Formação de Mulheres da Igreja Metodista Unida em Bugembe, Uganda. O centro recebeu uma subvenção de US$5.400 para comprar maquinas de costura para formar mulheres locais. Foto de Gad Maiga, Noticias da MU.  
Uma professora conduz as alunas numa aula de costura no Centro de Formação de Mulheres da Igreja Metodista Unida em Bugembe, Uganda. O centro recebeu uma subvenção de US$5.400 para comprar maquinas de costura para formar mulheres locais. Foto de Gad Maiga, Noticias da MU.

A estudante de teologia Clementine Awino disse que a formação ajudou-a a pregar o evangelho de maneira mais informada.

O Rev. Ddamulira Christopher, superintendente do distrito de Luwero, recebeu US$ 3.510 para ajudar na compra de duas motocicletas usadas. Ele expressou alívio por ele e seu assistente terem transporte para atravessar o distrito remoto em Uganda.

“A motocicleta será usada para promover o evangelho de Jesus Cristo em todo o distrito,” disse Christopher.

Agora eles podem servir a pastores e congregações em locais como Mitanzi, Katuugo e Kakoola.

“Outras questões do dia a dia podem ser resolvidas em momento oportuno,” acrescentou, “e o itinerário do superintendente agora pode ser concretizado de acordo com o programa definido”.

O Rev. Wilberforce Bwire é coordenador do Centro de Formação Profissional de Namayingo, que recebeu uma subvenção de US$ 2.000. Bwire disse que as oportunidades de emprego são escassas em Uganda, mas com habilidades recém-adquiridas, os participantes podem encontrar trabalho ou iniciar pequenos negócios.

“O dinheiro será gasto sabiamente,” disse ele, “para formar muitos jovens Metodistas Unidos no Distrito de Busia”.

A graduada Susan Nabwire disse que a oportunidade de ser treinada como cabeleireira habilitada foi um presente de Deus. “Eu estava sem esperança, sem meios de geração de renda na minha vida,” disse ela. “Mas agora que sou habilitada, tenho esperança de gerar renda através do uso de minhas habilidades de cabeleireira para sustentar minha família e meus três filhos.”

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Charity Ajiambo, outra beneficiária do centro de formação profissional, disse que seu marido não conseguiasustentar totalmente a família durante os longos confinamentos do COVID-19.

“Recorri a trabalhos em grandes fazendas dia e noite, uma opção popular para muitas mulheres  batalhadorasem Uganda com salário muito baixo, exploração, abuso e assédio,” disse Ajiambo

“Eu aguentei apenas pela a sobrevivência da minha família,” ela continuou. 

“Obrigada a Deus por abrir uma porta para minha oração de longa data. Agora que sou um cabeleireirahabilitada, posso gerar uma renda substancial enquanto estou casa. Esta pequena renda sustenta a todos nós, incluindo as crianças muito pequenas.´´

Saphira Auma considerou a formação de cabeleireira uma bênção e uma excelente oportunidade para ela e outras famílias em Namayingo. “Agradeço muito a quem quer que seja que doou para tornar nossas vidas melhores,” disse Auma. “O único desafio é o equipamento que suporta o nosso trabalho após a graduação. Mas isso não nos impede.”

O Rev. Gene Ramsey supervisiona o desenvolvimento do colégio teológico e angariação de fundos para os Ministérios da IMU. Ele agradeceu aos doadores, amigos e parceiros pelo seu apoio que garantirá a retoma dos projectos.

A Rev. Nancy Neelley Hicks é fundadora e directora executiva da Harper Hill Global, que usa tecnologia de comunicação para melhorar a saúde física e interpessoal das comunidades. Ela enfatizou a importância de estabelecer relacionamentos para influenciar a mudança.

Quando as mulheres nos países em desenvolvimento partilharam sobre a violência que suportavam e as oportunidades que lhes foram negadas, Hicks disse que sabia que tinha que fazer parte da solução.

“Estamos encarnados,” disse ela. “Somos mais do que apenas nossos pensamentos e crenças.”

*Maiga é comunicador da Conferência Quênia-Etiópia.Contacto da imprensa de notícias: Julie Dwyer em [email protected]. Para ler mais notícias da Metodistas Unidainscreva-se nos resumos Diários e semanais gratuitos.

** Joao Filimone Sambo é correspondente lusófono em África para Noticias da MU
Conferência Anual
O Rev. Andrew C. Kjorlaug, um ancião da Conferência do Arkansas e capelão do Exército dos EUA, apresenta uma resolução na Conferência Anual do Arkansas que convida a delegação do Congresso do estado a agir sobre a “legislação responsável sobre armas de fogo”. Em um ano que viu vários tiroteios em massa, o Arkansas estava entre várias conferências Metodistas Unidas pedindo aos líderes eleitos que fizessem mais para regular as armas. Captura de tela cortesia da Conferência do Arkansas via YouTube pela Notícias MU.

Conferências agem a respeito da violência armada

Mesmo que as conferências anuais se encontrem no meio de discussões sobre desfiliações da igreja local e desacordos sobre a inclusão LGBTQ, elas estão pedindo ação e aprovando resoluções, além da retórica e dos chamados necessários à oração, sobre o grave problema da violência armada na sociedade americana.
Teologia
Graduandos em a Universidade Metodista Unida de Moçambique localizada em Cambine, no Distrito de Morrumbene, Província de Inhambane, alegram-se por terem chegado ao seu destino. Foto de Edmilson Banze.

Universidade Metodista em Moçambique gradua primeiros técnicos superiores

Com um número inicial de 106 estudantes no ano de 2017, altura em que abriu as suas portas, a Universidade Metodista Unida de Moçambique graduou em 17 de Junho, 76 técnicos superiores, dos quais 34 mestres e 42 licenciados, depois de um percurso de quatro anos da sua formação.
Preocupações Sociais
Durante uma vigília de oração em 5 de julho, o Rev. Cal Haines de Lake Bluff, Diácono Patricia Bonilla de Grace UMC e o Rev. Esther Lee, da Christ UMC em Deerfield, segure velas e lembre-se das vítimas e feridos no desfile de 4 de julho em Highland Park. Foto cortesia da Conferência Anual do Norte de Illinois.

Comunidades religiosas se reúnem para lamentar, lembrar e orar após a tragédia do Desfile de Highland Park

A IMU Cristo abriu suas portas para a comunidade para uma vigília de oração no dia 5 de julho, cantando o hino “Amazing Grace”, com leitura das escrituras, iluminação de velas e um momento para lembrar as vítimas e suas famílias.