Mudanças e expansão para Homens Metodistas Unidos

Translate Page

Pontos chave:

  • Greg Arnold é o novo chefe- executivo dos Homens Metodistas Unidos.
  • Arnold tem extensa experiência em negócios e ministério masculino.
  • Ele está planejando estender o alcance da agência rapidamente.

Há um canteiro de obras do outro lado da rua dos escritórios dos Homens Metodistas Unidos na Music Row de Nashville, e não é incomum que uma explosão interrompa o dia de trabalho.

O mercado imobiliário da cidade está crescendo, mas Greg Arnold, o novo líder dos Homens Metodistas Unidos, disse que está mantendo suas opções em aberto em relação à futura sede da agência dedicada ao ministério dos homens.

"Vamos ver o que acontece", disse Arnold. “Do ponto de vista comercial, o valor dessa propriedade está se valorizando mais rápido… do que seria se a vender, pegar o dinheiro e o colocar em alguma outra conta de investimento.”

Por outro lado, se a visão de Arnold de expandir o alcance da agência se concretizar, o escritório pode ficar muito pequeno em 18 meses.

“Quando esta agência foi formada, havia um compromisso de que seria autossuficiente desde o início”, disse Arnold. “Isso não aconteceu, e não acontece há 25-26 anos. No entanto, o potencial existe.”

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

O despertar de Greg Arnold

Nascido em Scottsboro, Alabama, Greg Arnold é graduado pela Universidade do Alabama, onde conheceu sua esposa, Rhonda. Eles têm uma filha, Olivia, que está prestes a se formar na Universidade do Mississippi.

Olivia desempenhou um papel fundamental na transição de Arnold de ser um empresário viciado em trabalho para levar uma vida mais equilibrada.

“Eu estava fisicamente, emocionalmente e espiritualmente exausto”, lembrou ele. “Eu estava fazendo muito mais do que deveria e levei tudo nas minhas costas.”

Olivia o surpreendeu durante uma rara semana em casa com uma pergunta: “O que você está fazendo aqui?”

“Não há uma adaga mais quente e afiada do que essa para colocar no coração de um pai”, disse Arnold. Ele orou pela revelação de seu próximo passo e concluiu que o ministério dos homens era seu futuro.

“Eu já havia começado o ministério de homens em paralelo, apenas como um bálsamo para o fardo que carregava”, lembrou ele. “Eu sabia que tinha sido chamado para ministrar.”

Se isso soa como um empresário falando, você está no caminho certo. Na verdade, Arnold tem uma vasta experiência empresarial a seu crédito, e também um trabalho substancial no ministério de homens na Igreja Metodista Unida.

A combinação o torna ideal para ser o executivo líder dos Homens Metodistas Unidos em tempos incertos. Ele sucede Gilbert C. Hanke, que se aposentou no ano passado.

“A capacidade natural de Greg Arnold de se inclinar para a inovação, aumenta a capacidade da Igreja Metodista Unida de alcançar os homens e oferece oportunidades para os homens se tornarem fortes discípulos de Jesus Cristo que mudarão este mundo”, disse o Bispo do Mississippi James E. Swanson Sr., que é presidente da Comissão dos Homens Metodistas Unidos, em um comunicado.

Do jeito que Arnold vê, cada um dos milhões de homens na denominação precisa ser servido, se possível. Das mais de 32.000 igrejas Metodistas Unidas nos EUA, apenas cerca de 3.500 pagam US$ 85 anualmente por uma assinatura de carta UMM, United Methodist Men (Homens Metodistas Unidos), disse ele.

“Então, o que estamos fazendo para servir a cada uma dessas almas?” ele disse. “Se pudermos fazer isso acontecer, então não há um edifício que possa nos conter.”

A sua estratégia é oferecer aos homens Metodistas Unidos a fuga do isolamento criando comunidades nas quais desejam juntar-se.

“Quando se trata dos homens Metodistas Unidos, estou interessado em ajudar um homem a passar por esse processo de amadurecimento espiritual, não importa a idade”, disse Arnold. “Se eu tenho vergonha, como eu lido com essa vergonha? Se eu tiver medo ou isolamento, como lidar com isso?”

Arnold, 51, traz uma experiência substancial e variada para o novo cargo. Os fracassos são tão importantes quanto os sucessos, disse ele.

Um ponto de virada veio quando Arnold comprou uma estação de rádio em Ocean Springs, Mississippi. Depois de colocar muito trabalho e recursos no projeto, ele o perdeu depois que o furacão Georges silenciou temporariamente a estação em 1998.

“Não revisei e não trabalhei sob o contrato tão bem quanto deveria”, disse Arnold. “O contrato de compra tinha algumas brechas que eu não apliquei ou observei quando um furacão passou e derrubou a estação do ar.”

Greg Arnold has plans to expand the reach of the United Methodist Men. Photo by Mike DuBose, UM News. 

Greg Arnold tem planos para expandir o alcance dos Homens Metodistas Unidos. Foto por Mike DuBose, Notícias MU.

 

Depois de pular alguns pagamentos com as bênçãos do ex-proprietário da estação, Arnold disse que o ex-proprietário recuperou a estação, citando uma medida no contrato sobre pagamentos perdidos.

Ainda sofrendo com a saga da estação de rádio, Arnold foi recrutado para preencher o cargo de comprador de publicidade por alguém que conheceu enquanto ensinava na escola dominical. Isso levou a um trabalho de marketing e desenvolvimento para uma empresa de assistência médica e, mais tarde, à fundação da Nexus Therapy Management (Gestão de Terapia Nexus), que fornece terapia física, ocupacional e fonoaudiológica em lares de idosos.

Essa empresa, da qual Arnold ainda é presidente, agora opera no Texas, Oklahoma, Mississippi, Louisiana e Arkansas. Sua equipe ficou tão proficiente que Arnold foi capaz de assumir simultaneamente funções como membro da equipe da Comissão dos Homens Metodistas Unidos, com sede no Mississippi. Ele fez isso por 12 anos, principalmente como voluntário, antes de renunciar para chefiar a agência masculina.

“Ele é uma mistura única de ter tanta experiência em negócios e entender como o mundo funciona”, disse Robert Noland, amigo de Arnold e autor de livros cristãos. “Mas, ao mesmo tempo, ele entende o ministério, entende a igreja. … Greg pode entrar em uma sala de homens de negócios e se conectar com eles e entrar em uma sala cheia de pastores e se conectar com eles.”

Entre os planos de Arnold estão:

  • Servir todas as igrejas Metodistas Unidas locais oferecendo recursos com credibilidade e de alta qualidade que os ajudem a alcançar todos os membros da sua comunidade. Introduzir um novo conjunto de recursos modernos renomeados para alcançar efetivamente todas as gerações, incluir novos programas de treinamento, um programa de credenciamento para especialistas do ministério masculino e muito mais.
  • O lançamento de um aplicativo dedicado ao ministério de pequenos grupos com tópicos e conteúdos relevantes para os desafios dos homens de hoje. Este aplicativo também pode ser usado por igrejas como programa de ministério para homens.
  • Trazer o aplicativo Live Bold (Viver Corajosamente), que Arnold já desenvolveu e comercializou com sucesso como um recurso para homens cristãos, sob o guarda-chuva dos Homens Metodistas Unidos.
  • Redefinir e estreitar a relação entre o ministério dos homens e o escotismo, após os processos judiciais que acusam abusos terem sido resolvidos. A Igreja Metodista Unida já prometeu US$ 30 milhões para um acordo nacional no plano de reorganização da falência dos Escoteiros da América.
  • Mudar organizacionalmente para alinhar melhor as partes interessadas e os parceiros com a missão de equipar todos os homens e jovens conectados para se tornarem discípulos eficazes.
  • Fornecer melhor marketing da opção de assinatura de cartas existente para as igrejas locais. As assinaturas de cartas incluem recursos básicos sobre como iniciar, crescer e sustentar um ministério de homens eficaz na igreja local. Essas igrejas conectadas têm acesso ao treinamento on-line liderado pelo pessoal dos Homens Metodistas Unidos e a uma ampla variedade de atividades de outras agências Metodistas Unidas e organizações ecumênicas.
  • Disponibilizar recursos recém-desenvolvidos para igrejas fora da Igreja Metodista Unida, mediante o pagamento de uma taxa.

Arnold chama sua nova posição de “uma chamada ardente” em vez de um emprego.

“Eu sabia que não importava se estivesse neste papel ou não, continuaria a servir a agência na igreja em qualquer capacidade necessária”, disse ele. “Os sucessos que tive nos negócios parecem paralelos ao que os Homens Metodistas Unidos poderiam usar no futuro, especialmente em um momento em que a igreja está olhando … saindo de uma pandemia”.

 

*Patterson é repórter da Notícias UM em Nashville, Tennessee. Entre em contato com ele pelo telefone 615-742-5470 ou [email protected] Para ler mais notícias dos Metodistas Unidos, assine os resumos quinzenais gratuitos.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected].

Igreja Local
Delia Ramirez Hernandez, é uma líder reconhecida e altamente estimada pela comunidade hispano-latina da Igreja Metodista Unida por seu papel na juventude de MARCHA, o Plano Nacional para o Ministério Hispano-Latino e por seu trabalho dedicado a serviço de sua igreja no Humboldt Park, Chicago. Foto Rev. Gustavo Vasquez, Notícias MU.

Delia Ramírez Hernández: a primeira Latina Metodista Unida a chegar ao Congresso

A mídia refletiu a notícia, destacando que ela é a primeira latina a chegar ao Congresso do estado de Illinois e é a primeira guatemalteca-americana a alcançar uma posição deste nível na história política dos Estados Unidos.
Church Leadership

Rev. Isabel Gomez: O homem, o mito, a lenda fará falta

O Rev. Dr. Owen Ross, Diretor do Centro de Desenvolvimento da Igreja na Conferência Anual do Norte do Texas, escreve: "Ele me fez, como todos ao seu redor, sentir-se bem-vindo e incluído. em qualquer espaço em que ele estivesse."
Histórias de Fé
A atriz Sheila Carrasco interpreta a hippie Flower na série da CBS “Ghosts”. Ela é filha do Rev. Oscar Carrasco, pastor e superintendente metodista unido aposentado. Foto de Betrand Calmeau/CBS.

A atriz de 'Ghosts' é metodista unida por toda sua vida

Sheila Carrasco, a atriz que interpreta Flower na comédia da CBS "Ghosts", é filha de um pastor metodista unido aposentado e cresceu diante do público que compunha as congregações onde serviam como uma família pastoral.