Cúpula leva os Metodistas Unidos ao coração dos problemas da fronteira

Other Manual Translations: English español

Uma chuva fria de novembro estava caindo quando Kataleya, de um ano de idade, empurrou seus braços minúsculos para fora de uma tenda e seu choro lamentou a tarde cinzenta. Seu pai, Jesús, estava do lado de fora da tenda. Ele se abaixou e a envolveu em seus braços, puxando um pequeno cobertor em volta dos ombros dela.

Miséria, desespero e amor são idiomas que não precisam de tradução.

Membros da Força-Tarefa de Imigração Metodista Unida - vindos dos EUA e do México - visitaram imigrantes que moram em uma pequena rua perto da Ponte Internacional Paso del Norte, que liga Juárez a El Paso. A visita fez parte de uma Cúpula de Imigração de três dias realizada em El Paso, Texas; Las Cruces, Novo México; e Juárez, México.

O grupo caminhou até a ponte depois de deixar uma instalação de processamento de migração nas proximidades em Juárez. Os Metodistas Unidos doam seu tempo no centro para alimentar e trazer algum alívio aos migrantes que sofrem com a espera incessante e preocupante enquanto procuram asilo.

Jesús and his pregnant wife, Mariana, care for their 1-year-old daughter, Kataleya, at a tent camp in Juárez, Mexico, where they and dozens of other migrants are waiting for an appointment with U.S. immigration officials to request asylum in the U.S. The young family has been living in a two-person camping tent for two months. They are among some 16,000 asylum seekers who are stranded in Juárez following implementation of the Trump administration’s Migrant Protection Protocols, which force asylum seekers to stay in Mexico while they wait for their immigration proceedings. Photo by Mike DuBose, UM News.
Jesús e sua esposa grávida, Mariana, cuidam de sua filha Kataleya, de um ano de idade, em um acampamento em Juárez, México, onde eles e dezenas de outros migrantes aguardam uma consulta com as autoridades de imigração dos EUA para solicitar asilo no país. A jovem família vive em uma barraca de acampamento para duas pessoas há dois meses. Eles estão entre os 16.000 requerentes de asilo que estão presos em Juárez após a implementação dos Protocolos de Proteção a Migrantes do governo Trump, que forçam os requerentes de asilo a permanecerem no México enquanto aguardam seus procedimentos de imigração. 

Os migrantes chegam com poucos bens. Eles não estão preparados para a longa espera. Igrejas e outras organizações os fornecem tendas. Os cobertores Silver Mylar doados por uma igreja Metodista Unida pontilhavam a cena sombria. Os migrantes estavam usando os cobertores para adicionar outra camada de proteção contra a chuva.

Como muitos outros neste campo improvisado, Jesús e sua família estão fugindo do crime organizado em estados mexicanos como Michoacán, Guerrero e Zacatecas ou em países como El Salvador, Honduras e Guatemala. Eles vieram aqui para pedir asilo nos EUA e estão nesta rua há dois meses. A esposa de Jesús, Mariana, está grávida.

Muitos migrantes optam por morar fora, perto da ponte, com medo de que, se eles se mudarem, possam perder o seu lugar na lista de espera para serem entrevistados por um agente de fronteira do outro lado da ponte.

Volunteers from El Calvario United Methodist Church in Las Cruces, N.M., serve a meal for migrants at an immigrant processing center in Juárez, Mexico, at the foot of the Paso del Norte border crossing into El Paso, Texas. Volunteers from Mexico and the U.S. serve regular meals and offer educational programming for children while families wait to make asylum claims in the U.S. Photo by Mike DuBose, UM News.

Voluntários da Igreja Metodista Unida El Calvario, em Las Cruces, NM, servem uma refeição para migrantes em um centro de processamento de imigrantes em Juárez, México, aos pés da fronteira de Paso del Norte para El Paso, Texas. Voluntários do México e dos EUA servem refeições regulares e oferecem programação educacional para crianças, enquanto as famílias esperam para fazer pedidos de asilo nos EUA.

No período de 21 a 23 de novembro, a Força-Tarefa de Imigração ouviu duas congressistas e líderes da igreja envolvidos no trabalho com migrantes. Uma das principais coisas que eles ouviram foi o sofrimento causado pela política dos Protocolos de Proteção aos Migrantes do governo Trump, que está forçando os migrantes a permanecerem no México enquanto aguardam asilo.

Triny Rivera, gerente de abrigo da Igreja Metodista Unida El Calvario, em Las Cruces, explica que as pessoas caminham diariamente até a ponte, esperando que seu número seja chamado.

"Eles são enviados de volta para esperar", disse ela.

Às vezes são chamados até 20 migrantes, outras vezes apenas um.

“Tentamos prestar serviço humanitário; tentamos tratar as pessoas da maneira que gostaríamos de ser tratadas”, disse Rivera.

Isela Maria Fuentes and her 16-month-old daughter, Maria de los Angeles Fuentes Curado, have returned to El Buen Samaritano, a shelter for migrants run by the Methodist Church of Mexico in Juárez, after their initial interview with U.S. immigration authorities about their asylum claim. The U.S. Migrant Protection Protocols require that asylum seekers remain in Mexico while they wait for their immigration proceedings. The mother and child, who fled violence in El Salvador, have been living at the shelter for three months. Photo by Mike DuBose, UM News.

Isela Maria Fuentes e sua filha de 16 meses, Maria de los Angeles Fuentes Curado, retornaram ao El Buen Samaritano, um abrigo para migrantes administrado pela Igreja Metodista do México em Juárez, após uma entrevista inicial com as autoridades de imigração dos EUA para pedido de asilo. Os Protocolos de Proteção aos Migrantes dos EUA exigem que os requerentes de asilo permaneçam no México enquanto aguardam seus procedimentos de imigração. A mãe e o filho, que fugiram da violência em El Salvador, vivem no abrigo há três meses.

El Calvario traz uma refeição quente toda terça-feira e organiza uma “pequena escola” para as crianças.

Cynta Torres, membro da equipe de El Calvario, é professora aposentada e sua paixão é ensinar as crianças. Hoje ela está tentando incentivar as pessoas a participarem, mas ninguém quer se juntar a ela.

“Eles estão dizendo não, estão infelizes e molhados. Eles estavam infelizes ontem à noite porque estava chovendo. Muitos estão dormindo”, disse Torres. "Eu pensei que poderia trazer livros para eles e eles poderiam ter um dia especial de leitura."

A filha de Cynta, representante dos EUA Xochitl Torres Small, democrata do Novo México, falou em um almoço realizado para a cúpula na Igreja Metodista Unida Morning Star em Las Cruces.

Torres Small salientou que ela é o único membro do Comitê de Segurança Interna que representa um distrito ao longo da fronteira EUA / México. Ela criticou os protocolos de proteção aos migrantes, dizendo que forçar as pessoas a esperarem em condições perigosas apenas agrava a crise.

"Estou tão orgulhosa das comunidades que responderam a esse chamado para ajudar a servir seus vizinhos, mas estou tão decepcionada com nosso governo por não conseguir encontrar uma solução mais ampla", disse ela.

U.S. Rep. Xochitl Torres Small addresses the United Methodist Immigration Task Force during a meeting at Morning Star United Methodist Church in Las Cruces, N.M. Torres Small, who serves New Mexico's 2nd congressional district, says she is proud of the communities along the border who are responding to help migrants in need. Photo by Mike DuBose, UM News.
Legenda: O representante dos EUA Xochitl Torres Small discursa à Força-Tarefa de Imigração Metodista Unida durante uma reunião na Igreja Metodista Unida Morning Star em Las Cruces, NM 
Bishop Minerva G. Carcaño addresses the United Methodist Immigration Summit meeting at Lydia Patterson Institute in El Paso, Texas. At left is the Rev. Santiago Heredia, who serves as chaplain at Lydia Patterson. Photo by Mike DuBose, UM News.
A Bispa Minerva G. Carcaño discursa na reunião da Cúpula Metodista Unida da Imigração no Instituto Lydia Patterson em El Paso, Texas. À esquerda está o Rev. Santiago Heredia, que atua como capelão em Lydia Patterson.

Ela pediu aos membros da força-tarefa que compartilhassem as histórias do que haviam visto do outro lado da fronteira. A igreja tem uma maneira única de alcançar as pessoas, apelando a elas a partir de um senso de fé e serviço, disse ela.

Torres Small falou sobre participar de uma audiência sobre a política de protocolo e ver os dois lados preocupados com a dura realidade dos requerentes de asilo.

"Foi incrivelmente partidário, mas vi os membros do outro lado do corredor ficarem visivelmente frustrados e tristes com o que estava acontecendo com as pessoas que estavam esperando no México", disse ela.

A maior parte da reunião da força-tarefa foi realizada no Lydia Patterson Institute, uma escola preparatória para a faculdade Metodista Unida que existe há mais de 100 anos. Patterson era uma leiga metodista que notou que jovens latino-americanos no bairro não tinham escola para frequentar.

Paula Vizcarra listens to instructions from her algebra teacher at the Lydia Patterson Institute, a United Methodist college-preparatory school in El Paso, Texas. The school hosted members of the United Methodist Immigration Task Force for their summit meeting. Photo by Mike DuBose, UM News.
Paula Vizcarra ouve as instruções de sua professora de álgebra no Lydia Patterson Institute, uma escola preparatória para a faculdade Metodista Unida em El Paso, Texas. A escola recebeu membros da Força-Tarefa de Imigração Metodista Unida para sua reunião de cúpula. 
Los Leones, the mariachi band from Lydia Patterson Institute, performs during a dinner meeting at the United Methodist Immigration Summit meeting in El Paso, Texas. Photo by Mike DuBose, UM News.
Los Leones, a banda mariachi do Lydia Patterson Institute, se apresenta durante um jantar na reunião da Cúpula da Imigração Metodista Unida em El Paso, Texas. 

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

O Rev. Eduardo Rivera, superintendente da Conferência do Distrito de El Paso, Novo México, disse que a escola é “uma ótima notícia de como dois países podem fazer a diferença e como uma instituição Metodista Unida está causando impacto no meio de nossa caótica questão da imigração”.

A maioria dos estudantes de Lydia Patterson vive em Juárez, acordando cedo e esperando até duas ou três horas na fila todas as manhãs para atravessar a fronteira para a escola.

"A maioria das escolas não tem o que temos para esses alunos", disse Ernesto Morales, diretor. “Às vezes as pessoas dizem: 'Bom, você está ensinando inglês para elas.' Esse é o oposto polar do nosso estado de espírito; o nosso é dar a eles uma educação de primeira.”

U.S. Rep. Veronica Escobar tells members of the United Methodist Immigration Task Force, meeting in El Paso, Texas, that U.S. immigration policies have brought the country to "one of the darkest points in American history for our generation." Escobar serves the 16th congressional district in Texas. Photo by Mike DuBose, UM News.

A representante dos EUA, Veronica Escobar, disse aos membros da Força-Tarefa Metodista Unida, reunida em El Paso, Texas, que as políticas de imigração dos EUA levaram o país a "um dos pontos mais sombrios da história americana da nossa geração". Escobar serve o 16º distrito congressional no Texas.

A deputada norte-americana Veronica Escobar, democrata do Texas, falou durante um serviço de capelania realizado em Lydia Patterson.

“É um privilégio e uma oportunidade quando temos visitantes que realmente querem descobrir o que está acontecendo, ver com seus próprios olhos e testemunhar o que o governo dos EUA está fazendo com imigrantes e comunidades seguras e vibrantes como a minha. Saia e pregue a palavra da verdade a todos ao seu redor", disse Patterson.

Escobar disse que as pessoas que fogem da perseguição não são novidade, mas o nível de desumanidade usado contra elas é novo.

"Estamos em um dos pontos mais sombrios da história americana da nossa geração", disse ela, citando a separação de famílias - levando crianças pequenas de seus pais - e causando angústia em populações vulneráveis.

"Teremos que viver sabendo que esse período da história americana foi o mais severo e cruel dos mais vulneráveis".

Escobar ecoou Torres Small ao pedir à igreja que conte as histórias dos imigrantes.

“Nosso desafio fundamental como país é que os vulneráveis, especialmente os migrantes nos EUA, foram desumanizados. Todos nós temos que trabalhar para elevar suas vozes para estimular a compaixão dentro dos corações daqueles cujos corações estão endurecidos. Porque se não estamos lá para mostrar nossa humanidade e nossa boa vontade, perdemos uma parte muito importante de nossa alma.”

O que a igreja diz?

Em seus Princípios Sociais, a Igreja Metodista Unida reconhece todas as pessoas, independentemente do país de origem, como membros da família de Deus e se opõe a políticas que separam os membros da família.

Como a igreja responde:

Junta Metodista Unida de Igreja e Sociedade

UMCOR - Migração Global

Mulheres Metodistas Unidas

Justiça nacional para nossos vizinhos

 

Dolores Fierro (right) offers a tour for members of the United Methodist Immigration Task Force of El Buen Samaritano, a shelter for migrants operated by the Methodist Church of Mexico in Juárez. At center is the Rev. John Oda, a member of the task force. Photo by Mike DuBose, UM News.
Dolores Fierro (à direita) oferece uma excursão para membros da Força-Tarefa Metodista Unida de El Buen Samaritano, um abrigo para migrantes operado pela Igreja Metodista do México em Juárez. No centro está o Rev. John Oda, um membro da força-tarefa. 
The Rev. Jack Amick of the United Methodist Committee on Relief checks on the progress of renovations at El Calvario United Methodist Church in Las Cruces, N.M. The relief agency is helping support a transitional shelter there for immigrants who have legal documentation that allows them to travel so they can address asylum proceedings in locations close to relatives living in the U.S. Photo by Mike DuBose, UM News.
 O Rev. Jack Amick, do Comitê Metodista Unido de Socorro, verifica o andamento das reformas na Igreja Metodista Unida de El Calvario, em Las Cruces, NM. A agência está ajudando a apoiar um abrigo de transição para imigrantes que possuem documentação legal que lhes permite viajar para que possam resolver os procedimentos de asilo em locais próximos a parentes que moram nos EUA

Mais fotos

El Calvario United Methodist Church in Las Cruces, N.M., hosts a transitional shelter for immigrants who have legal documentation that allows them to travel so they can address asylum proceedings in locations close to relatives living in the U.S. Photo by Mike DuBose, UM News.

Veja imagens  em nossa página do Flickr .

A Igreja Metodista do México está fortemente envolvida no trabalho com migrantes ao longo da fronteira com o México. Os membros da força-tarefa visitaram El Buen Samaritano, um abrigo em Juárez apoiado pela igreja.

"Deus trouxe um despertar na questão de trabalhar para e com os migrantes", disse o bispo Felipe Ruiz Aguilar, Igreja Metodista do México. “A Bíblia nos obriga ... a amar as crianças e as mulheres e os estrangeiros e vizinhos. Alguns profetas nos lembram de ter considerações especiais para aqueles que vêm como estranhos. E Jesus coloca a cereja no topo para nos lembrar de nossa responsabilidade.”

O bispo W. Earl Bledsoe, da região noroeste do Texas-Novo México, concluiu a cúpula com um sermão na Igreja Metodista Unida Trinity First, em El Paso.

"Permaneça aberto ao que Deus pode fazer, Deus faz as coisas de uma maneira surpreendente", disse ele.

United Methodist Bishop W. Earl Bledsoe (left) and Bishop Felipe Ruiz Aguilar of the Methodist Church of Mexico serve Holy Communion during closing worship for the United Methodist Immigration Summit at Trinity-First United Methodist Church in El Paso, Texas. Photo by Mike DuBose, UM News.
O Bispo Metodista Unido W. Earl Bledsoe (à esquerda) e o Bispo Felipe Ruiz Aguilar da Igreja Metodista do México servem a Santa Comunhão durante o culto de encerramento da Cúpula de Imigração Metodista Unida na Igreja Metodista Unida Trindade-Primeira em El Paso, Texas. 
Bishop LaTrelle Easterling (right) sings alongside other members and guests of the United Methodist Immigration Task Force during worship service at the Lydia Patterson Institute in  El Paso, Texas. Photo by Mike DuBose, UM News.
O bispo LaTrelle Easterling (à direita) canta ao lado de outros membros e convidados da Força-Tarefa de Imigração Metodista Unida durante o culto no Instituto Lydia Patterson em El Paso, Texas. 

O bispo LaTrelle Easterling, da região de Baltimore-Washington, disse que a necessidade de migrar vem ocorrendo desde o início dos tempos, mas ser testemunha ocular do sofrimento é de partir o coração.

“Haverá quem se emocionará ao ouvir falar de homens e mulheres, crianças, bebês no frio e na chuva vivendo sob uma tenda. Haverá alguns que não se emocionarão. Mas deixei de ser paralisado pela tirania de muitos”, disse ela.

"Se houver duas, três ou quatro pessoas com o coração movido - mesmo que sua política não mude, se disserem que não é assim que os seres humanos devem viver, essas são as pessoas com quem quero trabalhar para mudar."

A young boy arranges a tarp to protect his family's tent from rain at a makeshift encampment in Juárez, Mexico, for people waiting to make asylum claims in the U.S. Photo by Mike DuBose, UM News.
Um garoto arranja uma lona para proteger a barraca de sua família da chuva em um acampamento improvisado em Juárez, México, para pessoas que esperam fazer pedidos de asilo nos EUA.  

Veja todas as histórias de nossa série, Ministério com Migrantes .

 

* Gilbert é redator de notícias e DuBose é fotógrafo do Serviço Metodista Unido de Notícias. Entre em contato com ela pelo telefone (615) 742-5470 ou  [email protected] . Para ler mais Notícias Metodistas Unidas, assine os resumos gratuitos quinzenalmente.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para IMU_Hispana-Latina @umcom.org

Preocupações Sociais
O reverendo Orlando Gallardo Parra (à direita), pastor da Igreja Metodista Unida Drexel em Drexel, Missouri, e um beneficiário da DACA, está casado com sua esposa, Emily, há quatro anos. "O DACA tornou possível para mim ser ordenado na Igreja Metodista Unida (e) conseguir um emprego como pastor." Foto cedida por Rev. Gallardo Parra.

A decisão da DACA traz alegria, mas a batalha não acaba

Cerca de 650.000 jovens obtiveram alívio temporário da deportação com a decisão da Suprema Corte dos EUA de sustentar a Ação Diferida por Chegadas de Infância.
Missão
A diaconisa metodista unida Cindy Johnson visita regularmente os migrantes que vivem em um acampamento em Matamoros, México, enquanto procuram asilo nos Estados Unidos. O medo do coronavírus impediu que pessoas como Johnson fossem capazes de ministrá-las pessoalmente. Foto cedida por Cindy Johnson.

Pandemia ameaça ministério com migrantes

Os Metodistas Unidos estão ajudando, mas são prejudicados pela pandemia do COVID-19, que os impede de interagir pessoalmente com os migrantes.
Missão
Os advogados da JFON da Flórida, Janet Horman e Roland Robinson, são fotografados com um cliente que recebeu seu documento de autorização de emprego. Foto cedida por Janet Horman.

A trabalhadora da igreja e da comunidade está em uma missão para ajudar os migrantes

Desde 2014, Horman dirige o Justice for Our Neighbours (Justiça para os nossos vizinhos) da Flórida, parte de uma rede nacional que presta serviços jurídicos gratuitos.