Solicitar a Rescisão Imediata da Suspensão Prolongada da Bispa Minerva G. Carcaño

Translate Page

Vários caucuses da Conferência Anual da Califórnia-Nevada, bem como organizações jurisdicionais e nacionais (MARCHA), divulgaram recentemente uma declaração enviada ao Bispa Karen P. Oliveto, presidente do Colégio de Bispos da Jurisdição Ocidental, e ao Rev. Rev. Dan Hurlbert, Executivo do o Colégio Episcopal da Jurisdição Ocidental, denunciando violações do devido processo no caso contra a Bispa Minerva Carcaño.

Desde março de 2022, a Comissão Episcopal e o Colégio dos Bispos da Jurisdição Ocidental tornaram pública a decisão de separar a Bispa Carcaño de suas responsabilidades episcopais, enquanto se investigava duas denúncias contra ela. Esta separação, que não deve ser superior a 60 dias, prorrogável por mútuo acordo até ao máximo de 300 dias, foi ultrapassada, implicando violação das normas do Livro de Ordem (texto constitucional da denominação) estabelecidas para este tipo de processos, de acordo com as indicações contidas na carta.

Por outro lado, as "caucus" que assinam a carta são organizações formadas por membros leigos e clérigos da Igreja, que trabalham para apoiar e defender os direitos de grupos raciais, étnicos e minorias dentro da Igreja, para os quais a suspensão e O isolamento ao qual foi submetido a Bispa Carcaño gerou um impacto negativo no desenvolvimento dos ministérios com minorias raciais e étnicas na Conferência Anual Califórnia-Nevada, segundo expressaram os líderes signatários.

Abaixo, compartilhamos a tradução em português do texto desta correspondência:

Para: Bispa Karen P. Oliveto, presidente da Jurisdição Western do Colégio Episcopal
Rev. Dan Hurlbert, Executivo da Jurisdição Western da Comissão Episcopal
Re: Solicitar a Rescisão Imediata da Suspensão Prolongada da Bispa Minerva G. Carcaño

Nós, abaixo assinados, sabemos que os bispos estão sujeitos a reclamações. No entanto, nenhum outro Colégio de Bispos e Comitê Jurisdicional do Episcopado na história da Igreja Metodista nos Estados Unidos colocou um bispo sob denúncia em suspensão antes do processo de investigação começar para apurar a veracidade das denúncias!

O processo justo é um princípio fundamental da Igreja Metodista Unida que deve estar presente em todas as fases de um processo de reclamação. Acreditamos firmemente que o processo justo foi violado no caso da Bispa Minerva G. Carcaño.

De acordo com o parágrafo 539 do Livro da Disciplina de 2016, “A conferência jurisdicional deve estabelecer a partir de seus membros um comitê de revisão administrativa de pelo menos três pessoas que não são membros do comitê jurisdicional do episcopado. Sua única finalidade será garantir que os procedimentos disciplinares para qualquer ação involuntária recomendados pelo comitê jurisdicional sobre episcopado são devidamente seguidos. Todo o processo administrativo levando à ação de mudança de status do bispo deve ser revisto pelo Comitê de Revisão Administrativo, e deve relatar suas conclusões ao Comitê Jurisdicional de Episcopado e à Conferência Jurisdicional antes de qualquer ação desses órgãos.” O fato é que o Comitê de Revisão Administrativa não foi criado. A nota de rodapé 1 do Memorando do Conselho Judicial 1450, de 25 de outubro de 2022, afirmou este fato: “Até a data da audiência oral neste assunto, a Jurisdição Western não estabeleceu o Comitê de Revisão Administrativa (ARC), apesar do fato de que parágrafo 539 da Disciplina exige que o faça. Embora o assunto pendente não tenha chegado e não possa chegar ao ARC, nós observamos que o processo justo exigirá que o ARC seja estabelecido com membros nomeados para o mesmo, conforme exigido pela Disciplina”.

Além disso, o Voto Dissidente apresentado por 4 dos 9 membros do Conselho Judicial no memorando 1450 afirma: “Neste caso, o processo justo foi violado. Os direitos da Bispa foram violados. Portanto, discordamos da opinião majoritária e acreditamos que a bispa tem direito à reintegração imediata em sua designação episcopal”.

De acordo com o Parágrafo 413.3(a) do Livro de Disciplina de 2016, entendemos que o Colégio dos Bispos "pode suspender o bispo de todas as responsabilidades episcopais por um período não excedente a sessenta dias." O parágrafo 413.3(b) afirma: “Pode haver uma extensão de 120 dias se o bispo supervisor e os dois membros do comitê de episcopado jurisdicional ou da conferência central nomeados para o processo de supervisão determinarem que uma extensão será produtiva.” O parágrafo 413.3(b) afirma ainda: “Pode haver uma segunda extensão de 120 dias pelo consentimento mútuo por escrito do bispo supervisor, membros do comitê de episcopado jurisdicional ou da conferência central nomeados para o processo de supervisão, o reclamante e o bispo sob reclamação.” Portanto, acreditamos fortemente que um bispo sob denúncia pode ser suspenso por um total de apenas 300 dias. Além disso, a segunda extensão de 120 dias deve ser mutuamente acordada por todas as partes, incluindo o bispo sob queixa. Hoje, 20 de janeiro de 2023, é o 317º dia desde que a bispo Minerva G. Carcaño foi suspenso em 8 de março de 2022.

Com todo o respeito, queremos notificar que a suspensão prolongada da Bispa Minerva G. Carcaño, que está em boa situação e proibida de manter contato com pessoas afiliadas à organização em qualquer nível, prejudicou nossos ministérios étnicos e missões na Conferência Anual California-Nevada, bem como em todo o país e, em alguns casos, os ministérios étnicos pararam. Não podemos enfatizar mais que a liderança capaz, graciosa e ativa da Bispa Minerva G. Carcaño faz extrema necessidade. 

Portanto, humildemente rogamos que encerre imediatamente a suspensão prolongada da Bispa Minerva G. Carcaño e a restitua imediatamente ao seu ofício e responsabilidades episcopais.

Respeitosamente,

Rev. Peter K. Lau, Presidente da Convenção Anual da Califórnia-Nevada Chinese Caucus

CML Norma M. Betancourt, Secretária, California-Nevada Hispanic Caucus, Membro do Comitê Executivo, MARCHA-WEST

Rev. Emrest Kan, Presidente do Comitê Chinês da Jurisdição Ocidental

Revda. Gail Chiew Vice-presidente do Caucus Chinês  da Conferência Anual Califórnia-Nevada Chinese 

Rev. Tevita G. Koroi Presidente do Caucus Fijiano da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Johann M. Osias, membro do clero do Caucus Filipino da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Cheng Yang, Presidente do Caucus Hmong da Conferência Anual Califórnia-Nevada 

Revda. Dra. Lyssette Perez, Presidente da MARCHA-NACIONAL

Rev. Mei Na Ko Membro do Clero do Caucus da Formosa e China da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. William Chou, Presidente do Caucus da Formosa da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Revda. Debbie Membro do Clero do Caucus Filipino da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Dr. Joel Hortiales, Membro do Comitê Executivo da MARCHA NACIONAL

Rev. Dr. Justin Chesung Ryu, Presidente do Caucus Coreano da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Sifa Hingano, Presidente da Missão Tonganesa da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Charles Tran, Presidente do Caucus Vietnamita da Conferência Anual Califórnia-Nevada

Rev. Latu Tangulu, Presidente dos Ministérios das Ilhas do Pacíficoda Conferência Anual Califórnia-Nevada 

 

* Este material foi publicado pela Conferência Anual California-Nevada. Pessoa de contato: Rev. Peter K. Lau, Presidente do Caucus Chinês da Conferência Anual Califórnia-Nevada. Você pode escrever para 151 El Camino Real, Unit 230, Millbrae, CA 94030, ou [email protected] Você pode ligar para ele em 510-502-0765.

O Rev. Gustavo Vasquez é o Diretor do Serviço de Notícias Metodista Unida para a comunidade hispano-latina. Você pode contatá-lo em (615)742-5111 ou em [email protected] Para ler mais notícias Metodistas Unidos, idéias e inspiração para o ministério, inscreva-se gratuitamente no UMCOMtigo.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected].

Discipulado
El Rev. Héctor A. Burgos-Núñez se dirige a la Conferencia Jurisdiccional Noreste después de ser elegido obispo el 2 de noviembre. Burgos quien se ha desempeñado como superintendente de distrito en la Conferencia Anual Ampliada de Nueva Jersey, fue elegido en la tercera votación. A su lado está su esposa Jazelis Burgos. La conferencia se llevó a cabo del 2 al 4 de noviembre en College Park, Maryland. Foto del Rev. Thomas Kim, Noticias MU.

Bispo Héctor A. Burgos Núñez é nomeado Presidente da Diretoria dos Ministérios de Discipulado

O bispo Hector Burgos é o primeiro bispo hispano-latino na Jurisdição do Nordeste, eleito em novembro de 2022, e o primeiro bispo porto-riquenho na Igreja Metodista Unida.
Conselho de Bispos
Os bispos Dan Schwerin (esquerda), Lanette Plambeck (centro) e Kennetha Bigham-Tsai foram eleitos bispos na Conferência Jurisdicional North Central de 2 a 3 de novembro. Antes das eleições, os 10 candidatos episcopais da jurisdição se reuniram por um mês no Zoom para construir conexão e camaradagem. Foto cortesia da Jurisdição North Central.

Candidatos a bispo criaram comunidade no Zoom

As reuniões pré-conferência ajudaram os candidatos ao bispado na Conferência Jurisdicional Centro-Norte a tornar o processo eleitoral uma experiência positiva, inclusive para os sete candidatos que não foram selecionados.
Sexualidade humana
Os bispos Cedrick D. Bridgeforth (à esquerda), Carlo A. Rapanut e Dottie Escobedo-Frank são consagrados durante um culto realizado em 5 de novembro na Igreja Metodista Unida de Cristo em Salt Lake City. O Rev. W. Timothy McClendon apresentou uma queixa contra todos os bispos da Jurisdição Ocidental pela consagração de Bridgeforth, que é o primeiro homem abertamente gay da denominação a ser eleito bispo. Foto de Miya Kim para a Conferência Western Jurisdicional.

Queixa contra consagração de bispo gay

De maneira incomum, uma denúncia contra os bispos da Jurisdição Ocidental está circulando online para coletar assinaturas em diferentes partes do mundo. A reclamação vem depois que cada uma das cinco jurisdições dos EUA aprovou uma resolução instando a Igreja Metodista Unida a afirmar as pessoas LGBTQ.