Mais apoio da igreja para a agricultura Africana

Translate Page

Palavras Chaves:

  • A Junta dos Ministérios Globais da Metodista Unida reuniu-se virtualmente de 11 a 12 de Maio para aprovar as prioridades de gastos.
  • A Iniciativa da Agrícultura do Bispo Yambasu continua a ser uma prioridade máxima, com US$ 3,5 milhões aprovados para projectos em África.
  • Mais de US$ 1,7 milhão em subvenções foram aprovados para apoiar os esforços globais de saúde.

A Junta dos Ministérios Globais da Metodista Unida aprovou mais de US$ 13 milhões em subvenções e desembolsos durante sua reunião virtual de primavera de 11 a 12 de Maio, incluindo US$ 3,5 milhões para ajudar a realizar o sonho do falecido bispo de tornar a Igreja Metodista Unida em África auto-suficiente através da agricultura.

Mais de US$ 1,7 milhão destinaram-se a projectos para melhorar a saúde das pessoas em todo o mundo através de melhor infra-estrutura, formação, medicamentos e suprimentos médicos

Numa oração de encerramento a 12 de Maio, o bispo Hee-Soo Jung, da Conferência de Wisconsin, também presidente da Junta dos Ministérios Globais, enfatizou a visão a longo prazo do trabalho da agência.

“O reino está… além da nossa visão,” disse ele. “Concretizamos numa vida apenas uma pequena fracção do magnífico empreendimento.”

As sementes plantadas pelos projectos dos Ministérios Globais hoje produzirão colheitas das quais as gerações futuras se beneficiarão e cuidarão, disse ele.

“Podemos nunca ver os resultados finais,” disse Jung. “Mas essa é a diferença entre o mestre construtor e o trabalhador. Somos trabalhadores, não mestres de obras.”

Yolande Gabriel, uma trabalhadora de saúde materna do Haiti para Artesãos Pela Paz Internacional, verifica Rubens Élise Lauture, de um mês de idade, em sua casa perto de Mizak, Haiti, em 2013. O Activos de para Paz Internacional no Haiti estava entre os programas que receberam subvenções da Junta dos Ministérios Globais da Metodista Unida durante a sua reunião de primavera. Foto de arquivo por Mike DuBose, Noticias da MU. 
Yolande Gabriel, uma trabalhadora de saúde materna do Haiti para Artesãos Pela Paz Internacional, verifica Rubens Élise Lauture, de um mês de idade, em sua casa perto de Mizak, Haiti, em 2013. O Activos de para Paz Internacional no Haiti estava entre os programas que receberam subvenções da Junta dos Ministérios Globais da Metodista Unida durante a sua reunião de primavera. Foto de arquivo por Mike DuBose, Noticias da MU.

A Iniciativa Agrícola do Bispo Yambasu, lançada pelos Ministérios Globais em 2018 e renomeada em homenagem ao bispo John K. Yambasu após sua morte em Agosto de 2020 num acidente de viação em Serra Leoa, recebeu US$ 3,5 milhões. Yambasu foi bispo da Conferência de Serra Leoa de 2008 até sua morte e ocupou outros cargos de liderança na igreja.

A iniciativa já concedeu cerca de US$ 3 milhões em doações para 12 conferências Africanas.

A estratégia 2022-23 para a Iniciativa da Agrícultura do Bispo Yambasu é aumentar a produção e o marketing para níveis de escala comercial.

“Acho que esta é uma causa realmente válida,” disse Roland Fernandes, alto executivo dos Ministérios Globais. “E acho que tivemos um grande apoio das áreas episcopais da África para isso.”

Outros US$ 2 milhões foram aprovados para conferências centrais em África para ajudá-las a aumentar suas capacidades administrativas e sustentabilidade financeira para que possam efectivamente gerir suas igrejas em crescimento. Um prémio separado de US$ 1 milhão será usado para financiar encontros dos missionários, funcionários e parceiros de missão.

Mais de US$ 1,7 milhão em subvenções menores foram aprovadas para apoiar os esforços globais de saúde em todo o mundo. As subvenções incluem quase US$ 627.000 para financiar a campanha Imagine No Malária no Zimbabué, Angola, Burundi, Nigéria e Congo. Quase US$ 955.000 foram aprovados para fortalecer os cuidados de saúde em Serra Leoa, Haiti, Burundi, Nigéria e Congo.

“Eu, representando nossa equipe, trago estas subvenções para vos,” disse Kathleen Griffin, consultora técnica sénior da unidade de Saúde Global dos Ministérios Globais. “Eles representam pessoas, pessoas, pessoas, e agradecemos-vos pela vossa consideração e nossa parceria com essas comunidades.”

Uma criança, que está doente com malária, descansa no hospital provincial de Malanje, Angola, em 2006. Um programa para reduzir a morbilidade da malária no Leste de Angola esteve entre os projectos financiados este ano pela Junta dos Ministérios Globais. Foto de arquivo por Mike DuBose, Noticias da MU. 
Uma criança, que está doente com malária, descansa no hospital provincial de Malanje, Angola, em 2006. Um programa para reduzir a morbilidade da malária no Leste de Angola esteve entre os projectos financiados este ano pela Junta dos Ministérios Globais. Foto de arquivo por Mike DuBose, Noticias da MU.

As subvenções do Comité de Socorro da Metodista Unida totalizaram mais de US$ 7,8 milhões. As subvenções incluem:

  • quase US$ 600.000 para fornecer serviços jurídicos em Houston, Florida e a Cidade de Nova York para os emigrantes que fogem da violência;
  • pouco mais de US$ 100.000 para os Activos para Paz Internacional no Haiti para fortalecer o sistema de saúde daquele país;
  • US$ 25.000 para ajudar os trabalhadores emigrantes em Hong Kong;
  • $30.000 para aconselhamento e apoio a refugiados e requerentes de asilo na Alemanha;
  • quase US$ 48.000 para proteger e aconselhar crianças, adolescentes e suas famílias LGBTI em El Salvador, onde a discriminação por causa da orientação sexual é generalizada;
  • US$ 50.000 para assistência aos refugiados de Ruanda, Burundi e Somália no Congo;
  • US$ 50.000 para fornecer assistência jurídica gratuita e advocacia a requerentes de asilo na Grécia;
  • US$ 50.000 para fornecer assistência e protecção a pessoas afectadas pela violência em El Salvador; e
  • um pouco mais de US$ 50.000 para fornecer assistência aos trabalhadores Filipinos traficados regressados no exterior.

O Bispo da Conferência de Nova York, Thomas J. Bickerton, disse aos participantes da reunião que os Ministérios Globais precisavam avançar durante esta “última versão do pior dos tempos”. Ele citou a pandemia global do COVID-19, a deterioração da saúde mental, o racismo, a guerra na Ucrânia, incêndios florestais, secas, furacões e a provável fragmentação da denominação Metodista Unida.

“Mas lembremos que não somos a primeira geração a lidar com o que parecem ser obstáculos intransponíveis,” disse Bickerton, citando a vida difícil dos discípulos encarregados de espalhar o Evangelho após a morte e ressurreição de Jesus.

“Mas veja o que a história revela,” disse ele. “Essas pessoas fizeram o melhor das coisas durante os piores momentos, apesar da miríade de injustiças infligidas a elas, e por causa de seus esforços e inspiração, estamos aqui hoje. Por causa da graça de Deus operando neles, estamos aqui hoje.´´

“Adivinha de quem é a vez agora?” ele adicionou. “Somos a geração que é chamada para lidar com os desafios à nossa frente.”

*Patterson é repórter das Noticias da MU em Nashville, Tennessee. Entre em contacto com ele pelo telefone 615-742-5470 ou [email protected]  Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos diários ou semanais gratuitos.

**João Filimone Sambo é o Correspondente Lusófono em África para Noticias da MU

Missão
O Conselho de Saúde Metodista Unido do Leste de Angola está a caminho de reduzir a malária em 20% em nove comunidades na província de Malanje em 2022. Um segredo do seu sucesso – equipas de jovens voluntários visitam de casa em casa para oferecer estratégias de prevenção da malária. Foto cortesia de UMCOR.

Reduzir a malária aumentando a conscientização da comunidade

O Conselho Metodista Unido de Saúde do Leste de Angola está a caminho de reduzir a malária em 20% em nove comunidades de Malanje através de equipas de jovens voluntários, que visitam de casa em casa.
Área Geral da Igreja
O Conselho Geral de Finanças e Administração relata que as doações para os ministérios de toda a denominação da Igreja Metodista Unida diminuíram em geral em 2021. No entanto, o apoio ao Fundo Episcopal aumentou. Imagem de dinheiro de Gerd Altmann, cortesia da Pixabay; gráfico por Laurens Glass. Versão em português Rev. Gustavo Vasquez, Notícias MU.

Doações denominacionais caem pelo terceiro ano

Embora as contribuições tenham diminuído em 2021, as contribuições para o fundo que apoia os bispos Metodistas Unidos aumentaram significativamente.
Missão
A Faculdade de Teologia Claremont em Claremont, Califórnia, enfrenta uma ordem judicial para vender seu campus de Claremont para The Claremont Colleges, um consórcio vizinho. Dado o preço relativamente baixo que o seminário receberia sob um acordo legal de 1957 que o tribunal considerou ainda válido, o seminário Metodista Unido está considerando apelar ou buscar arbitragem. Foto cortesia da Faculdade de Teologia Claremont.

Faculdade de Teologia Claremont é condenada a vender campus

Os desafios do Seminário Metodista Unido aumentam à medida que o tribunal honra um acordo de recompra de 1957 com um consórcio de instituições educacionais da área.