Construindo recursos hídricos no Equador e na Bolívia

Other Manual Translations: español

As pessoas que vivem em comunidades rurais fora de Rocafuerte, na província de Manabí, no Equador, não têm um sistema de água funcionando desde que um terremoto destruiu o deles há cinco anos. Eles compram água potável tratada da cidade de Rocafuerte, bem como tanques de água para cozinhar, tomar banho e lavar roupas. Geralmente, as famílias indígenas não podem pagar US $ 50 dólares por mês pela água e muitas vezes recorrem a fontes inseguras, como os cursos d'água locais.

Mas a água, o saneamento e a higiene inseguras (WASH) podem ter consequências mortais, especialmente para as crianças. A UNICEF estima que mais de 700 crianças menores de cinco anos morrem todos os dias de doenças diarreicas evitáveis porque suas comunidades não têm instalações e práticas de WASH adequadas. 

O terremoto de 2016 matou mais de 700 pessoas e deixou 700.000 necessitando de assistência. Quase 17.000 terremotos de todos os tamanhos foram registrados no Equador naquele ano. Os municípios nas áreas costeiras do norte têm se concentrado na reconstrução de água, transporte e infraestrutura educacional em áreas urbanas, enquanto as comunidades rurais ainda esperam por acesso básico de água e saneamento. 

Fundación Ingenieros En Acción (FIEA) ou Engenheiros em Ação, com escritórios no Equador e na Bolívia, atua na América Latina desde 2007, dedicando-se a melhorar a saúde e o bem-estar de comunidades vulneráveis. A FIEA trabalha em parceria com as comunidades locais para aumentar o acesso à água e infraestrutura, aumentando sua capacidade e resiliência. Dois de seus parceiros locais neste trabalho são a Igreja Evangélica Metodista na Bolívia e a Igreja Evangélica Metodista Unida do Equador. Os Ministérios Globais, através da Global Health (Saúde Global) e da UMCOR, United Methodist Committee on Relief (Comissão Metodista Unida de Alívio), são um parceiro internacional natural. 

Nos últimos dois anos, a FIEA e os Ministérios Globais trabalharam juntos em três projetos de WASH para comunidades rurais que, de outra forma, teriam acesso inadequado ou, em alguns casos, nenhum acesso a água potável ou saneamento. 

Equador 

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Em um projeto costeiro em andamento na província de Manabí, a FIEA propôs perfurar poços para fornecer água potável para cinco comunidades no município de Rocafuerte. Quando começaram suas pesquisas iniciais e se encontraram com membros do governo local, eles descobriram que um aqueduto havia sido construído pelo antigo governo nacional para levar água através da região de Rocafuerte para uma refinaria de petróleo em construção na cidade de Manta, na costa. O atual governo nacional cancelou o projeto da refinaria, mas toda a infraestrutura de tubulação permaneceu e as comunidades locais ganharam o direito de conectar o aqueduto para suas necessidades de água. 

A FIEA reformulou sua proposta original para aproveitar essa circunstância e descobriu que poderia cobrir as cinco comunidades iniciais, bem como outras cinco ao longo da linha. Em vez de cavar poços, eles se conectariam ao aqueduto existente. O município concordou em fornecer tratamento de água. 

Além das necessidades técnicas do projeto, a FIEA também implementou treinamento comunitário para familiarizar os moradores com o novo sistema de água - como mantê-lo e a importância do uso de água potável, saneamento adequado e higiene para aumentar a saúde e prevenir doenças transmitidas pela água. Este treinamento é uma parte importante de todos os projetos WASH que a Saúde Global e a UMCOR apoiam. 

Taller comunitario de capacitación en agua e higiene celebrado en El Guarango, Ecuador. Los kits están listos para su distribución después de la capacitación. Foto cortesía de FIEA – Ecuador.

Oficina de treinamento comunitário em água e higiene em El Guarango, Equador. Os kits estão prontos para distribuição após o treinamento. Foto: FIEA - Equador.

Na aldeia de El Guarango, Estefanía Delgado, uma estudante universitária, assumiu o cargo de presidente do conselho de água. Seu compromisso em fornecer água limpa e segura para sua comunidade foi elogiado pela FIEA. Ela participou de todos os workshops e apresentou os treinadores a seus amigos e vizinhos. 

“Os workshops foram definitivamente informativos e úteis durante uma emergência de saúde tão complexa (COVID-19). Tornou-se uma das melhores maneiras de compartilhar, socializar e aprimorar o conhecimento em benefício da saúde na comunidade”, observou Delgado. 

Apesar dos atrasos no treinamento da comunidade devido às restrições do COVID-19, os workshops foram eventualmente realizados e foram oportunos, pois os treinadores da FIEA demonstraram práticas seguras para reduzir a disseminação do COVID-19 e outras doenças transmissíveis. Os membros da comunidade que participam do treinamento também recebem um kit WASH com sabonete, material de limpeza e máscaras. 

Fornecimento de água para os alunos 

Na comunidade Pastocalle nas encostas do vulcão Cotopaxi do Equador, uma escola metodista ofereceu educação, do Jardim de Infância ao sétimo ano, para a população predominantemente indígena por mais de 20 anos. Decisões recentes do governo exigem que a escola inclua notas adicionais até o ensino médio. A Escola El Sembrador, da Igreja Evangélica Metodista Unida do Equador, comprou um terreno e construiu uma nova instalação, mas precisava de assistência para ligar a nova propriedade ao sistema de água municipal, um novo sistema de tratamento de esgoto e instalações de saneamento. 

Jhonny Cajia, diretor do centro educacional El Sembrador, agradeceu a conclusão do projeto e as novas instalações, mas também pela melhoria da qualidade de vida dos alunos, professores e famílias atendidas pela escola. “No campo, higiene e saúde muitas vezes ficam fora do planejamento. Este projeto ajudou-nos a melhorar a nossa saúde através do bom uso da água e da aprendizagem de melhores hábitos de higiene.”

 

Estudiantes de la escuela metodista El Sembrador demuestran las técnicas de lavado de manos que aprendieron en el proyecto. Foto cortesía de FIEA – Ecuador.

Os alunos da escola metodista El Sembrador demonstram técnicas de lavagem das mãos que aprenderam no projeto. Foto: FIEA - Equador.

Mesmo nas colinas de Cotopaxi, o COVID-19 fechou as escolas para aprendizado presencial, mas em breve os alunos retornarão a uma escola totalmente nova e funcional com banheiros novos e brilhantes. 

Saneamento na Bolívia 

Muitas comunidades rurais no altiplano da Bolívia não têm sistemas comunitários de água, embora haja progresso. A Igreja Metodista da Bolívia se uniu à FIEA e aos Ministérios Globais no ano passado para melhorar o WASH para quatro igrejas no país elevado, todas servindo às populações indígenas. 

Rider, de 23 anos, é membro da Igreja Metodista de El Salvador em Kahuiza, Bolívia, há cerca de sete anos. “Venho de uma comunidade distante, leva cerca de 20 minutos para ir e voltar da igreja. Durante esses anos, não tínhamos banheiro para nossas necessidades e tínhamos que encontrar maneiras de nos aliviar. Tive que encontrar um lugar longe das pessoas, por exemplo, no morro ou no campo e era muito difícil não ter banheiro na igreja”. 

As igrejas são locais de reunião da comunidade para muitos em pequenas aldeias rurais. A falta ou a precariedade de instalações de saneamento na propriedade dificultava a participação das pessoas nas atividades. O fato de a maioria das comunidades depender da agricultura para sobreviver só multiplica os perigos da defecação a céu aberto. Assim que os banheiros das igrejas foram concluídos, o treinamento sobre esses perigos e os benefícios gerais de saúde de uma boa higiene foi realizado para os membros e a comunidade em geral. 

A la izquierda, las instalaciones sanitarias terminadas en la Iglesia Metodista Nueva Esperanza en Bolivia. A la derecha,: Rider en su iglesia en Bolivia. Foto cortesía de FIEA – Bolivia.

Esquerda: Os banheiros concluídos na Igreja Metodista Nueva Esperanza na Bolívia. À direita: Rider em sua igreja na Bolívia. Foto: FIEA - Equador.

Algumas das congregações até relataram que, uma vez que os banheiros foram construídos, eles viram novos rostos nos serviços da igreja e membros faltosos retornando. Com os novos banheiros, as pessoas não hesitam em se reunir para eventos e ocasiões importantes da comunidade. “Estou feliz em contar com um banheiro elegante e em boas condições”, afirmou Rider. 

No total, os Ministérios Globais concederam mais de $ 300.000 à FIEA para construção e treinamento comunitário, mas os beneficiários dos projetos, com água potável e saneamento adequado, chegam aos milhares. Os benefícios para a saúde continuarão a ser monitorados e revelados nos próximos anos. 

Considere fazer uma doação para a Saúde Global para apoiar o trabalho do programa Água, Saneamento e Higiene (WASH), Advance # 3020600.

 

* Christie R. House é editora consultora e escritora de Ministérios Globais e da UMCOR.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

 

 

 

 

Equador 

 

 

 

Legendas

 

 

Esquerda: Os banheiros concluídos na Igreja Metodista Nueva Esperanza na Bolívia. À direita: Rider em sua igreja na Bolívia. Foto: FIEA - Equador.

Missão
Moradores caminham em uma estrada danificada em Rampe, Haiti, na quarta-feira, 18 de agosto de 2021, quatro dias depois que um terremoto de magnitude 7,2 atingiu a parte sudoeste do país. Foto cedida por Associated Press / Matias Delacroix.

UMCOR envia primeiros subsídios para ajuda ao Haiti

UMCOR tem uma longa história de trabalho no Haiti para recuperação de desastres. No terremoto de 2010, ele estava presente quando dois de seus missionários morreram.
Missão
Camisha Henson segura seu filho Welles no colo enquanto recebe a vacinação COVID-19 de Tabitha England, RN, durante uma clínica na Igreja Metodista Unida de St. Mark's em Charlotte, Carolina do Norte.

Igrejas fornecem vacinas contra COVID-19 para milhares de pessoas

Quinze igrejas Metodistas Unidas em Charlotte, Carolina do Norte, lançaram um esforço para ser um local confiável para vacinas em uma comunidade que pode não ter acesso ou ter preocupações.
Missão
Este mural está localizado em La Iglesia Metodista Unida Aposento Alto, na cidade de Tegucigalpa, capital de Honduras. Foto cedida por IMU Aposento Alto.

Viagens missionárias virtuais a Honduras

De 26 a 29 de abril, o CMO e a Junta de Ministérios Globais do Norte do Texas convidam você a participar de uma viagem missionária virtual a Honduras.