Velas do advento iniciam incêndio em igreja

Other Manual Translations: español

A Primeira Igreja Metodista Unida de Baxley foi danificada pelo fogo na tarde de domingo, 15 de dezembro. Nenhum ferimento foi relatado.


Os líderes da igreja dizem que o incêndio foi um acidente que começou na área do púlpito, onde velas em uma coroa do advento foram deixadas acesas sem vigilância.

"Estamos com o coração partido, mas sabemos que os prédios podem ser substituídos", disse o Rev. Steve Meguiar, pastor da Primeira Igreja Metodista Unida de Baxley. “Somos muito abençoados por ter sido relatado o quanto antes.”

Um transeunte que viu fumaça saindo da igreja chamou o prefeito e os socorristas.

O incêndio da tarde de domingo deixou a Primeira Igreja Metodista Unida de Baxley em pé, mas grande parte do interior - incluindo um piano, um órgão e projetores - foi danificada. Uma mesa de comunhão, um conjunto de presépios, luzes e pisos foram destruídos.

No meio da devastação e perda, aconteceram vários milagres. A Bíblia do púlpito da igreja, de 1968, de alguma forma sobreviveu sem um único chamuscado. A nova árvore Chrismon também foi poupada. A resposta rápida e avassaladora da comunidade e da conexão tem sido outro milagre, disse o Rev. Meguiar.

"Temos uma comunidade simplesmente maravilhosa", disse ele. “Eles realmente estão se unindo à nossa volta.”

A Revda. Paula Lewis, superintendente do Distrito Central do Sul, estava em Baxley na época do incêndio e foi orar com o Rev. Meguiar e a congregação.

"Mesmo no meio da tragédia, Deus ainda está conosco e Cristo ainda está no trono", disse ela.

No domingo de manhã, a congregação celebrou o Terceiro Domingo do Advento e acendeu a vela de alegria. Durante um tempo de oração, eles deram graças a Deus por suas bênçãos. Duas pessoas ofereceram ações de graças pelo santuário da Primeira Igreja Metodista Unida de Baxley e o Rev. Meguiar agradeceu os socorristas.

"Oramos por eles naquela manhã e eles acabaram vindo e nos ajudando naquela tarde", disse ele. “Isso é uma coisa legal.”

O santuário foi construído em 1929. Os serviços de adoração serão transferidos para o centro de vida familiar da igreja, enquanto os reparos são feitos no santuário.

Durante este período do Advento, quando muitas congregações usam velas, o Rev. Lewis e o Rev. Meguiar exortam todos a garantir que as velas sejam apagadas antes de partir. O Rev. Lewis também elogiou o Rev. Meguiar e a congregação da Primeira Igreja Metodista Unida de Baxley por terem entrado rapidamente em ação após o incêndio.

"É importante que as igrejas falem sobre o que fazer se algo assim acontecer", disse ela. “Estar preparado e estar pronto para ser a Igreja quando a tragédia acontece é importante. Eles foram realmente ótimos nisso ontem.”

No meio de sua dor, os membros da igreja estão limpando e pressionando.

"Sempre há esperança", disse o Rev. Meguiar. “Temos um grupo notável de pessoas e família da igreja. Nossos corações estão partidos, mas nunca desistimos."

 

* Kara Witherow é editora e preparou este material para a Conferência Anual da Geórgia do Sul. Para ler a publicação original em inglês, clique aqui. Se você quiser saber mais sobre a vida da igreja, notícias, idéias e inspiração Metodistas Unidas para o ministério, assine gratuitamente o UMCOMtigo.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Ajuda humanitária
O bispo David Bard chama os Metodistas Unidos do Michigan a orarem pelas pessoas afetadas pelo surto de coronavírus. Ele pede que as igrejas estejam cientes das precauções a serem tomadas se o surto se espalhar. Foto cortesía do CDC.

Bispo pede calma e preparação para o Coronavírus

O bispo David Bard pede ao povo metodista unido de Michigan suas orações pelas pessoas afetadas pelo surto do coronavírus e insta as igrejas a prepararem
Ajuda humanitária
Foto cedida pela Igreja Metodista de Porto Rico.

Metodistas porto-riquenhos levam resposta após terremoto

A igreja está colocando sua experiência no furacão Maria em uso, pois uma série de terremotos causa danos, falta de energia e um constante estado de angústia.
Área Geral da Igreja
Os delegados Jorge Lockward e Revda. Beth Ann Cook se abraçam nos momentos finais da Conferência Geral Metodista Unida de 2019, em St. Louis. Os dois já haviam falado em lados opostos em um debate sobre possíveis planos de saída da igreja. As conferências dos EUA estão calculando quanto uma igreja deve pagar se ela sair de acordo com a legislação aprovada pela Conferência Geral. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Congregações que saem enfrentam preços elevados

Para as congregações que querem deixar a Igreja Metodista Unida, uma separação também pode ficar muito cara.