Jovens Metodistas Unidos celebram o 67° aniversario da sua existencia na contramão do mundo

A organização da Juventude da Igreja Metodista Unida em Angola celebrou no passado dia 4 de Julho os 67 anos de existencia desde a sua criação no ano de 1952.

Sob o lema “Jovens Metodista 67 anos na Contramão do Mundo” baseada no texto de Romanos 12:2ª -  os jovens realizaram várias actividades para celebrar a data, desde palestras, actividades recreativas e culturais típicas de jovens cristãos e da Cultura africana.

Além das actividades acima referenciadas, os jovens saíram á rua da cidade de Luanda, para marcharem contra diferentes males que enfermam a sociedade angolana e nao só. Temas como Violência Domestica, Justiça Social, Consumo exagerado de bebidas alcoolicas e outras drogas, prostituição e contra toda prática contrária a sexualidade humana, foram debatidos durante as celebrações.

Perto de mil Jovens fizeram parte da marcha num percurso de cerca de 10 km que os levou até ao governo da provincia de Luanda onde fizeram a entrega de uma carta apresentando diversas preocupações, resaltando o aumento significante da delinquência fruto das injustiças sociais em que muitos jovens são sujeitos.

``Como jovens metodistas, sonhamos em poder mudar a história e revolucionar o nosso contexto actual.`` Explicou Artur Manuel Director Geral da Juventude

``Acreditamos que é possível a construção de uma nova Angola, onde a diferença através da confiança, fidelidade, trabalho e fé em Deus prevalecem.”

O CENSO/2014 realizado pelo Instituto Nacional de Estatisticas (INE) em toda extenção de Angola, mostra que o é país maioritariamente jovem, e isto significa dizer que há esperança de progresso e desenvolvimento para o Povo Angolano.

``Porque onde há jovem há esperança, há futuro, desde que o mesmo saiba entender que só com o seu apoio e conjugação dos esforços de todos, podemos ver a Pátria a sorrir e crescer cada vez melhor.´´ afirmou Manuel.

``A concretização do projecto de vida passa por uma consciência alicerçada nos princípios de Deus.`` explicou o Director Geral Manuel.

´´os mesmo princípios, devem ser morais e éticos que nos fazem carregar uma mochila cheia de sabedoria e inteligência, a fim de que cada jovem contribua para o bem-estar comum, evitando, deste modo, a mentalidade corrupta, a falta de pudor linguístico, cultural, indecência no vestir, a imitação cega de outras culturas sem o senso crítico.`` continou o nosso interlocutor.

´´É normal ver jovens se prostituindo. É normal ver pessoas mudando sua  sexualidade. É normal ver jovens consumindo álcool exageradamente. É normal o aborto. É normal a delinquência por falta de oportunidades. Enfim, esta normalidade que aflora na sociedade tem chegado as nossas comunidades, infelizmente.´´ Enfatizou Manuel na sua mensagem dirigida aos Jovens. ´´

Jovens da IMU em Angola participando nas oracoes e celebracoes do 67 aniversario da JMUA em Luanda. Foto de  Augusto da Graca. 
Jovens Metodistas Unidos de Angola, participam nas oracoes durante as celebracoes dos 67 anos da formacao da JMUA em Luanda. Foto de Augusta da Graca. 

E se não atentarmos para este facto, corremos o risco de nos tornar a SOCIEDADE DA NORMALIDADE e perdermos a noção do mal, onde tudo é permitido, tudo é bom aos olhos humanos, isto decepciona a Deus destrui os pilares que sustenta uma NAÇAO que se preza.´´ Disse Artur.

 Em mensagem dirigida a todos os jovens por ocasiao do aniversario de existencia o Director Geral da Juventude Metodista Unida reconhece as  inumeras    situações adversas que  os jovens enfrentam nos dias de hoje. Tendo apontado por exemplo a delinquência juvenil, abuso e consumo do álcool, a prostituição, o boarto e o homossexualismo e outros.

Numa simplificação, Manuel disse: ´´hoje em dia, há uma total perda dos valores éticos e espirituais…estes males, estão relacionados com comportamentos desviantes que geralmente afectam à juventude e não só.´´  Concluiu Artur.

As mídias sociais mostram a liberação destes males como algo moderno. O objectivo é atingir a camada mais jovem da população, porque ela representa o potencial consumidor. Em contrapartida, os jovens mais volúveis acabam seguindo caminhos não recomendados, aumentando as estatísticas da promiscuidade.

´´ Nos jovens desta Igreja e da sociedade Angolana no geral, percebemos que a  falta de oportunidades para suprir os anseios da juvetude,  denuncia o problema da desigualdade social que é, em parte, responsável por alguns problemas sociais ligados ao crime e à violência.´´ Rev. Vladmir Agostinho Pastor Local do Cargo de Icolo Ibengo e presidente do Conselho Geral de Programa que esteve nas orações e na marcha dos 67 anos da JMU de Angola, realçando extractos da mensagem do Director Artur Manuel.

´´Outro aspecto a ser considerado está relacionado à educação oferecida aos jovens. Essa educação, que é construída tanto no meio familiar quanto no âmbito escolar e educação Cristã define grande parte do comportamento do indivíduo.´´ - entatizou o Rev. Agostinho.

´´A Igreja de Cristo deve afirmar sua vocação para responder ao Evangelho do amor de Deus em Cristo e de vivificar seu discipulado e missão´´  enfatizou João Oliveira Secretario Geral da JIMUA  que pregava na igreja central no passado dia 7 de Julho.

´´Deve-se incrementar a consciência da presença de Deus e celebarar o amor de Deus, ajudar as pessoas a crescerem e aprenderem como Cristãos por meio de cuidados recíprocos.´´ concluiu Oliveira.

Jovens na Contramão do mundo são jovens insatisfeitos com os males que enfermam a nossa sociedade nos dias de hoje, sao jovens comprometidos em mudar o paradigma de vida que afectam em grande parte a juventude.

“O estar na contramão do Mundo é nao fazer as coisas erradas que o mundo faz, é ser Sal e Luz. Estar na contramão do mundo quer dizer praticar os ensinamentos Biblicos e a pratica sã” disse o superintendente do Distrito de Luanda Norte Rev. Moisés Bernardo Jungo, ressaltando também que ´´a importância e pertinência do tema escolhido pela Juventude são vitais, pois, há necessidade de os jovens devem estar aptos para servirem cada vez melhor a igreja e a Sociedades concluiu aquele líder distrital.

Para Marcelino Arsénio, Jovem da Igreja Metodista Unida de Bethel realçou  que´´ a sociedade hoje precisa sentir muito mais a presença da igreja, é precsiso que a igreja seja mais actuante contra os males que enfermam a sociedade, pois a igreja é a reserva moral deste país.´´

Missão
Grupo das jovens mulheres metodistas provedoras das refeições. Luanda, foto de Orlando da Cruz.

Jovens mulheres da Metodista Unida assitem o hospital de oncologia com alimentos

Em tempos de crise da COVID-19, os Estados decretaram politicas de conteção para diminuição do risco de contagio. Com estas políticas, veio também a restrição para acompanhantes dos pacientes nos hospitais.
Missão
Beneficiários escutam atentamente a explicação sobre o valor do uso da máscara, e sobre os métodos a tomar para a prevenção da doença. Malange, foto de Gelson Carlos.

Saúde dos idosos e vulneráveis: IMU em Angola Leste no combate a COVID-19

Sob direcção geral do evangelismo, a conferência do Leste de Angola elaborou um projecto assistencial que passou pela manufacturação, distribuição de 500 máscaras e boletins informativos contendo as medidas de Biossegurança aos idosos e pessoas mais vulneráveis.
Missão
Mais de 1000 baldes prontos para serem distribuídos às populações. Malange, foto de João Nhanga.

Igreja e trabalho social à comunidade: Angola Leste em Acção

O mundo hoje é transtornado por causa de um inimigo comum a COVID-19, que assola todos os quatro cantos. Esta doença, com mais de 5.000.000 de infectados, e já fez mais de 350.000 óbitos, e milhões de postos de emprego perdidos, aumentando desse modo osofrimento de milhões de pessoas na escala global. Para responder a esta crise mundial, todos somos chamados, para que de mãos dadas possamos assistir e apoiar os necessitados.