A atriz de 'Ghosts' é metodista unida por toda sua vida

Translate Page

Pontos chave:

  • A atriz Sheila Carrasco é filha do reverendo Oscar Carrasco, um pastor metodista unido aposentado e superintendente.
  • Ela começou a se apresentar quando criança, escrevendo peças que apresentavam seu irmão e irmãs e também cantando na igreja.
  • Ela interpreta Flower, uma fantasma hippie, no seriado de sucesso da CBS, “Ghosts”.

A história de Flower, a fantasma hippie com cicatrizes de um ataque de urso, está gradualmente se reunindo em “Ghosts”, a sitcom da CBS na posição invejável de seguir “Young Sheldon” nas noites de quinta-feira.

Os Metodistas Unidos também vão querer conhecer a história de Sheila Carrasco, a atriz que interpreta a Flower. Ela é Metodista Unida vitalícia e filha do Rev. Oscar Carrasco, um pastor aposentado.

“Meus pais foram realmente dedicados à igreja metodista durante toda a minha vida”, disse Carrasco durante uma entrevista ao Notícias Metodista Unida. “Eles deram um exemplo realmente maravilhoso para mim do que significa ser um membro da comunidade, o que significa ajudar as pessoas e dar ouvidos com empatia.”

Agora em sua segunda temporada, “Ghosts” alcançou impressionantes 5,9 milhões de telespectadores com seu episódio de 20 de outubro, de acordo com o TVLine.

A premissa de “Ghosts” acompanha um casal que compra uma casa de campo com um bando de fantasmas que antes residiam ali. Além de Flower, há um nativo americano, cantor de jazz, líder escoteiro, socialite, empresário, viking e muito mais.

“O programa - baseado em uma sitcom britânica transmitida pela HBO Max - é como 'Friends', se a maioria dos amigos estivesse morta", escreveu Kelly Lawler, do USA Today, em uma crítica. “E é precisamente a mistura da série de comédias clássicas com uma mitologia fantasmagórica que a torna uma fórmula vencedora e muito engraçada.”

O grande elenco significa que há muitas histórias a serem contadas, mas também tempo limitado em um show de 30 minutos para revelar novas informações. Até agora, os telespectadores sabem que Flower já foi membro de uma seita, participou de um assalto a banco e teve uma rede de cafeterias batizada em sua homenagem por um namorado depois que ela morreu. Como uma fantasma, ela pode deixar as pessoas stoned (drogadas) ao caminhar fantasmagoricamente por elas. Flower morreu nas mãos de um urso quando ela tentou dar um abraço de urso. 

Sheila Carrasco reads a Dr. Seuss book. Carrasco, one of the stars of the CBS show “Ghosts,” began performing as a child, starring in community theater productions of “Annie” and “Oliver!” Photo courtesy of Joyce Carrasco.  
Sheila Carrasco lê um livro do Dr. Seuss. Carrasco, uma das estrelas do programa da CBS “Ghosts”, começou a se apresentar quando criança, estrelando produções teatrais comunitárias de “Annie” e “Oliver!” Foto cortesia de Joyce Carrasco.

“Ela fugiu para viver em uma comuna e dedicou sua vida ao estilo de vida hippie”, disse Sheila. “Acho muito interessante como às vezes as pessoas que fazem isso vêm de origens extremas muito diferentes, e ainda não sabemos exatamente o que é.”

“Nós conversamos um pouco sobre que tipo de experiência ela teve, então estou animado para saber mais sobre o que poderia ser.”

Sheila disse que “Ghosts” é um “emprego dos sonhos” para ela.

“Estou acostumada com o trabalho de grandes elencos, vindo do teatro e vindo da comédia de esquetes”, disse ela. “Eu sempre quis estar em um grande elenco, uma espécie de comédia no local de trabalho. Esse projeto é realmente o que isso parece para mim.

Ao crescer, Sheila era a filha mais nova clássica, trabalhando para chamar a atenção de seus pais, irmãos e irmãs.

“Todos os meus irmãos são incrivelmente talentosos e hilários”, disse ela. “Mas eu também estava muito no meu próprio mundo. … Eu tinha um amigo imaginário. Preferi brincar sozinha na minha própria imaginação.”

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Os traços aparentemente contraditórios de buscar atenção e viver em seu próprio mundo trabalharam juntos para ajudá-la a se tornar uma artista, disse Carrasco.

Crescer nas igrejas de seu pai na Conferência do Norte de Illinois também apresentou oportunidades para se apresentar.

“Seríamos os acólitos se um acólito não aparecesse ou cantaríamos o solo se precisássemos de um solista naquela semana”, disse ela. “Isso realmente nos acostumou a falar em público e a não ter medo de estar na frente das pessoas. Com certeza me ajudou muito.”

Sua mãe, Joyce Carrasco, disse que Sheila cantava junto com os discos quando criança e, quando ficou mais velha, começou a escrever roteiros para os irmãos apresentarem.

“Ela escrevia roteiros sobre cada um de nossos animais”, disse Joyce Carrasco. “Ela os personificaria, (então) cada uma das crianças também seria um desses animais.”

Sheila começou a se apresentar publicamente muito jovem, disse Joyce. Ela estrelou em “Annie” duas vezes em produções de teatro comunitário e também em uma produção de “Oliver!”

“Lembro-me claramente de quando Sheila estava no programa de teatro do ensino médio, uma secretária da escola veio e me disse que eu tinha um telefonema”, disse Joyce, que trabalhava na escola. “Foi um agente de elenco em Chicago que tinha visto Sheila... e eles estavam interessados em representá-la em 'Os Intocáveis'. Tive que me afastar do telefone para respirar.

Sheila ganhou seu primeiro crédito como atriz profissional (exceto em comerciais) como atriz convidada em dois episódios da curta série de televisão “Intocáveis ” de 1993-94. Ela estudou na Universidade de Nova York e em Harvard e encenou um show solo chamado "Anyone But Me" (Qualquer um menos eu) no ano passado no Pico Playhouse em Los Angeles. Ela estrelou em muitas séries de televisão, incluindo “Life in Pieces”, “Jane the Virgin”, “The Good Place” e “American Housewife”.

Ela se apresentou em dois showcases para o “Saturday Night Live”, mas não foi contratada.

“Essa foi definitivamente minha estrela do norte por um tempo, porque eu realmente não sabia na cena da comédia como, para que você atira?” ela disse. “Eu sabia que se eu tentasse isso, isso me levaria a algum lugar, e realmente levou.”

Ela conseguiu a potência da Creative Artists Agency para representá-la e, finalmente, o papel em “Ghosts”.

Natural de Curacautín, Chile, o Rev. Oscar Carrasco se aposentou após servir em várias igrejas e oito anos como superintendente do distrito de Elgin em Illinois. Ele tinha esperanças de que Sheila se tornasse médica.

“Cada um de nossos filhos era dotado, a meu ver, e não sabíamos exatamente quais eram os dons”, disse o Rev. Carrasco. “Uma das coisas que mencionei a eles quando eram muito pequenos era que queria que fossem felizes na vida.”

Quando Sheila declarou que queria a vida de artista, ele teve que manter sua palavra.

"Bem, eu tenho que ser fiel ao que eu disse", disse ele. “O que eu amo no que ela está fazendo agora é que ela é uma pessoa feliz. (…) Agora, tenho uma sensação de paz em meu coração e uma felicidade por não tê-la forçado a ser algo que eu queria que ela se tornasse.

“É tudo sobre o quão bom Deus tem sido, e eu sou grato.”

 

* Patterson é repórter da Notícias UM em Nashville, Tennessee. Entre em contato com ele em 615-742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias Metodistas Unidas, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

 

Histórias de Fé
Kit Evans-Ford (à esquerda), uma das vencedoras do Prêmio Investidor Wesleyano Tom Locke em 2022, iniciou uma organização para empregar mulheres sobreviventes de violência sexual. Na foto com Evans-Ford estão seu marido, o reverendo Dwight L. Ford, pastor da Igreja Grace City em Rock Island, Illinois, e seus filhos, Imani e Justice. Foto cortesia de Kit Evans-Ford.

Ministério que ajuda sobreviventes de violência sexual é homenageado com prêmio

Kit Evans-Ford, uma das pessoas vencedores do Prêmio Investidor Wesleyano Tom Locke em 2022, iniciou uma organização para empregar mulheres sobreviventes de violência sexual.
Área Geral da Igreja
Greg Arnold é o novo alto executivo dos Homens Metodistas Unidos em Nashville, Tennessee. Foto de Mike DuBose, Notícias MU.

Mudanças e expansão para Homens Metodistas Unidos

O novo diretor executivo da organização de Hombres Metodistas Unidos. está buscando expandir a agência involucrando para mais iglesias locales. Os planos de Greg Arnold incluem definir uma nova relação com Scouting e a adaptação de um aplicativo chamado Live Bold, que foi desenvolvido de forma privada.
Preocupações Sociais
O Rev. Joel Hortiales (à esquerda) ora com Carlos Ivan Baran Hidalgo; sua esposa, Danelly Mazariegos Morales; e sua filha de 3 anos, Scarlett Juliette, no abrigo Camino de Salvación em Tijuana, México. A família fugiu da violência na Guatemala e espera entrar com um pedido de asilo nos EUA. Hortiales é um missionário Metodista Unido e atua como diretor de ministérios hispânicos / latinos e questões de fronteira para a Conferência California-Pacific.

"Eu era um estranho"

Em setembro, uma equipe do Notícias MU acompanhou os líderes de La Igreja Metodista Unida e Igreja Metodista de México A.R. visitar comunidades migrantes ao longo da fronteira EUA-México para mostrar, através das lentes do fotojornalista Mike DuBose, os esforços que as igrejas fazem para ministrar às pessoas necessitadas que estão esperando por uma solução para sua situação de imigração.