A Questão Metodista: Como entendemos a epifania?

Other Manual Translations: español

Como os Metodistas Unidos celebram a Epifania e o Dia dos Três Reis?

Epifania é o dia em que os cristãos se lembram da vinda dos Magos para visitar Jesus, trazendo seus presentes de ouro, incenso e mirra. 

A data acontece no dia 6 de janeiro de cada ano, o 13º dia da temporada de Natal. A palavra "epifania", que vem da palavra grega epiphania, significa aparecimento ou manifestação.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

A chegada desses visitantes foi um sinal de que a encarnação de Deus em Cristo havia sido conhecida e reconhecida pelos céus em todo o mundo, de modo que até os sábios gentios do Oriente vieram prestar-lhe homenagem. É uma observação de grande majestade, solenidade e reverência.

Uma celebração cristã ainda mais antiga que o Natal, a Epifania originalmente enfocou a natividade, a encarnação de Deus (Deus se fez carne) no nascimento de Jesus Cristo e o batismo de Cristo. Após o final do século IV, quando o Advento se desenvolveu como uma estação de preparação batismal, além da Quaresma, a Epifania tornou-se associada ao batismo. É por isso que vemos imagens dos três Reis Magos em muitas fontes batismais mais antigas.

Em muitas culturas hispânicas, a Epifania é um dia de grande alegria e celebração, muitas vezes iniciada por um desfile na noite anterior, em que pessoas vestidas como os três reis ou carregando estátuas dos três reis passam pelas cidades e vilarejos jogando doces e pequenos presentes para todos. Famílias e crianças esperam ansiosamente pelo Dia de Los Tres Reyes (Dia dos Três Reis) como um momento para presentes, banquetes e comemorações. Assistir a cultos da igreja que incluem a celebração da comunhão também é comum em muitas dessas culturas, mesmo para aqueles que podem não frequentar o culto regularmente.

Na Inglaterra e em algumas outras culturas europeias, o dia 5 de janeiro é conhecido como Noite de Reis, o ponto culminante dos 12 dias de festas de Natal. Na décima segunda noite, muitas famílias se reúnem em casas para comemorar com amigos, comida, canto e presentes. É na celebração da décima segunda noite que " rabiscando a porta ", pedindo a bênção de Deus nessas habitações e em todos os que vivem nela, é mais frequentemente observado.

Em Nova Orleans, a décima segunda noite começa outra temporada de comemorações no Mardi Gras (terça-feira gorda, um dia antes da quarta-feira de cinzas). A própria epifania, em 6 de janeiro, se torna o dia de início da temporada, mas também é frequentemente observada com uma celebração completa na igreja, com incenso, procissões elaboradas, celebrações de corais e eucaristia. 

Alguns Metodistas Unidos nos Estados Unidos, que não fazem parte dessas ricas tradições, tendem a reconhecer a Epifania no domingo mais próximo de 6 de janeiro. Pode haver uma encenação dos três reis como parte do culto naquele dia e depois de uma pequena festa.

Ao celebrar a Epifania este ano, considere uma parceria com uma congregação hispânica, latina ou outra para encontrar novas maneiras para celebrar com alegria a Epiphany / Tres Reyes. Independente da maneira que você decida celebrar, lembre-se de que no centro de sua celebração estão os Magos ajoelhados, adorando e oferecendo presentes a Jesus, o Messias para todas as pessoas.

Tem perguntas? Pergunte à UMC  ou converse com um pastor  perto de você . E confira outras  perguntas e respostas recentes .

 

*Este conteúdo foi produzido por Pergunte à UMC, um ministério da Comunicações Metodista Unida.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Racismo
Os Metodistas Unidos oram antes de uma manifestação nacional em Washington para acabar com o racismo em 2018. Foto de arquivo de Kathy L. Gilbert, Notícias MU.

A Questão Metodista: O que a Igreja Metodista Unida diz sobre o racismo?

A igreja reconhece a existência do privilégio dos brancos como uma causa subjacente da desigualdade.
Nesta foto de arquivo de 2013, a Revda. Eunice Musa Iliya (à direita) participa de uma vigília do Dia Internacional da Mulher, patrocinada pelas Mulheres Metodistas Unidas. Foto de Kristina Krug, cortesia das Mulheres Metodistas Unidas.

A Questão Metodista: O que significa 'resistir ao mal, à injustiça e à opressão'?

Amar e odiar não são vistos nas Escrituras como meras atitudes, mas são entendidos como sempre incorporados na ação real.
Esse mosaico no Pentecostes mostra o fogo como um elemento representativo do Espírito Santo. Foto: Holger Schué, cortesia do Pixabay.

A Questão Metodista: o que é Pentecostes?

A festa cristã de Pentecostes, no quinquagésimo dia após a ressurreição de Jesus, celebra o dom do Espírito Santo e o nascimento da igreja.