Uma era de grande divisão, desinformação e confusão

Translate Page
Revda. Lydia Muñoz. Foto cortesía de la Iglesia Metodista Unida Swarthmore.

Revda. Lydia Muñoz. Foto cortesía de la Iglesia Metodista Unida Swarthmore.

Artículos de Opinión

Noticias MU publica artículos de opinión sobre temas específicos en la denominación. Los artículos de opinión reflejan una variedad de puntos de vista y son las opiniones propias de los escritores, que no reflejan las posiciones del servicio de Noticias MU.

Suscríbase a nuestro nuevo boletín electrónico en español y portugués UMCOMtigo

¿Le gusta lo que está leyendo y quiere ver más? Regístrese para recibir nuestro nuevo boletín electrónico UMCOMtigo, un resumen semanal en español y portugués, con noticias, recursos y eventos importantes en la vida de La Iglesia Metodista Unida. 

¡Manténgase informado/a!

Parece que estamos vivendo em uma era de grande compartilhamento de informações. Nossa capacidade de se conectar com pessoas de todos os continentes e oceanos parece tão fácil quanto o clique de um botão. No entanto, também vivemos em uma era de grande divisão, desinformação e confusão.

Por exemplo, os movimentos recentes na Flórida e no Texas nos lembram que a desinformação e a confusão podem ver as vidas e a dignidade dos hispânicos/latinos usadas como táticas políticas, moedas de barganha e ferramentas descartadas.

As congregações hispânicas/latinas são uma parte importante da Igreja Metodista Unida. É essencial que as pessoas sejam ouvidas a partir de seu contexto e que a riqueza de sua herança cultural continue a ser incluída no tecido da igreja.

A legislação original do Plano Nacional para o Ministério Hispânico/Latino aprovado pela Conferência Geral de 1992 afirmou uma visão de uma Igreja Metodista Unida dinâmica e crescente, compartilhando e vivendo com alegria as Boas Novas de Jesus Cristo em uma multiplicidade de lugares, urbanos e rurais, em grandes e pequenas congregações, e em uma variedade de ambientes culturais. Nesta igreja, grupos tradicionalmente desprivilegiados serão parceiros plenos no ministério de Cristo, e os dons de cada hispânico, homem e mulher, jovem e velho, trabalhador e profissional, imigrante e nativo, serão usados para a edificação de todo o corpo (Ts 5.11). Uma igreja em que tal diversidade, em vez de dividir, une, reunindo todos em uma tarefa comum, na diversidade das circunstâncias, para um objetivo comum.

É crucial que continuemos a desenvolver essa compreensão do que significa avançar juntos em unidade e, mais importante, nos comprometermos como um corpo de conexão para proteger e cuidar dos ministérios mais vulneráveis que serão diretamente afetados pelo racismo sistêmico e institucional ao longo da desfiliação de algumas congregações.

Eu, e outros na comunidade ministerial hispânica/latina, vimos que há uma grande urgência em ajudar as pessoas a entender essas questões. Infelizmente, temos visto manipulação em diferentes níveis da igreja que está roubando as pessoas de sua voz ser ouvida. Estou recebendo cada vez mais e-mails e ligações sobre esse assunto. Várias igrejas estão compartilhando problemas de comunicação com seus ministérios e paroquianos latinos, dificultando a participação em importantes votações da igreja local e deixando a comunidade temerosa com muitas perguntas. Congregações, membros e líderes devem estar presentes e atentos durante esses momentos de tomada de decisão, mesmo que tenham sido levados a acreditar que outros servirão como seus representantes.

Muitos ministérios hispânicos/latinos nasceram ou estão ligados a igrejas locais individuais. É importante que todos nestes ministérios, e aqueles na igreja em geral, estejam envolvidos em suas igrejas locais. Esses ministérios devem ter voz e estar presentes nas reuniões e votações relacionadas ao seu relacionamento com a Igreja Metodista Unida.

Para aqueles em funções de liderança em todos os níveis dentro da conexão, é nossa responsabilidade ética ajudar a garantir que todos os membros tenham um senso de autodeterminação e a capacidade de tomar decisões essenciais e informadas. É crucial que procuremos esclarecer qualquer confusão ou desinformação sobre nossa jornada juntos neste novo futuro como pessoas chamadas Metodistas Unidas.

As igrejas locais que estão ligadas aos ministérios hispânicos/latinos devem:

• fornecer informações sólidas para ajudar os ministérios hispânicos/latinos a discernir os melhores passos à frente com a Igreja Metodista Unida
• responder perguntas e enfatizar que as pessoas têm arbítrio
• discutir como nosso sistema de conexão protege e cuida para os ministérios mais vulneráveis quando se trata de desfiliar congregações, especialmente à luz dos impactos do racismo sistêmico
• garantir um senso de autodeterminação e a capacidade de tomar decisões informadas

No Plano Nacional para o Ministério Hispânico/Latino, usamos o termo “acompanhamento” como nosso propósito missionário. Como música, esse termo me diz muito. “Acompanhamento” significa “acompanhamento” e geralmente se refere ao acompanhamento usado para apoiar e completar a melodia de uma música. Ou no nosso caso – o corpo de Cristo. Nosso papel é acompanhar conferências, pastores e leigos à visão e estratégias do ministério hispânico/latino em seus contextos específicos. Para ajudar nossa igreja a realizar o sonho de se tornar uma comunidade amorosa onde todos nós prosperamos.


Em um esforço para fornecer acompanhamento, o Plano Nacional da Igreja Metodista Unida para o Ministério Hispânico/Latino está hospedando “Somos Metodistas Unidos: Ferramentas para Discernir Nosso Futuro ”, um webinar informativo com um painel de discussão seguido de uma sessão de perguntas e respostas ao vivo para hispânicos. Congregações, membros e líderes latinos em 17 de outubro de 2022 às 20h EST. As perguntas podem ser enviadas antecipadamente através de um formulário online. O evento é realizado em colaboração com a Comissão Geral Metodista Unida de Religião e Raça e Comunicações.

Este evento será realizado no United Methodist Resources (Recursos Metodistas Unidos), a plataforma em espanhol do ResourceUMC.org. O evento será compartilhado simultaneamente através do Plano NacionalRecursos Metodistas Unidos e as páginas do Facebook do Serviço de Notícias da Igreja Metodista Unida.

 

 

*Revda. Dra. Lydia Muñoz, publicado na plataforma do Plano de Ministério Hispânico/Latino. Para ler mais notícias dos Metodistas Unidos, assine os resumos quinzenais gratuitos.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]
Church Leadership

Rev. Isabel Gomez: O homem, o mito, a lenda fará falta

O Rev. Dr. Owen Ross, Diretor do Centro de Desenvolvimento da Igreja na Conferência Anual do Norte do Texas, escreve: "Ele me fez, como todos ao seu redor, sentir-se bem-vindo e incluído. em qualquer espaço em que ele estivesse."
Conselho de Bispos
A Revda. Sharon Austin, candidata a bispa da Conferência da Flórida, é apoiada por outra delegada durante a reunião da Conferência Jurisdicional do Sudeste em Lake Junaluska, NC. Austin retirou sua candidatura em 3 de novembro e descreveu o processo como “humilhante”. Duas jurisdições Metodistas Unidas em lados opostos dos EUA lutaram com o problema do racismo em seu meio. Foto de Ben Smith, Jurisdição Sudeste.

2 jurisdições combatem o racismo nas eleições para bispos

Tanto a Jurisdição Ocidental quanto a Jurisdição Sudeste abordaram a questão de como a intolerância prejudicou o processo eleitoral episcopal, para o qual a Jurisdição Ocidental realizou uma rara sessão a portas fechadas.
Área Geral da Igreja
O Rev. Héctor A. Burgos-Núñez dirige-se à Conferência Jurisdicional Northeastern após ser eleito bispo em 2 de novembro. Burgos, que tem servido como superintendente distrital na Conferência da Greater New Jersey, foi eleito na terceira votação. Sua esposa, Jazelis Burgos, está ao seu lado. A conferência será realizada de 2 a 4 de novembro em College Park, Md. Foto do Rev. Thomas Kim, Notícias MU.

Jurisdição Northeastern elege Burgos-Núñez como bispo

Com sua eleição no terceiro escrutínio, o Rev. Héctor A. Burgos-Núñez tornou-se o primeiro bispo hispano-latino eleito na jurisdição.