Planos para a chegada tardia da legislação do GC2020

Other Manual Translations: English 한국어 español

Os organizadores da Conferência Geral receberam uma atualização sobre dois desafios que poderiam afetar de forma particular a principal assembléia legislativa da Igreja Metodista Unida no final deste ano.

Eles discutiram tanto o processo de chegada tardia da legislação quanto os problemas que poderiam impedir os delegados de receberem os vistos necessários.

"Apenas pensei que seria melhor sermos proativos e não reativos", disse Kim Simpson, presidente da Comissão na Conferência Geral. Ela iniciou a reunião on-line de 30 de janeiro.

O principal da agenda era como lidar com a legislação que ainda está por chegar, incluindo o “Protocolo de Reconciliação e Graça Através da Separação”. O acordo mediado por um grupo diversificado de bispos e líderes de grupos de defesa procura encerrar a disputa de décadas da denominação em torno de Inclusão LGBTQ.

O prazo para a maior parte da legislação aprovada em setembro - 230 dias antes da abertura da Conferência Geral – e as petições enviadas com validade já estão disponíveis para revisão on-line.

No entanto, uma parte pouco usada do Livro de Disciplina - o livro de políticas da denominação - permite que as conferências anuais submetam a legislação posteriormente, se elas se reunirem entre 230 e 45 dias antes da Conferência Geral. A Conferência Geral de 2020 ocorrerá de 5 a 15 de maio em Minneapolis.

A comissão está ciente de pelo menos dois pacotes legislativos que devem ser enviados por conferências anuais, e pode haver mais.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!


A Conferência do Alasca convocou uma sessão especial em 22 de fevereiro para considerar a apresentação de legislação que descontinuaria seu status de conferência missionária e abriria a porta para que se tornem um distrito missionário da Conferência Noroeste do Pacífico.

Quatro sessões anuais da conferência planejam adotar o protocolo, disse o bispo da Conferência de Nova York, Thomas Bickerton, aos organizadores da Associação Geral. Ele é membro da comissão da Associação Geral e da equipe de mediação de protocolo.

Bickerton disse que "Um dos curingas" é que cada conferência anual pode alterar a legislação do protocolo. “Mas estamos entrando com a liderança para incentivar essas conferências anuais a serem simplesmente o veículo para levar o protocolo à Conferência Geral.”

As conferências anuais se reuniriam em poucas semanas com o objetivo de obter a legislação oficialmente apresentada em março, ele disse.

 

 

Mais tarde, em 31 de janeiro, ele disse à Notícias MU que a legislação do protocolo estava sendo finalizada naquele fim de semana e ainda estavam em andamento negociações sobre quais conferências aprovariam a legislação. Ele disse que ele e outros membros da equipe do protocolo anteciparam que a legislação fosse divulgada publicamente na próxima semana. A legislação foi divulgada em 6 de fevereiro.

Líderes de 14 delegações da conferência na Jurisdição do Sudeste afirmaram o protocolo e pediram que este fosse um dos primeiros itens de legislação considerados no GC2020.

Existe também a possibilidade de as conferências anuais nas Filipinas ou na África apresentarem legislação em apoio ao Pacto de Natal, isso exige igualdade legislativa entre os EUA e regiões da África, Europa e Filipinas.

O Rev. Gary Graves, secretário da Associação Geral, acompanhou a comissão pelo processo do que acontece com toda a legislação quando ela chega.

Segundo ele, primeiro o secretário de petições - o Rev. Abby Parker Herrera - revisa a legislação para verificar se está no formato adequado para a Conferência Geral considerar.

Qualquer legislação considerada “inválida” ou que chegue além do prazo legal é revisada pela Comissão de Referência designada pelos bispos, que se reúne no dia anterior ao início da Conferência Geral. Este ano, o comitê deve se reunir em 4 de maio.

O comitê de referência determina se aceita envios tardios e o painel tem a palavra final sobre qual comitê legislativo recebe petições aceitas (ou seja, partes da legislação ou relatórios). Os comitês legislativos são normalmente a primeira parada para petições da Associação Geral.

Embora a legislação apresentada nas próximas sessões anuais da conferência não esteja tecnicamente atrasada, Graves disse que as petições passarão por um processo de revisão semelhante. A Comissão de Referência atribuiria a legislação para qualquer coisa que considere o comitê legislativo apropriado.

Graves acrescentou que ele trabalha em estreita colaboração com os secretários anuais da conferência para garantir que eles enviem adequadamente as petições em nome de suas conferências. A comissão da Conferência Geral concordou em produzir um comunicado de imprensa que continha instruções para petições das conferências anuais.

A comissão também recebeu uma atualização sobre as dificuldades de visto que poderiam impedir os delegados de se pronunciarem sobre qualquer legislação.

O governo do presidente Donald Trump anunciou em 31 de janeiro uma restrição de viagens ampliada a pessoas dos países da Bielorrússia, Eritreia, Quirguistão, Mianmar (também conhecida como Birmânia), Nigéria e Tanzânia.

A proibição de viajar pode afetar 28 delegados da Conferência Geral da Nigéria e Tanzânia, disse Sara Hotchkiss, gerente de negócios da Associação Geral. Essa proibição também pode afetar dois delegados da igreja autônoma afiliada em Mianmar, que têm voz, mas não votam.

O escritório da Hotchkiss emite as cartas de convite para vistos nos EUA. Ela disse que a proibição parecia estar em vigor antes do anúncio de 31 de janeiro. "Já tivemos alguns delegados rejeitados da Nigéria", disse ela.

Ela disse que a Junta Metodista Unida da Igreja e Sociedade está trabalhando com o Departamento de Estado dos EUA e com os senadores dos EUA para advogar que esses delegados obtenham os vistos necessários.

Ela acrescentou que os delegados da Libéria também estão enfrentando desafios. O país não faz parte da proibição de viajar, mas a embaixada dos EUA na Libéria suspendeu temporariamente suas operações de visto de não-imigrante. Isso significa que os delegados não podem fazer as nomeações necessárias para entrevistar os vistos de negócios.

Hotchkiss disse que não sabe o motivo da suspensão ou quanto tempo vai durar. Seu escritório está pesquisando para ver se os delegados podem se qualificar para vistos de viagem urgentes. A Conferência da Libéria deve ter 18 delegados votantes no GC2020.

Trinta e um delegados estavam ausentes da Conferência Geral especial de 2019, principalmente porque não podiam obter vistos.

"Estamos trabalhando da melhor maneira possível", disse Hotchkiss.


*Hahn é uma repórter multimídia da Notícias Metodista Unida. Entre em contato com ela pelo telefone (615) 742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos gratuitos quinzenalmente.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para IMU_Hispana-Latina @umcom.org

 

Área Geral da Igreja
Minneapolis está programada para sediar a próxima Conferência Geral de 29 de agosto a 7 setembro de 2021. Metodistas Unidos nas Conferências de Minnesota e Dakotas estão planejando sediar a Conferência Geral em Minneapolis desde 2013. Foto de Krivit Photography, cortesia do Meet Minneapolis.

Novas datas da Conferência Geral anunciadas

A Conferência Geral, adiada pela pandemia, é remarcada para o final do verão de 2021, apesar dos pedidos de alteração de datas.
Missão
Marinheiros do navio-hospital USNS Comfort elevam as cores enquanto o navio está atracado no porto de Nova York, em apoio aos esforços de resposta do país ao COVID-19. Os líderes metodistas unidos estão pintando uma imagem preocupante do impacto do coronavírus em Nova York e Nova Jersey. "Este é o nosso novo 11 de setembro em Nova York", disse o bispo da região de Nova York Thomas J. Bickerton. Foto cedida por Sara Eshleman, Marinha dos EUA.

A Igreja no Epicentro da Pandemia nos Estados Unidos

Os líderes metodistas unidos pintam uma imagem preocupante do impacto do coronavírus em Nova York e Nova Jersey e mostram como a igreja continua a funcionar.
Área Geral da Igreja
A bispa Sally Dyck preside uma discussão sobre o orçamento da igreja durante a Conferência Geral Metodista Unida de 2016 em Portland, Oregon. Com a próxima Conferência Geral adiada até 2021, o conselho da agência financeira da denominação decidiu que não tinha outra escolha senão continuar com a fórmula de rateio aprovada em 2016. Foto de arquivo de Maile Bradfield, Notícias MU.

A luta com o orçamento após o adiamento do GC2020

Os líderes financeiros decidiram que não tinham escolha a não ser estender as diretrizes orçamentárias da Conferência Geral de 2016. Mas também reconhecem os desafios financeiros causados ​​pelo COVID-19.