Prevenção ao COVID-19 no Leste de Angola

Other Manual Translations: español

O Rev. Dr. Leo Garcia é um missionário, pastor e médico de Cuba que trabalha na Igreja Metodista Unida da Angola Oriental na Missão Metodista de Quéssua. Sua parceira neste ministério é a esposa, Revda. Dra. Cleivy Benitez Rivalta.

Família em Cristo, vos saúdo da Missão Metodista Quéssua no leste de Angola. Continuo a servir o Senhor nesta terra africana através de minha contribuição como médico, realizando consultas médicas internas no Centro de Saúde de Referência de Quéssua, na província de Malanje, Angola.

Nestes tempos difíceis, a pandemia do COVID-19 invadiu o mundo, chegando até à África. Portanto, a equipe de saúde da Igreja Metodista Unida Quéssua Central solicitou apoio da Saúde Global dos Ministérios Globais, para nos ajudar a nos proteger contra esta terrível doença. Com um programa de saúde preventiva, podemos evitar o aumento de pessoas infectadas com o novo coronavírus neste país. Solicitamos uma concessão de solidariedade à Saúde Global para o Projeto de Prevenção Comunitária do COVID-19, e Deus nos concedeu a aprovação.

 

Los/as facilitadores/as voluntaries/as, capacitados/as en el centro de salud en Quéssua, imparten educación sanitaria en el pueblo de Mufongo. Foto cortesía de la Junta de Salud del Este de Angola.

Os facilitadores voluntários, treinados no centro de saúde de Quéssua, dão educação em saúde na vila de Mufongo. Foto: Cortesia do Conselho de Saúde da Igreja Metodista Unida Leste de Angola.

 

Treinar os principais líderes para espalhar a palavra

A partir de abril de 2020, a equipe de saúde, juntamente com os líderes da comunidade, começou a se preparar para a prevenção do COVID-19, realizando vários seminários de educação em saúde. Participaram pastores, Juventude da Igreja Metodista Unida no Quéssua, Sobas (reis das aldeias dos vários grupos étnicos que vivem em Quéssua) e autoridades sanitárias do governo municipal e provincial de Malanje, em Angola.

Treinar os facilitadores voluntários tem sido, para mim, uma poderosa experiência de compartilhar companheirismo, conhecimento e solidariedade. Eles estão prontos para influenciar a transformação dos habitantes de Quéssua em famílias que cuidam de sua saúde através da fé e novos conhecimentos sobre como prevenir o COVID-19.

Compramos 1.000 baldes, que foram modificados com torneiras inseridas ao lado para melhor uso. As famílias podem usá-los para armazenar água em residências de comunidades que não possuem esse líquido precioso diretamente em suas casas. Os recursos materiais estavam disponíveis, assim como a disposição dos jovens cristãos angolanos em trabalhar para promover a prevenção da saúde.

Para garantir que nossos esforços cumpram as melhores medidas preventivas de combate ao COVID-19, adquirimos sabão suficiente para garantir que todos os membros da família nas aldeias possam lavar as mãos com frequência. A combinação dos dois recursos, 1000 baldes e barras de sabão, foi entregue para as famílias mais carentes das comunidades vulneráveis.

Na etapa “Educação e prevenção” do projeto, compartilhamos as medidas preventivas de saúde em Kimbundo, a língua étnica da região, de manhã cedo. Foi oferecido apoio por pastores locais, que usavam alto-falantes para promover a saúde entre os membros da comunidade.

As famílias, ouvindo o orador alto, deixaram suas casas e cumpriram as medidas de distanciamento social delineadas pelas autoridades de saúde do país. Todas as famílias receberam as orientações para impedir a propagação do vírus.

Uma vez nas aldeias, indo de casa em casa, os voluntários ofereceram educação em saúde sobre tópicos de prevenção de doenças, além de lavagem das mãos, higiene respiratória e distanciamento social.

La Dra. Cleivy Benítez enseña educación sanitaria a los/as niños/as de la aldea de Mbango, misión Quéssua, en el Este de Angola. Foto cortesía de la Junta de Salud del Este de Angola.

Dra. Cleivy Benitez ensina educação em saúde para as crianças da vila de Mbango, missão Quéssua, Leste de Angola. Foto: Cortesia do Conselho de Saúde da Igreja Metodista Unida Leste de Angola. 

 

Implementadores do plano de Deus

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

p>Junto com minha esposa Cleivy, que também é pastora e médica, testemunhei esse milagre que o Senhor implementou - o Projeto de Prevenção da Comunidade contra o COVID-19. Chegamos às seguintes aldeias localizadas nas proximidades da Missão Metodista Quéssua: Mbango, Cassucina, Mufongo, Tierra Nueva, La Manga, La Paz, Kula Moxito e outras.

 

Os facilitadores voluntários têm um chamado divino para continuar o projeto nas aldeias de Quéssua. O desafio é enorme: transformar populações vulneráveis em famílias que sabem e podem se proteger de doenças como o novo coronavírus por meio da fé e da prevenção à saúde.

Confesso que, às vezes, nos parecia impossível implementar esse projeto ambicioso, mas Deus o tornou realidade. As equipes de saúde chegaram a oferecer educação em saúde para as crianças menores da vila de Aldea. Eles aprenderam sobre a importância de manter uma distância segura de até um metro entre eles.

Hoje, muitas famílias têm água para lavar as mãos em casa.

Antes mesmo de a equipe de saúde deixar as aldeias visitadas, as mulheres iam ao rio mais próximo buscar água, para que pudessem usar sabão e baldes doados.

Cleivy e eu agradecemos a Deus por todos os nossos irmãos e irmãs, pois através de suas orações podemos sentir a companhia do Senhor em nossa jornada missionária, dia após dia, na terra da África.

Vamos todos lutar contra o COVID-19.

Mantenha em seu coração a promessa de Jeremias 33: 6. Contudo, trarei saúde e cura, curarei meu povo e deixarei que gozem de paz e segurança abundantes. (NIV)

 

*O Rev. Dr. Leo Garcia foi ordenado pela Igreja Metodista em Cuba em 2009 e também possui status de pastor na Conferência Anual Metodista Unida de Angola. Ele e sua esposa, a Revda. Cleivy Benitez Rivalta, foram para Angola em 2011 como os primeiros missionários metodistas cubanos na África. Leo é formado em teologia sagrada pelo Seminário Evangélico Metodista em Cuba e doutorado em Medicina pelo Instituto Superior de Ciências Médicas de Camagüey, Faculdade de Medicina de Ciego de Avila, Cuba.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Igreja Local
Linda Dobbyn, paroquiana da Primeira Igreja Metodista Unida de Vincennes, em Vincennes, Indiana, usa um novo serviço chamado Sermão por Telefone para ouvir um sermão do Rev. Matt Swisher intitulado “Liderando por Servir”. Foto de Richard Dobbyn.

Igrejas avaliam opções para alcançar idosos

Em algumas igrejas pequenas ou rurais, o correio tradicional e os telefones ainda desempenham um papel importante para manter o contato com os membros da congregação.
Missão
Irmão José Lunda explicando à uma anciã da Aldeia do Mbango sobre COVID-19 e sobre o que deve fazer para prevenir-se dela. Foto de João Nhanga.

Metodistas Unidos e o estado angolano lutam pela mesma causa

Em meio ao caos, mortes, fome e a busca de bens essenciais de primeira necessidade, do confinamento e da grande crise económica mundial, a Igreja e o Estado angolano (Ministério da Saúde) formam mais de 40 facilitadores voluntários, dentre jovens, líderes comunitários e tradicionais, leigos, pastores e professores da Faculdade de Teologia do Quéssua, sobre a matéria de prevenção para servirem à populações mais vulneráveis durante a pandemia de COVID-19.
Igreja Local
Américo Nhassengo à esquerda e Valmi Isaías à direita, demarcando o pátio da paróquia da Beira. Foto de Eurico Gustavo.

No norte de Save, igreja alegremente prepara-se para a retoma dos cultos

As medidas de relaxamento que incluirão a retoma dos cultos trazem esperança a milhares de fiéis da Metodista Unida no Norte do Save, que se encontram fisicamente distanciados desde março.