Duas igrejas com diversidade racial e denominacional quebram barreiras em Abbeville

Other Manual Translations: español

ABBEVILLE — Duas igrejas, uma negra não denominacional e outra branca Metodista Unida, estabeleceram uma parceria com o objetivo de unificar a sua comunidade e impedir a divisão e uma corrente de ódio.

Há algum tempo, o pastor da Igreja Metodista Unida Grace, o Rev. Jason Wilson, e o pastor do The Life Center, o Rev. Josh Chiles, são amigos. A esposa de Wilson foi para o colégio com Chiles, e os dois pastores frequentemente se reuniam na academia e em outros lugares para conversar sobre as lutas ministeriais e a vida em geral.

“Abbeville é considerada a sede da confederação e as tensões raciais são varridas para debaixo do tapete, mas você pode sentir a tensão, a 'mentalidade de escravo', como gosto de chamá-la”, disse Chiles.

Um dia, em 2018, Wilson disse, enquanto os dois estavam malhando na academia e conversando sobre as divisões raciais da cidade e do país como um todo, uma ideia surgiu. Eles poderiam reunir as duas igrejas para um culto de adoração em unidade.

“Decidimos escolher um domingo e fazer isso, e aconteça o que acontecer, acontecerá”, disse Wilson.

Eles se reuniram no Domingo de Todos os Santos de 2018 e decidiram realizar um culto conjunto, incluindo velas acesas para os membros de ambas as igrejas que haviam falecido e música de uma equipe de adoração unida que incluía membros da Grace e da The Life Center. Wilson e Chiles conduziam a adoração juntos, em banquetas colocadas lado a lado no santuário.

E Deus moveu-se no meio deles.

“Algo único aconteceu naquele dia que não pode ser explicado a não ser pelo Espírito Santo, como se alimentássemos a energia um do outro durante todo o culto”, disse Wilson.

“Não sabíamos como cada congregação o receberia, mas antes da bênção, os membros da igreja que servíamos perguntavam: 'Quando vamos fazer isso de novo?'”

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Desde então, as duas igrejas se reuniram pelo menos uma vez por trimestre. Chiles disse que a COVID complicou o encontro este ano, mas eles ainda conseguiram se reunir em “serviços de estacionamento” e manter seus laços de unidade.

Não é apenas adoração; as duas igrejas fizeram parceria para a escola bíblica de férias, um festival de outono, uma refeição compartilhada de Ação de Graças em 2019 e, neste mês, planejam realizar um culto do advento em conjunto. Os homens de cada igreja se reúnem para o café da manhã e comunhão, e as mulheres também se reúnem.

Seu próximo objetivo é engajar-se no trabalho missionário juntos, e eles estão planejando ativamente um projeto de serviço de reparo doméstico no estilo Salkehatchie.

“Em uma cidade e nação que está completamente dividida racialmente, é isso que precisamos fazer”, disse Wilson. “Estamos tendo um vislumbre do reino de Deus quando você vê as raças se unindo, adorando e sendo a igreja de Deus juntas.”

E não é apenas divisão racial. Wilson e Chiles também são apaixonados por dividir as barreiras denominacionais.

“Quando chegarmos ao céu, não haverá divisão racial ou denominacional”, disse Chiles.

Chiles cresceu na região e seus pais plantaram a igreja que ele agora pastoreia. Em sua época, sua mãe e seu pai frequentemente tentavam reunir igrejas de negros e branco, e eles sofriam muitas resistências. Quando as igrejas se reuniam, eram as igrejas negras indo para as igrejas brancas.

O que tem sido único agora é que não é apenas a The Life indo para a Grace; Grace também vai para The Life.

Naquele primeiro culto, Chiles disse: “Estávamos todos em um acordo. Nunca vi tantos brancos e negros mais velhos chorando depois do culto, dizendo: 'É por isso que tenho orado, tenho orado por isso há mais de 70 anos, há mais de 50 anos.' E não fui eu, não fui o pastor Jason. Foi realmente um movimento de Deus.”

Em um mundo cada vez mais divisivo, Wilson e Chiles disseram, eles querem enfatizar a unidade.

“As pessoas estão esperando que a igreja mostre o caminho”, disse Wilson. “Se a igreja não mostra o caminho, quem vai mostrar?”

O Rev. Steve A. Patterson Jr., superintendente do distrito de Anderson para a Conferência da Carolina do Sul da UMC, disse que sua parceria é um “bom acontecimento que precisa ser celebrado”.

Chiles concordou.

“É sobre como podemos ser melhores como comunidade. Não queremos ser eficazes apenas dentro das paredes da igreja, mas também fora delas”.

 

*Jessica Brodie, South Carolina United Methodist Advocate, [email protected]

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected] Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

Igreja Local
O show de luzes começa às 17h30. cada noite. Os voluntários da igreja se inscrevem em turnos para comandar o show. Foto cortesia da Conferência Anual do Missouri.

Luzes de Natal em Country

A congregação teve uma iluminação particular no dia 2 de dezembro. Ela foi aberta ao público no dia 4 de dezembro. Mas nunca foi realmente fechada.
Igreja Local
Logo de la Reunión Anual de la Conferencia Anual de Kentucky de La Iglesia Metodista Unida. Ilustración cortesía de la Conferencia Anual de Kentucky.

Boas notícias das igrejas metodistas em Kentucky em meio a pandemia

O Ministério Metodista Maranatha, que serve a comunidade hispânico-latina, juntamente com outras igrejas e ministérios locais da Conferência Anual do Kentucky, compartilha boas notícias ministeriais em meio à pandemia.