Até quando? Possível resposta esta na mão do Conselho dos Bispos

Os delegados da Conferencia Geral aparentemente pressionaram o botão de “PAUSA” no debate quadrienal da denominação sobre homossexualidade.

Foi ni final da tarde do dia 18 de Meio que os delegados votaram a favor da recomendação do Conselho dos Bispos de adiar o debate sobre a homossexualidade neste encontro da mais alta assembleia de tomada de decisão desta denominação, permitindo assim que a comissão proposta estude a os regulamentos da igreja.

Os bispos pede permissão da conferência para nomear uma comissão especial que irá examinar completamente e possivelmente recomendar revisão de todos os parágrafos no Livro de disciplina, que esteja ligado a homossexualidade. Esta comissão ira representar os quatro continentes assim como as várias perspetivas da Igreja.

“Nós aceitamos o nosso papel como líderes espirituais para orientar a Igreja Metodista Unida numa “pausa pra oração” – parar um pouco com a tentativa a solução legislativa e internacionalmente procurarmos pela vontade de Deus para o futuro,” Disse Bispo Bruce Ough, Presidente do Conselho dos Bispos ao anunciar a recomendação.

Conferência Geral Especial poderá ser convocada

Na senda da discussão deste assunto, de entre algumas possíveis soluções, os bispos sugerem a possibilidade de convocarem uma Conferencia Geral Especial em 2018 ou 2019 para lidar com a proposta avançada – “os bispos sugerem que poderão convocar uma Conferencia Geral especial para lidar com esta proposta”, disse Ough.

Bispos Africanos mostram a sua posição

Nessa altura, os bispos africanos deixaram claro que eles encorajam aos delegados a não abandonarem os ensinamentos da igreja que definem o casamento como sendo a união de homem e mulher. Desde 1972 o Livro da Disciplina indica que todas a pessoas tem um valor sagrado, porem a igreja considera a prática da homossexualidade como incompatível com os ensinamentos Cristãos.

Um encontro dos Bispo já esta marcado para o dia 21 de Maio, depois do encerramento da Conferencia Geral, para estudarem os possíveis caminhos para a solução deste assunto.

* Naftal O.M. aftal e tradutor na CG2016 e relatór para United Methodist News Service. Pode contactar o nnaftal@UMCOM.ORG

Área Geral da Igreja
O Plano de Indianápolis visualiza a integração de duas outras denominações "metodistas unidos" tradicionalista, centrista / progressista integrada ou separada de acordo com sua perspectiva sobre a inclusão da comunidade LGBTQ+ na igreja. Foto ilustração Rev. Gustavo Vasquez, MU News.

Grupo esboça plano de separação para denominação

Um grupo de líderes de igrejas centristas, progressistas e tradicionalistas elaborou um plano para a Igreja Metodista Unida se separar amigavelmente
Church Leadership
Oferecidos em quantias de até 10 mil dólares, os subsídios do EIST ajudam as instituições Metodistas Unidas e suas comunidades vizinhas a recrutar, treinar e apoiar pessoas étnicas para papéis de liderança em toda a igreja e no mundo. Foto cortesia do GBHEM.

Premiação GBHEM entrega nove subsídios para expandir a liderança entre minorias

Oferecidos em quantias de até 10 mil dólares, os subsídios do EIST ajudam as instituições Metodistas Unidas e suas comunidades vizinhas
Preocupações Sociais
A Rev. Anna Blaedel (no microfone) fala durante a Conferência Anual de Iowa em junho de 2016. Blaedel está enfrentando um julgamento da igreja depois de ser acusado sob a proibição contra a ordenação de um "homossexual praticante auto declarado". Foto de arquivo por Arthur McClanahan, Iowa Conferência.

Clériga de Iowa enfrenta julgamento

A Rev. Anna Blaedel enfrentará um julgamento da igreja após uma acusação certificada do Comitê da Conferência de Iowa contra a Blaedel.