Adam Hamilton: Liderando em tempos polarizados

Other Manual Translations: English Español
The Rev. Adam Hamilton, senior pastor United Methodist Church of the Resurrection, speaks about the pandemic and the proposed denominational split during an interview at United Methodist Communications in Nashville, Tenn. The church will host 2021 Leadership Institute on Sept. 29-Oct. 1 with a focus on helping pastors and laity address divisions in their communities. Photo by Mike DuBose, UM News. 

O Rev. Adam Hamilton, pastor sênior da Igreja Metodista Unida da Ressurreição, fala sobre a pandemia e a divisão denominacional proposta durante uma entrevista na Notícias Metodista Unida em Nashville, Tennessee. A igreja sediará o 2021 Leadership Institute (Instituto de Liderança 2021) de 29 de setembro até 1 de outubro, com foco em ajudar pastores e leigos a lidar com as divisões em suas comunidades. Foto de Mike DuBose, Notícias MU.


Pontos chave:

• A Igreja Metodista Unida da Ressurreição vai acolher o seu Instituto de Liderança 2021 de 29 de setembro até 1 de outubro com foco em ajudar pastores e leigos a lidar com as divisões em suas comunidades.

• Antes da reunião deste ano, a Notícias MU conversou com o Rev. Adam Hamilton sobre como a igreja está lidando com a pandemia e a divisão denominacional proposta.

• Hamilton, pastor sênior da Igreja da Ressurreição e delegado da Associação Geral, não é estranho às disputas na igreja em geral.


Sem dúvida, estes são dias desafiadores para os líderes congregacionais Metodistas Unidos.

Por mais de 20 anos, a Igreja Metodista Unida da Ressurreição tem realizado o seu Instituto de Liderança anual com o objetivo de fornecer ferramentas práticas de ministério para lidar com os desafios da igreja. A congregação com vários campus, com sede em Leawood, Kansas, fica perto do centro dos Estados Unidos e no centro de muitas das correntes cruzadas que afetam a vida da igreja.

Com as divisões políticas dos EUA, a tensão da pandemia e uma divisão denominacional proposta no horizonte, o instituto deste ano, que acontecerá de 29 de setembro até 1 de outubro, concentra-se em ajudar pastores e leigos a servirem como construtores de pontes em suas comunidades. O evento será online e presencial.

A Notícias Metodista Unida falou com o Rev. Adam Hamilton, que está à frente do instituto e é pastor sênior da Igreja da Ressurreição, sobre como a congregação navegou no COVID-19 e nas divisões na sociedade em geral.

Hamilton - um escritor prolífico e delegado da Conferência Geral da Conferência Great Plains - não é estranho às divisões dentro da Igreja Metodista Unida, especialmente no que diz respeito à inclusão LGBTQ. 

Abaixo estão trechos de vídeo de uma entrevista com Hamilton, junto com mais informações sobre ele e a Igreja da Ressurreição.

Vídeo 1: caminhando juntos na fé e discordando

A Igreja da Ressurreição é a congregação Metodista Unida com mais frequência nos Estados Unidos. É também uma igreja com uma grande cobertura onde os membros têm perspectivas variadas. O Rev. Adam Hamilton deixou claro que acredita que a Igreja Metodista Unida deve terminar com as suas proibições ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e ao clero homossexual “declarado praticante”, e deixar tais questões para as congregações locais. Mas ele sabe que nem todos na igreja concordam. Ele fala sobre como a congregação permanece unida em meio a diferenças profundas.

Vídeo 2: Navegando na pandemia COVID-19

Ninguém sabia o que esperar quando o COVID-19 forçou igrejas em todo o mundo a fecharem suas portas. Hamilton disse que a Igreja da Ressurreição também enfrentou incertezas, mas encontrou maneiras de ampliar seu ministério e crescer em seu alcance. No entanto, o aumento na variante delta complicou os planos da igreja para um grande relançamento no outono. Em agosto, a frequência presencial da congregação era de 30% de sua frequência pré-COVID. Hamilton descreve como a congregação reagiu durante a pandemia e o que uma pesquisa da congregação descobriu sobre os pensamentos das pessoas sobre o retorno à igreja.

Vídeo 3: Medindo a frequência da igreja de uma nova maneira

As igrejas estão lutando para saber quais métricas são significativas quando a frequência online parece estar crescendo, mas muitos bancos ainda estão vazios. Hamilton fala sobre como a Igreja da Ressurreição tenta rastrear a frequência, bem como outras medidas de engajamento da igreja, incluindo doações.

Vídeo 4: Levando adiante as práticas da pandemia

A Igreja da Ressurreição já estava online há anos antes da pandemia, mas Hamilton vê práticas adotadas durante esta temporada que a igreja continuará a levar avante.

Vídeo 5: Antecipando a Conferência Geral

Hamilton espera que a maioria dos Metodistas Unidos esteja mais preocupada com o estado da pandemia do que com o estado da Igreja Metodista Unida. Ainda assim, ele oferece suas ideias sobre o estado da denominação quase um ano depois da pandemia ter adiado a Conferência Geral agendada para aceitar propostas para uma divisão denominacional. Os Estados Unidos planejam suspender as restrições de viagem para viajantes internacionais vacinados a partir do início de novembro.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Vídeo 6: Reflexões sobre o protocolo

O plano de separação mais endossado para a Conferência Geral, a principal assembleia legislativa da denominação, é o Protocolo de Reconciliação e Graça por Separação. Se adotado, o protocolo permitiria que as igrejas e conferências tradicionalistas (aquelas que apoiam as restrições ao casamento gay e à ordenação) saíssem com propriedade da igreja e US $ 25 milhões para formar uma nova denominação. A proposta também reserva US $ 2 milhões para outros grupos de igrejas que possam sair. Hamilton disse que muita coisa mudou desde que a proposta de protocolo foi revelada pela primeira vez em janeiro de 2020.

Vídeo 7: Falando mesmo quando tem um custo

Muitos pastores Metodistas Unidos, por uma variedade de razões, evitam disputas denominacionais. Por anos, Hamilton tem falado abertamente em seus livros, no plenário da Conferência Geral e do púlpito sobre sua crença de que a igreja precisa ser mais inclusiva com as pessoas LGBTQ. Ele fala sobre o porquê fala e porque permanece Metodista Unida.

Vídeo 8: Ansioso pelo Instituto de Liderança

O Instituto de Liderança será um evento híbrido, com algumas reuniões presenciais e a maioria online. Hamilton falou de como está entusiasmado com os palestrantes deste ano. Eles incluem Bob Goff, autor de um best-seller do New York Times e fundador da Love Does - uma organização de direitos humanos que oferece educação em zonas de conflito. Outros palestrantes incluem Savannah Kimberlin, diretora de soluções de pesquisa da Barna; o Rev. Kevin Murriel, pastor sênior da Igreja Metodista Unida Cascade em Atlanta; e o próprio Hamilton.

 

* Contate Heather Hahn em (615) 742-5470 ou [email protected] . Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected].

Faith Sharing
Kayla Alexander (à esquerda), que frequentou a Primeira Igreja Metodista Unida de Baton Rouge quando criança, frequentou a igreja virtualmente enquanto sua família estava trancada por causa do COVID-19 na Austrália, onde agora moram. Alexander e Jamie (à direita dela) trouxeram seu terceiro filho Brady Alexander para Louisiana para ser batizado pelo Rev. Brady Whitton na Primeira Igreja Metodista Unida. Foto cortesia de Kayla Alexander.

Igreja virtual continuará após o COVID-19

Realizar a igreja na internet não vai desaparecer mesmo que o COVID-19 desapareça, de acordo com um pastor Metodista Unido em Louisiana.
Conselho Judicial
Os bispos metodistas unidos processam o culto de abertura da Conferência Geral especial de 2019 em St. Louis. O Conselho Judicial, o principal tribunal da Igreja Metodista Unida, divulgou um memorando que esclarece uma decisão anterior sobre as eleições de bispos. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Tribunal da Igreja modifica decisão sobre eleições de bispos

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida estabeleceu o dia 1º de janeiro de 2023 como a data em que os bispos dos EUA que enfrentam a aposentadoria compulsória devem deixar o cargo, e seus sucessores recém-eleitos tomarem posse.
Conselho Judicial
A Bispa Mary Virginia Taylor da Conferência de Holston abraça o Rev. David Graves após sua eleição como bispo Metodista Unido na Conferência Jurisdicional do Sudeste de 2016. Taylor está entre os 11 bispos norte-americanos que se aposentaram no ano passado, e Graves está entre os bispos que agora assumem trabalho extra por causa das aposentadorias. O Conselho Judicial emitiu uma decisão em 20 de maio, abordando a questão de saber se a conferência jurisdicional pode se reunir para eleger novos bispos. Foto de arquivo de Annette Spence, Conferência de Holston.

Decisão abre portas para eleições de bispos em 2022

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida decidiu que o Conselho dos Bispos tem autoridade para convocar conferências jurisdicionais para eleger e designar novos líderes episcopais nos EUA, mas não tem autoridade para alterar a data em que esses novos bispos assumem o cargo.