Segundo adolescente é acusado de matar líder da Igreja Metodista Unida

Translate Page

(AP) Um segundo garoto de 15 anos foi acusado de assassinato no roubo de carro e tiroteio de uma líder da Igreja Metodista Unida em Memphis, Tennessee, segundo a polícia.

O adolescente foi acusado de assassinato em primeiro grau, roubo de carro e outros crimes depois de se reunir com os investigadores na sexta-feira para discutir o assassinato da Revda. Autura Eason-Williams, disse a polícia de Memphis à Associated Press na segunda-feira.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

Outro menino de 15 anos foi acusado de assassinato em primeiro grau, roubo de carro e outras acusações no dia seguinte ao assassinato de 18 de julho, que abalou os membros da Igreja Metodista Unida em Memphis e em outros lugares. Um garoto de 16 anos foi acusado de roubo de propriedade entre US$ 2.500 e US$ 10.000.

Eason-Williams foi encontrada em sua garagem com vários ferimentos de bala. Ela foi levada para um hospital, onde morreu.

Imagens de vídeo mostraram que a pastora foi abordada por dois homens enquanto ela estava em seu Chevrolet Malibu. Os adolescentes apontaram uma arma para ela e ordenaram que ela saísse do carro, segundo a polícia.

Eason-Williams foi baleada e um adolescente fugiu em seu veículo, disse a polícia, citando as imagens.

A promotora do condado de Shelby, Amy Weirich, disse na segunda-feira que está processando acusações de adultos contra os dois adolescentes acusados de assassinato. Jovens entre 14 e 17 anos que são acusados de crimes graves são elegíveis para transferência para o tribunal de adultos, disse Weirich em um comunicado à imprensa.

Uma audiência do Tribunal de Menores foi marcada para 1º de agosto para ambos os adolescentes.

Eason-Williams era esposa e mãe de quatro filhos, de acordo com uma biografia publicada em seu site. Ela foi superintendente do Distrito Metro da Conferência Tennessee-Western Kentucky da Igreja Metodista Unida.

Ela também foi pastora da Igreja Metodista Unida de Capleville e graduou-se no Seminário Teológico de Memphis.

 

*ADRIAN SAINZ, Associated Press MEMPHIS, Tenn. Para ver a publicação original em inglês clique aqui.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]. Para ler mais notícias dos Metodistas Unidos, assine os resumos quinzenais gratuitos.

Preocupações Sociais
Durante uma vigília de oração em 5 de julho, o Rev. Cal Haines de Lake Bluff, Diácono Patricia Bonilla de Grace UMC e o Rev. Esther Lee, da Christ UMC em Deerfield, segure velas e lembre-se das vítimas e feridos no desfile de 4 de julho em Highland Park. Foto cortesia da Conferência Anual do Norte de Illinois.

Comunidades religiosas se reúnem para lamentar, lembrar e orar após a tragédia do Desfile de Highland Park

A IMU Cristo abriu suas portas para a comunidade para uma vigília de oração no dia 5 de julho, cantando o hino “Amazing Grace”, com leitura das escrituras, iluminação de velas e um momento para lembrar as vítimas e suas famílias.
Violência
A agência Igreja e Sociedade da Igreja Metodista Unida pediu ação contra a violência armada, instando o povo Metodista Unido a chamar seus representantes no Senado para pedir leis contra o uso indiscriminado de armas. Foto cortesia de Creative Commons, Wikipedia.

Urgente: diga ao Senado para agir na prevenção da violência armada

Todos os dias nos EUA, quase 350 pessoas ainda são baleadas e quase 100 morrem com a violência armada (34 por assassinato, 59 por suicídio). Isso soma mais de 124.750 pessoas baleadas e 35.000 mortas por tiros nos EUA todos os anos. Esses números devem ser inaceitáveis para todos.
Violência
Pessoas reagem do lado de fora do Centro Cívico Willie de Leon em Uvalde, Texas, para onde estudantes foram transportados da Robb Elementary School após um tiroteio que deixou 19 crianças e dois professores mortos. Foto de Marco Bello, Reuters.

Luto, orando após ataque na escola

Os Metodistas Unidos estão orando pelas famílias devastadas e por uma comunidade traumatizada após o assassinato de 19 crianças e dois professores. O presidente do Conselho de Bispos está exortando os leigos e o clero a “partir para ofensiva” para impedir os tiroteios em massa.