Metodistas no combate ao mosquito Aedes aegypti

Os dados são alarmantes. O Ministério da Saúde investiga 3.448 casos suspeitos de microcefalia no Brasil até o fechamento desta edição. O último boletim foi divulgado no final de janeiro e aponta que 270 casos já tiveram confirmação de microcefalia, sendo que 6 estão ligados ao vírus zika. A Organização Mundial da Saúde (OMS)apoia o Brasil no combate ao vírus zika, que já ultrapassou fronteiras. Está em 20 países das Américas e 10 da Ásia, África e Pacífico – no entanto, o Brasil é o que mais preocupa os/as especialistas.

A Igreja está mobilizada. O Colégio Episcopal já se pronunciou ao orientar os membros para combater o mosquito Aedes aegypit. No passado, o missionário metodista Hugh Clarence Tucker, que introduziu ao médico dr. Oswaldo Cruz a pesquisa que faria diferença na sociedade para combater a febre amarela, teve um papel fundamental nesse processo. Em 1958, a Organização Mundial da Saúde declarou total erradicação do mosquito no Brasil; mas ele volta décadas mais tarde preocupando, principalmente, as mulheres em período de gestação. 

O Expositor Cristão foi atrás, ouviu especialistas, médicos/as, além da própria bispa Marisa de Freitas Ferreira, que, na função de médica, passou informações importantes sobre o cuidado que devemos ter. O bispo Roberto alertou para as diversas possibilidades de desenvolver a missão neste cenário que assusta todos/as nós. 

Durante a apuração, encontrei várias ações, por exemplo, os membros da Igreja Metodista em Além Paraíba/MG, que mandaram fazer camisas personalizadas para sair em mutirão no combate ao mosquito. A Igreja vive um cenário em que ela precisa fazer a diferença. Afinal, essa tarefa de eliminar novamente o mosquito Aedes aegypti do país compete não somente ao poder público, mas a cada um/a de nós.

Que Deus nos conscientize!

José Geraldo Magalhães

Editor-chefe

Para mais informações, visite: http://www.metodista.org.br/expositor-cristao-de-marco-tras-na-capa-a-mobilizacao-dos-metodistas-no-combate-ao-mosquito-aedes-aegypti

Último artigo

Discipulado

Confira como foi as celebrações dos 80 anos do no Cenáculo

Os dias 13 a 16 de junho ficaram marcados na história do no cenáculo, um livrinho que conta histórias reais vivenciadas por milhares de pessoas ao redor do mundo.
Conferência Anual
O Rev. Hernández serviu na Igreja Metodista de Cuba por 23 anos como pastor e superintendente. Ele é o pastor fundador da La Nueva Igreja, na cidade de Miami e serviu como superintendente do Distrito Sudoeste da Conferência Anual da Flórida. Na foto do arquivo (2013), o Bispo Kenneth Carter (à esquerda) e o Rev. David Dodge (à direita) impõem suas mãos em Hernandez, comissionando-o como superintendente. Foto cedida pelo Rev. Armando Rodríguez.

Conferência da Flórida comissiona novo diretor de ministérios latinos

O Rev. Rinaldo "Rini" Hernández foi nomeado como o novo Diretor de Desenvolvimento de Novas Igrejas e Ministérios Latinos da Conferência Anual da Flórida.
Área Geral da Igreja
Os delegados Jorge Lockward e Revda. Beth Ann Cook se abraçam nos momentos finais da Conferência Geral Metodista Unida de 2019, em St. Louis. Os dois já haviam falado em lados opostos em um debate sobre possíveis planos de saída da igreja. As conferências dos EUA estão calculando quanto uma igreja deve pagar se ela sair de acordo com a legislação aprovada pela Conferência Geral. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Congregações que saem enfrentam preços elevados

Para as congregações que querem deixar a Igreja Metodista Unida, uma separação também pode ficar muito cara.