IMU Advento constrói casa para que ex-encarcerados coloquem suas vidas de volta nos trilhos

Other Manual Translations: español

SIMPSONVILLE — Uma igreja em Upstate está doando mais de US $ 230.000 para construir uma casa totalmente mobiliada onde pessoas libertadas da prisão possam viver enquanto colocam suas vidas nos trilhos.

A Igreja Metodista Unida do Advento arrecadou os fundos por meio do Desafio Ame Seu Vizinho Como Você Mesmo 2020, que encorajou as pessoas a cortar seus gastos de Natal pela metade e dar a outra metade para uma oferta de Véspera de Natal para beneficiar JUMPSTART, um ministério de prisão estadual baseado em Spartanburg.

JUMPSTART é um programa de discipulado na prisão de 40 semanas projetado não apenas para desenvolver e aumentar a fé dos atuais presidiários, mas também prepará-los para a reentrada assim que forem libertados da prisão.

Além do programa interno, eles oferecem moradia e assistência de emprego para quem precisa do lado de fora, incluindo um programa habitacional de transição de um ano. Eles também estão desenvolvendo um novo esforço de habitação comunitária chamado Restoration Village, um centro de 26 acres na linha do condado de Greenville-Spartanburg que não só oferecerá um lugar para homens e mulheres recentemente encarcerados viverem e aprenderem como se ajustar à vida fora da prisão, mas também serve como um lugar onde outras organizações podem aprender como replicar um esforço semelhante em seus próprios estados.

Os fundos da Igreja Metodista Unida do Advento construirão uma casa de seis quartos em Restoration Village, e o pastor sênior do Advento, Rev. Michael Turner, a apelidou de “a casa que o Advento construiu”.

“Não posso dizer o quanto estou orgulhoso desta congregação”, disse Turner. “Em um ano em que houve tantas interrupções, onde há tanta incerteza econômica e ansiedade - conheço pessoas que perderam empregos e conheço pessoas que foram dispensadas em diferentes pontos ao longo do caminho - ainda assim vocês foram tão generosos com $ 230.000.”

O Diretor Executivo da JUMPSTART, Tommy Moore, disse que é muito grato pela incrível generosidade da congregação.

“Pense em quantas gerações isso terá impacto”, disse Moore.

Atualmente, disse Moore, um ônibus da prisão deixa ex-presidiários recém-libertados em um posto de gasolina e loja de conveniência na Woodruff Road, no condado de Greenville, com nada além de roupas usadas dadas a eles pela prisão e uma identificação da prisão emitida pelo estado. Mas para aqueles que estão no JUMPSTART, eles têm uma experiência diferente. Eles não apenas aprendem sobre Jesus na prisão, mas quando são soltos, alguém faz a jornada com eles, ajudando-os a fazer uma transição completa para a vida do lado de fora, para que não voltem para a prisão novamente.

Agora, com o Restoration Village e a casa Advento construída, Moore disse: "Isso vai significar segurança, uma expressão de amor, que cuidamos de você, e isso vai ser uma chance para as pessoas colocarem os pés no chão e caminharem um pouco mais longe.”

JUMPSTART tem uma taxa de sucesso de 96 por cento. Atualmente, eles estão em 16 das 23 prisões da Carolina do Sul, duas no Alabama, uma na Geórgia e, em breve, também em Ohio.

Por que este ministério é importante?

Moore disse que há 16.000 homens e mulheres encarcerados na Carolina do Sul e todos os meses entre 600 e 800 pessoas são libertadas.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

“A pergunta certa não é: 'Eles estão saindo?' A pergunta certa é: 'Para onde eles irão, onde irão adorar e trabalhar? Estamos criando uma comunidade acolhedora para aqueles que pagaram seu preço para a sociedade, engajados pessoalmente com Jesus apenas para serem deixados por conta própria para se defenderem? '”

Moore disse que vir ao lado daqueles que estão atualmente e anteriormente encarcerados não é a prioridade da maioria das pessoas.

“No entanto, temos literalmente milhares de irmãos e irmãs em Cristo atrás do arame farpado que, sem nossa ajuda, têm poucas chances de se engajar novamente como pais, funcionários ou membros da comunidade”, disse Moore.

A Igreja Metodista Unida Advento trouxe uma grande oferta Ame seu vizinho como você mesmo em 2014, arrecadando $ 260.000 para construir cinco “casas-ponte” para ajudar as famílias desabrigadas a saírem de abrigos de emergência e se recuperarem. Eles queriam fazer outro grande esforço este ano e, em agosto, se reuniram com líderes de várias organizações sem fins lucrativos de Greenville para discernir as necessidades da comunidade, identificando, por fim, moradias populares como a maior necessidade contínua de Greenville. Eles começaram a explorar uma parceria com o Ministério de Prisões JUMPSTART, impressionados com seu foco em Jesus e sua taxa de sucesso.

“Muitas vezes tratamos o Natal como se fosse nosso aniversário, uma época de autoindulgência”, disse Turner. Com o esforço Ame o próximo como você mesmo, “Estamos tentando nos lembrar que o Natal é realmente sobre o nascimento de Jesus. Não podemos pensar em uma maneira melhor de celebrar isso do que ser obediente a seu Maior Mandamento - amar a Deus e amar nosso próximo como a nós mesmos. Queremos fazer isso de uma forma muito tangível neste Natal”.

A ajuda que a Advento está dando à JUMPSTART é uma oportunidade de fazer uma diferença real na vida dos ex-encarcerados e na comunidade mais ampla para a qual eles retornarão, disse Turner.

“A questão não é: 'Essas pessoas serão libertadas da prisão?' A maioria deles com certeza será. A pergunta é: 'Vamos ajudá-los a experimentar a graça e a transformação de Deus antes e depois de sua libertação?' Definitivamente, queremos que a resposta seja sim.”

'Anjos disfarçados'

Vários homens e mulheres ex-encarcerados expressaram agradecimento pela ajuda que a Advento e JUMPSTART estão oferecendo.

“Sinceramente, pensei que quando fui preso e fui para a prisão, minha vida havia acabado. … Eu não tive esperança”, disse Elizabeth, uma participante do JUMPSTART. Agora ela vê um futuro melhor.

“Só porque alguém está preso, não significa que ele seja uma pessoa má. As coisas acontecem conosco, e todos nós merecemos uma segunda chance, e às vezes só precisamos de uma ajudinha para nos recuperarmos.”

Steven, também um participante do JUMPSTART, chamou aqueles que são voluntários e ajudam o programa de “anjos de Deus disfarçados”.

“A impressão em meu coração será para toda a vida. É parte do meu testemunho”, disse ele.

 

Para saber mais sobre o JUMPSTART, visite https://www.jumpstartvision.org ou converse com eles no Facebook em https: // www.facebook.com/JumpStartMinistry. Você também pode assistir a um vídeo da Advento feito sobre isso em https://youtu.be/RBPlYlS4MJI

*Jessica Brodie editora Advocate do jornal South Carolina United Methodist Advocate
**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]

Histórias de Fé
Foto de Sylvie Bourchard, cortesia de Canva / Getty Images.

Os feriados acabaram. O que agora?

Passadas as grandes expectativas e celebrações do Natal, pode começar o blues de inverno. Aqui estão algumas idéias para ajudar sua congregação a lutar contra o blues.
Missão
As Revdas. Martha E. Vink (à esquerda) e Alka Lyall lideram um culto da Sagrada Comunhão durante um encontro do Advento em dezembro de 2019 na Igreja Metodista Unida de St. Andrew em Highlands Ranch, Colorado. As duas estão entre os colaboradores que organizam o Liberation Methodist Connexion, uma nova denominação que realizou um evento de lançamento online em 29 de novembro. Foto cortesia da LMX.

Nova denominação metodista progressiva começa

A Conexão Metodista para Libertação está decolando antes da Conferência Geral Metodista Unida realizar uma proposta de separação formal.
Missão
Pilhas de caixas com sacos de dormir doados para os desabrigados ocupam espaço no andar de baixo da Igreja Aspen Community. Foto de cortesia Aspen Community United Methodist Church.

Pastor de Aspen pastoreia em sacos de dormir para os sem-teto

A população desabrigada de Aspen é de cerca de 45 a 50 pessoas; E quando a temperatura cai, o risco de hipotermia aumenta.