Conferência Geral adiada para 2022

Other Manual Translations: English 한국어 Español

Reunida em 20 de fevereiro, a Comissão da Conferência Geral tomou a decisão de adiar ainda mais a Conferência Geral de 2020 para 29 de agosto a 6 de setembro de 2022 em Minneapolis, Minnesota, pois a pandemia COVID-19 continua a afetar a segurança das reuniões em massa e viagens.

É responsabilidade da Comissão selecionar o local e definir as datas da Conferência Geral. Além disso, o Livro de Disciplina exige que a Comissão da Conferência Geral "tome as medidas necessárias para assegurar a plena participação de todos os delegados da Conferência Geral". A Comissão concluiu que o mandato não poderia ser alcançado por meio de uma reunião presencial em 2021 ou de uma reunião virtual.

Ao tomar a decisão, a Comissão determinou que não era viável realizar com segurança uma reunião presencial envolvendo todos os delegados, conforme agendado para acontecer de 29 de agosto a 7 de setembro de 2021 devido a uma série de barreiras:

  • O número de casos COVID continua a crescer, com quase 2,49 milhões de casos confirmados na semana de 15 de fevereiro.
  • A vacina não deve estar amplamente disponível este ano em muitos países, e novas variantes do vírus que podem ser resistentes às vacinas estão surgindo em todo o mundo.
  • Os viajantes internacionais para os EUA devem apresentar prova de resultados negativos do teste COVID-19 no máximo três dias antes da viagem, mas em muitos lugares, o teste não está prontamente disponível ou não é fornecido gratuitamente.
  • Os serviços de visto permanecem limitados em algumas áreas.

Também permanece a possibilidade de que um programa de visto temporário de seis meses, que exige títulos de US $ 5.000 - US $ 15.000 por pessoa para residentes de alguns países, possa custar até US $ 2,5 milhões em títulos para os delegados afetados se o programa for estendido para além de junho.

A decisão da Comissão foi informada pelo relatório  da Equipe de Estudo de Tecnologia nomeada para explorar as implicações das opções para acomodar a participação plena na Conferência Geral, incluindo, mas não se limitando à possibilidade de utilizar tecnologia e votação online, ao considerar se a reunião deve ser realizada virtualmente.

De acordo com seu relatório, "A equipe de estudo considerou uma série de desafios e implicações, incluindo como manter os participantes seguros, proporcionando participação global, salvaguardando a integridade do processo de votação e credenciamento e atendendo aos requisitos legais".

A Equipe de Estudo de Tecnologia analisou uma variedade de opções, incluindo uma Conferência Geral inteiramente eletrônica com a participação de locais individuais; uma Conferência Geral inteiramente eletrônica com delegados reunidos em centros regionais de satélites; e duas sessões, sendo a primeira parte eletrônica e a segunda parte presencial, quando houver convocação segura. Nenhuma dessas opções foi considerada viável pela equipe de estudo.

A equipe de estudo concluiu que um método mais tradicional - utilizando cédulas de correio para votar em ações de emergência - poderia ajudar a Igreja Metodista Unida a abordar questões importantes e urgentes através da Conferência Geral. Seu relatório recomendou a utilização de cédulas de correio para fazer um número limitado de “Ações provisórias de emergência” nas quais os delegados da Conferência Geral indicariam um voto de sim ou não para cada item.

“A Comissão compartilhou as conclusões e recomendações da equipe de estudo com os oficiais do Conselho dos Bispos em um esforço colaborativo para explorar conjuntamente como esta alternativa pode ser utilizada para abordar questões críticas até que uma reunião pessoal de delegados possa ser convocada com segurança no próximo ano”, disse a presidente da comissão Kim Simpson.

Algumas das preocupações mencionadas no relatório sobre ter uma sessão virtual incluem:

    Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

    Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
    Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

    ¡FIQUE INFORMADO!

  • Falta de infraestrutura em algumas áreas, incluindo acesso à Internet, velocidade da Internet e eletricidade
  • Falta de tecnologia para a Sagrada Conferência equitativa
  • Complexidade do processo do comitê legislativo
  • Preocupações sobre credenciamento preciso e verificação de identidade
  • Dificuldades em acomodar os delegados de reserva adequadamente
  • Segurança de votação
  • Preocupações de segurança sobre encontros regionais de satélites

Simpson disse que as datas de agosto a setembro de 2022 significarão que a Conferência Geral terá um dia a menos do que o planejado para 2021; no entanto, essas datas eram a única opção disponível. Simpson disse que a Comissão lamenta o facto de estas datas entrarem mais uma vez em conflito com o início do ano letivo nos EUA, questão que um grupo de jovens pediu à Comissão que evitasse, mas não havia outras datas disponíveis.

*Sobre a Conferência Geral
A Conferência Geral é o órgão máximo de formulação de políticas da Igreja Metodista Unida. A assembleia se reúne no início de cada quadriênio para considerar revisões às leis da igreja, bem como adotar resoluções sobre questões atuais morais, sociais, de políticas públicas e econômicas. Também aprova planos e orçamentos para programas de toda a igreja para os próximos quatro anos
.

 

* Contato de mídia:  Diane Degnan [email protected]. 615.742.5406 (o) 615.483.1765 (c)

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

 

 

 

Faith Sharing
Kayla Alexander (à esquerda), que frequentou a Primeira Igreja Metodista Unida de Baton Rouge quando criança, frequentou a igreja virtualmente enquanto sua família estava trancada por causa do COVID-19 na Austrália, onde agora moram. Alexander e Jamie (à direita dela) trouxeram seu terceiro filho Brady Alexander para Louisiana para ser batizado pelo Rev. Brady Whitton na Primeira Igreja Metodista Unida. Foto cortesia de Kayla Alexander.

Igreja virtual continuará após o COVID-19

Realizar a igreja na internet não vai desaparecer mesmo que o COVID-19 desapareça, de acordo com um pastor Metodista Unido em Louisiana.
Conselho Judicial
Os bispos metodistas unidos processam o culto de abertura da Conferência Geral especial de 2019 em St. Louis. O Conselho Judicial, o principal tribunal da Igreja Metodista Unida, divulgou um memorando que esclarece uma decisão anterior sobre as eleições de bispos. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Tribunal da Igreja modifica decisão sobre eleições de bispos

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida estabeleceu o dia 1º de janeiro de 2023 como a data em que os bispos dos EUA que enfrentam a aposentadoria compulsória devem deixar o cargo, e seus sucessores recém-eleitos tomarem posse.
Conselho Judicial
A Bispa Mary Virginia Taylor da Conferência de Holston abraça o Rev. David Graves após sua eleição como bispo Metodista Unido na Conferência Jurisdicional do Sudeste de 2016. Taylor está entre os 11 bispos norte-americanos que se aposentaram no ano passado, e Graves está entre os bispos que agora assumem trabalho extra por causa das aposentadorias. O Conselho Judicial emitiu uma decisão em 20 de maio, abordando a questão de saber se a conferência jurisdicional pode se reunir para eleger novos bispos. Foto de arquivo de Annette Spence, Conferência de Holston.

Decisão abre portas para eleições de bispos em 2022

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida decidiu que o Conselho dos Bispos tem autoridade para convocar conferências jurisdicionais para eleger e designar novos líderes episcopais nos EUA, mas não tem autoridade para alterar a data em que esses novos bispos assumem o cargo.