Conselho Metodista Mundial expressa condolências às famílias vítimas do massacre

A notícia do massacre mortal na Universidade de Garissa, no nordeste do Quênia correu o mundo na semana passada em um momento em que muitos cristãos foram celebrar a Semana Santa.  Relatórios indicam que 147 estudantes e pessoal universitário perderam a vida, enquanto outras centenas ficaram feridas ou  foram evacuadas. O grupo militante islâmico Al-Shabab assumiu o crédito dos tiroteios que ocorreram no início da manhã de 02 de abril de 2015.
 
Muitos dos estudantes impiedosamente atingidos eram cristãos. Os atacantes invadiram dormitórios, salas de aula, e atacaram até mesmo um grupo que frequentava um culto de oração. Em um comunicado sexta-feira, o secretário-geral do Conselho Metodista Mundial Ivan Abrahams apelou a todas as pessoas de boa vontade a se unirem contra o extremismo religioso. “Meus sinceros pêsames às famílias enlutadas. Que todos encontrem esperança e  conforto durante estes dias mais sagrados do calendário cristão enquanto comemoramos a morte e ressurreição de Jesus Cristo. " 
 
O Conselho Metodista Mundial condena veementemente este ataque e exorta suas igrejas-membro para orar por aqueles afetados por esta terrível tragédia.

- See more at: http://metodista.org.br/conselho-metodista-mundial-expressa-condolencias-as-familias-de-garissa-vitimas-do-massacre#sthash.zCl1VSXG.dpuf

Preocupações Sociais
A diaconisa metodista unida Bulelwa Ndedwa lidera uma marcha contra a violência de género em Durban, na África do Sul, em 14 de setembro. A marcha começou com a oração numa Igreja Metodista Unida e terminou no centro de Bizana, no distrito de Makukhanye, Cabo Oriental. Foto de Nandipha Mkwalo, Notícias da MU.

Igreja destaca faróis sobre a violência contra as mulheres

Metodistas Unidos da África do Sul marcham por mudanças, exortam a igreja a tomar medidas para proteger os membros do sexo feminino e todas as mulheres.
Preocupações Sociais
Pat Luna fala durante um painel de discussão no Instituto de Liderança, realizado na Igreja Metodista Unida da Ressurreição em Leawood, Kansas, de 25 a 27 de setembro. Ela foi acompanhada pelos Revs. Adam Hamilton, Junius B. Dotson, Ginger Gaines-Cirelli e Michael Bowie. O evento deste ano se concentrou em preservar, mas reformar a Igreja Metodista Unida. Foto de Sam Hodges, Notícias MU.

Evento anual se torna fórum sobre o futuro da igreja

Os centralistas e progressistas se reuniram no Instituto de Liderança para uma sessão de discussão e estratégia.
Área Geral da Igreja
O Rev. Will Green (centro) lidera o canto de "Jesus Lembre-se de Mim Quando Você Entrar no Seu Reino" na "Estação de Oração Queer" durante a manhã de 23 de fevereiro, na oração da Sessão Especial de 2019 da Conferência Geral Metodista Unida em São Luís. Green atende a uma das nove igrejas da Nova Inglaterra que pretendem deixar a denominação. Foto de Kathleen Barry, Notícias MU.

9 igrejas da Nova Inglaterra consideram desfiliação

Nove congregações na Conferência da Nova Inglaterra estão embarcando em um "processo de discernimento" de oito meses para considerar a desfiliação da denominação.