Conselho Metodista Mundial expressa condolências às famílias vítimas do massacre

A notícia do massacre mortal na Universidade de Garissa, no nordeste do Quênia correu o mundo na semana passada em um momento em que muitos cristãos foram celebrar a Semana Santa.  Relatórios indicam que 147 estudantes e pessoal universitário perderam a vida, enquanto outras centenas ficaram feridas ou  foram evacuadas. O grupo militante islâmico Al-Shabab assumiu o crédito dos tiroteios que ocorreram no início da manhã de 02 de abril de 2015.

Muitos dos estudantes impiedosamente atingidos eram cristãos. Os atacantes invadiram dormitórios, salas de aula, e atacaram até mesmo um grupo que frequentava um culto de oração. Em um comunicado sexta-feira, o secretário-geral do Conselho Metodista Mundial Ivan Abrahams apelou a todas as pessoas de boa vontade a se unirem contra o extremismo religioso. “Meus sinceros pêsames às famílias enlutadas. Que todos encontrem esperança e  conforto durante estes dias mais sagrados do calendário cristão enquanto comemoramos a morte e ressurreição de Jesus Cristo. " 

O Conselho Metodista Mundial condena veementemente este ataque e exorta suas igrejas-membro para orar por aqueles afetados por esta terrível tragédia.

- See more at: http://metodista.org.br/conselho-metodista-mundial-expressa-condolencias-as-familias-de-garissa-vitimas-do-massacre#sthash.zCl1VSXG.dpuf

Último artigo

Área Geral da Igreja
Senhora Esperanca Fernando David, a Presidente das Mulheres Metodistas Unidas, recem-eleita a 29 Outubro de 2018 para a Conferencia do Sul de Moçambique

MMU em Moçambique elegem novas líderes

Conferência Bienal da Organização traz milhares de delegadas juntas, e culmina com eleições da nova liderança para a nova Conferência a ser criada em Moçambique.
Área Geral da Igreja
Missionarios e algunds oficiais da Conferencia do Leste de Angola.

O Episcopado no caminhar do Metodismo Unido em Angola

Os participantes buscaram o significado do Quiongua para os metodistas angolanos, e acharam não imortaliza-la visto que é um local histórico que cria-se um investimento turístico religioso e que trabalhassem como abelhas para o bem de todos.
Missão
Mais de 200 jovens participaram numa campanha de prevenção da cólera em Funda, uma vila a 19 milhas do centro de Luanda. Os jovens da Metodista Unida distribuíram hipocloritos de sódio, sabão, sacos plásticos e panfletos informativos às populações que vivem a beira do rio, uma área severamente afectada pelo surto. Fotografia por: Augusto Bento

Jovens Metodistas Unidos combatem cólera em Angola

Campanhas de sensibilização ajudam a reduzir casos e mortes em áreas vulneráveis de Luanda, uma cidade com cerca de 2,5 milhões de habitantes.