Conselho Metodista Mundial é recebido para reunião com Papa Francisco

O presidente do Conselho Metodista Mundial, Paulo Tarso de Oliveira Lockmann, esteve na manhã de quinta-feira, dia 7, em reunião com o Papa Francisco. O Bispo brasileiro compareceu em Roma acompanhado de uma delegação metodista para discutir a intenção de produzir um documento intitulado “O Chamado à Santidade”. A comissão teológica responsável pela criação do documento já atua há cinquenta anos e é formada por metodistas e católicos.

Apesar do pontífice reconhecer as diferenças entre as religiões, acredita que não devem ser impeditivos para uma ação conjunta. "Ainda há muito que fazer, mas nenhuma destas diferenças é obstáculo para amarmos e darmos um testemunho comum diante do mundo", afirma. 

Ambas organizações defendem que uma declaração única para gerar um aprendizado mútuo na vida, oração e devoção da igreja. 

Diferente da Igreja Metodista no Brasil, o Conselho Metodista Mundial é uma organização ecumênica, e tem escritório recém-inaugurado na cidade de Roma. 

“A nossa vida na santidade deve sempre incluir o serviço de amor ao mundo. Quando servimos juntos quem precisa, nossa comunhão aumenta”, completou o Papa que ainda mencionou trechos do texto “Carta a um católico romano”, escrito por John Wesley, fundador da igreja Metodista. 

Apesar dos obstáculos para a comunhão plena entre as organizações religiosas, o líder da igreja católica acredita que a ação é mais um passo para facilitar a comunhão entre os fiéis. 

Este artigo foi publicado originalmente no expositor cristão. Para visualizar a versão original abrir aqui.