Plano de conferências anuais online e eventos híbridos

Other Manual Translations: English español

As reuniões de conferência anual permanecerão praticamente virtuais este ano, mas alguns estão planejando eventos híbridos à medida que a ameaça do coronavírus diminui nos Estados Unidos. Petições sobre raça, sexualidade e outras questões serão consideradas.

“Nada pode substituir a reunião para adoração e estudo e ouvir a voz do espírito nas conversas no chão e nos corredores”, disse o Rev. Donnie Wilkinson, pastor sênior da Igreja Metodista Unida Broadmoor em Baton Rouge, Louisiana.

“Eu pude ver algum tipo de modelo híbrido onde muitos dos relatórios poderiam ser feitos online. Você chega à reunião tendo-se preparado, tendo tempo para perguntas técnicas, onde um comitê de conferência está tendo uma sessão de perguntas e respostas sobre o Zoom.”

Por enquanto, as reuniões da Conferência de Louisiana serão inteiramente online, conforme a escolha da maioria para 2021.

Na Conferência do Oeste da Pensilvânia, as reuniões serão uma mistura de presenciais e virtuais. Cédulas de papel em três ou quatro itens essenciais serão usadas, a primeira das quais é uma resolução suspendendo a regra de que a votação seja feita presencialmente. Isso está sendo feito apenas para passar este ano.

Relatórios de 2021

A Notícias Metodista Unida publicará os relatórios da conferência anual de 2021 assim que estiverem disponíveis. Os das conferências Provisória da Hungria, Libéria e Serra Leoa já estão online.

Leia os relatórios

Veja a programação de conferências anuais e outros eventos futuros

Outras cédulas de papel serão tabuladas para aprovar o orçamento de 2022 e uma lista de indicados para conselhos e agências, disse o reverendo Alan J. Morrison, presidente da equipe de sessões da conferência.

“Acho que estamos no meio de uma mudança geracional”, disse Morrison. “Se pudermos começar a fazer alguns dos itens de negócios dessas outras maneiras, podemos nos reunir e ter mais como objetivo celebrar e construir relacionamentos. Eu odiaria nos ver totalmente online, porque perdemos muito nos relacionamentos.”

As reuniões da Conferência de Michigan serão inteiramente virtuais, com duração de 36 horas e mais de 300 segmentos de vídeo, disse Mark Doyal, diretor de comunicações.

A Conferência da Geórgia do Norte também estará online, com uma reunião de negócios de um dia, ordenação transmitida ao vivo e serviços memoriais, disse Sybil Davidson, comunicadora da conferência.

Na Europa, a Conferência Provisória da Hungria já concluiu suas reuniões, disse Urs Schweizer, assistente do bispo para a Área Episcopal da Europa Central e Meridional em Zurique. A Conferência da Áustria se reuniu de 13 a 16 de maio e as da Suíça, França, e Norte da África, estão marcadas para 16 a 20 de junho. Todos os encontros europeus foram híbridos. Adiados até o outono estão Bulgária e Romênia, Sérvia, Macedônia do Norte e Albânia, Polônia, República Tcheca e Eslovaca.

As reuniões da conferência anual na Área Episcopal do Zimbábue serão realizadas virtualmente em dezembro, disse o Bispo Eben K. Nhiwatiwa.

“Mas para a ordenação vamos nos encontrar pessoalmente no local proposto, mantendo distância social, higienizando e usando máscaras”, disse ele.

Questões como a situação das pessoas LGBTQ e racismo são temas de petições e resoluções em várias conferências.

Em Michigan, são propostas resoluções para criar treinamento para clérigos e congregações que estão experimentando ou irão experimentar nomeações inter-raciais e culturais e também treinamento anti-preconceito e antirracismo para clérigos ativos, conferências e funcionários distritais.

“Para ser franco, a Igreja tem estado muito quieta sobre a questão de raça e preconceito”, disse o Rev. B. Kevin Smalls, pastor sênior da Igreja Metodista Unida Hope em Southfield, Michigan, e membro do Grupo de trabalho anti-preconceito e antirracismo do Bispo David Alan Bard.

“Queremos equipar congregações e pastores para lidar com isso. … O bispo pedirá a cada congregação que faça parte disso.”

Outras conferências com petições ou resoluções sobre raça incluem Oregon-Idaho, Louisiana e East Ohio.

A Conferência da Libéria na África, concluiu em 21 de março na cidade de Gbarnga, com uma afirmação de sua decisão anterior, apoiar a posição tradicionalista nas questões da igreja.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

“Queremos fazer parte da igreja metodista tradicionalista que fará discípulos de Jesus Cristo”, disse o bispo da Libéria Samuel J. Quire Jr. durante seu discurso episcopal em 19 de março. “Também estamos confiantes de que o Deus a quem servimos não está quebrado. Deus vai sustentar a Igreja de Deus.”

Nos EUA, resoluções e petições apoiando a inclusão de pessoas LGBTQ foram arquivadas em conferências incluindo Susquehanna, West Ohio e Michigan.

“Acreditamos que a missão da igreja é incluir as pessoas e que a questão da inclusão não foi levada tão a sério como deveria ser”, disse o Rev. Michael Minnix, pastor da Igreja Metodista Unida Grace em Harrisburg, Pensilvânia.

No passado, alguns metodistas argumentaram contra a inclusão total de mulheres e negros, disse Minnix.

“Em todas as ocasiões em que a igreja trabalhou para excluir um grupo de pessoas, mais tarde chegamos a um ponto na história em que tivemos que nos arrepender e pedir desculpas por isso”, disse ele.

“Minha esperança é que a igreja seja capaz de abraçar sua missão para o mundo e colocá-la em um nível de importância mais alto do que as diferenças que nos dividem... e trabalhar na negociação e resolver nossas diferenças e permanecer unida em nossa missão.”

Na Louisiana, Wilkinson entrou com uma petição solicitando que os funcionários trabalhem para tornar a maioria das reuniões da conferência aberta e disponível para qualquer pessoa ver.

“Dado o alto nível de ansiedade e desconfiança que está presente em toda a denominação global, a comunicação é uma das melhores maneiras de diminuir a ansiedade e reconstruir a confiança”, disse Wilkinson.

“Parte do que percebi foi que, pela primeira vez, existe tecnologia para fazer isso de forma intencional, abrangente e inclusiva. Uma das vantagens da pandemia foi ver com que rapidez as pessoas se adaptaram às reuniões online.”

 

*Chenayi Kumuterera contribuiu para esta história. Patterson é repórter da Notícias MU em Nashville, Tennessee. Contate-o em 615-742-5470 ou [email protected]. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]m.org

 

Missão
IAMSCU é uma associação mundial conectada a mais de 1.000 instituições em 80 países e 5 continentes. Cortesia gráfica de IAMSCU.

Declaração da IAMSCU sobre Equidade Global da Vacina

A Declaração Global da IAMSCU sobre Equidade de Vacinas é o resultado de um processo de consulta que trouxe líderes, profissionais de saúde pública, acadêmicos e ativistas de 5 continentes.
Saúde Global
Membros da Igreja Metodista Unida Sayuni em Fizi, Congo, participam do culto de domingo. Antes da pandemia COVID-19, cerca de 24.000 pessoas compareciam aos serviços religiosos todos os domingos na Conferência de Kivu. Agora, esse número é cerca de 10.000, de acordo com o estatístico da conferência. Foto de Philippe Kituka Lolonga, Notícias MU.

Metodistas Unidos promovem vacinação contra COVID-19 no Congo

A tendência de queda continua na frequência à igreja, nas finanças e nos esforços de evangelismo, pois os adoradores optam por ficar em casa em vez de correr o risco de infecção.
Missão
Camisha Henson segura seu filho Welles no colo enquanto recebe a vacinação COVID-19 de Tabitha England, RN, durante uma clínica na Igreja Metodista Unida de St. Mark's em Charlotte, Carolina do Norte.

Igrejas fornecem vacinas contra COVID-19 para milhares de pessoas

Quinze igrejas Metodistas Unidas em Charlotte, Carolina do Norte, lançaram um esforço para ser um local confiável para vacinas em uma comunidade que pode não ter acesso ou ter preocupações.