7ma Região da Igreja Metodista do Brasil reprova ato de racismo

Be sure to add the alt. text

Para ver pronunciamento oficial do bispo Lockmann sobre racismo abra o seguinte enlace: 

http://1re.metodista.org.br/conteudo.xhtml?c=3021

Conforme foi registrado em sua última plenária, o 1º Concílio Regional da Sétima Região Eclesiástica acolheu e foi solidário à denúncia apresentada contra ato de racismo durante o período dos trabalhos conciliares da Igreja Metodista.  Numa manifestação de unidade e coesão, a delegação da 7ª RE não apenas repudiou todo tipo de preconceito e racismo no meio da Igreja Metodista, mas profetizou que o amor seja uma realidade sobre as nossas igrejas, ministérios e nas nossas relações pessoais (1 Co13.1).

O bispo Paulo Lockmann já está encaminhando as providências cabíveis dentro dos trâmites de processo disciplinar da Igreja Metodista. Apesar de ter se defendido, com retratação e pedido de perdão, o pastor que cometeu a atitude racista responderá à comissão instaurada para o caso.

Be sure to add the alt. text

Para ver o video da denúncia sobre racismo feita no Concilio Regional abra aquí.

A Igreja Metodista no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro tem uma História de Justiça e compromisso com as causas sociais, e não apoiam nenhum tipo de ato dessa natureza. Prova disso é a Pastoral de Combate ao Racismo, um dos braços da Igreja, que mantém uma atuação ativa e atenta a expressões envolvendo questões raciais.  

A Igreja Metodista é também vanguarda em ações de oposição à naturalização da violência contra o negro e institucionalização do racismo. Nesse sentido, a Igreja na Sétima Região Eclesiástica entende a gravidade de um ato como esse e convoca todos os que se sentem de alguma forma excluídos, seja por discriminação social, racial, de gênero ou de qualquer outro tipo, a juntar-se aos metodistas numa atitude de fé e oração. 

* Paulo Lockmann es Bispo da Igreja Metodista na 1ª e 7ª Regiões Eclesiásticas. Para ver a publicação original deste artigo, abra o seguinte enlace: http://1re.metodista.org.br/conteudo.xhtml?c=3004

Evangelismo
Duas jovens moçambicanas exibem seus trajes tradicionais durante o encontro da Rede de Jovens e Jovens Adultos da África em Nairobi, Quénia. Jovens Metodistas Unidos de todo o continente africano reuniram-se no Centro de Conferências Desmond Tutu, sob o tema “Levanta-te e Brilhe”. Foto de Gad Maiga, Noticias da MU

Jovens Metodistas Unidos conectam-se no Quénia

Os jovens da Conferência Central da África e os jovens adultos se reúnem para procurar formas de brilhar nos papéis de liderança na igreja e nas suas comunidades.
Preocupações Sociais
Portia Kasuso, 11, experimenta sua nova cadeira de rodas com pedal manual durante um serviço de reavivamento dos Metodistas Unidos em Murewa, no Zimbábue. O presente da cadeira de rodas foi facilitado pela Conferência Oeste da Igreja no Zimbábue. Foto do Rev. Taurai Emmanuel Maforo, Notícias MU.

Cadeira de rodas abre novas portas para menina na zona rural do Zimbábue

Movido pelo espírito de 11 anos de idade, o bispo Nhiwatiwa e os pastores locais pedem ajuda para que ela obtenha uma educação.
Igreja Local
O Rev. Shawn Moses (à direita) da Igreja Metodista Unida da Primeira Graça, Nova Orleans, recebe uma nova família que se junta à igreja. Foto de Kathy L. Gilbert, Notícias MU.

A Questão Metodista: O que significa ser um membro?

Para os Metodistas Unidos, a associação exige participação ativa em uma congregação local que busca tornar o mundo mais parecido com o Reino de Deus.