Até quando? Possível resposta esta na mão do Conselho dos Bispos

Os delegados da Conferencia Geral aparentemente pressionaram o botão de “PAUSA” no debate quadrienal da denominação sobre homossexualidade.

Foi ni final da tarde do dia 18 de Meio que os delegados votaram a favor da recomendação do Conselho dos Bispos de adiar o debate sobre a homossexualidade neste encontro da mais alta assembleia de tomada de decisão desta denominação, permitindo assim que a comissão proposta estude a os regulamentos da igreja.

Os bispos pede permissão da conferência para nomear uma comissão especial que irá examinar completamente e possivelmente recomendar revisão de todos os parágrafos no Livro de disciplina, que esteja ligado a homossexualidade. Esta comissão ira representar os quatro continentes assim como as várias perspetivas da Igreja.

“Nós aceitamos o nosso papel como líderes espirituais para orientar a Igreja Metodista Unida numa “pausa pra oração” – parar um pouco com a tentativa a solução legislativa e internacionalmente procurarmos pela vontade de Deus para o futuro,” Disse Bispo Bruce Ough, Presidente do Conselho dos Bispos ao anunciar a recomendação.

Conferência Geral Especial poderá ser convocada

Na senda da discussão deste assunto, de entre algumas possíveis soluções, os bispos sugerem a possibilidade de convocarem uma Conferencia Geral Especial em 2018 ou 2019 para lidar com a proposta avançada – “os bispos sugerem que poderão convocar uma Conferencia Geral especial para lidar com esta proposta”, disse Ough.

Bispos Africanos mostram a sua posição

Nessa altura, os bispos africanos deixaram claro que eles encorajam aos delegados a não abandonarem os ensinamentos da igreja que definem o casamento como sendo a união de homem e mulher. Desde 1972 o Livro da Disciplina indica que todas a pessoas tem um valor sagrado, porem a igreja considera a prática da homossexualidade como incompatível com os ensinamentos Cristãos.

Um encontro dos Bispo já esta marcado para o dia 21 de Maio, depois do encerramento da Conferencia Geral, para estudarem os possíveis caminhos para a solução deste assunto.

* Naftal O.M. aftal e tradutor na CG2016 e relatór para United Methodist News Service. Pode contactar o [email protected]

Temas Sociales
La Obispa LaTrelle Easterling, a la derecha, eleva una oración durante una vigilia interreligiosa cerca de la Casa Blanca el 3 de junio. A la izquierda está la alcaldesa de Washington, Muriel Bowser. Las conferencias metodistas unidas están confrontando el pecado del racismo a través de oraciones, llamados a la justicia y educación sobre la supremacía blanca. Foto de archivo de Melissa Lauber, Conferencia Anual Baltimore-Washington.

Se adoptan medidas concretas para luchar contra el racismo

Las conferencias metodistas unidas están confrontando el pecado del racismo a través de oraciones, llamados a la justicia y educación sobre la supremacía blanca.
Temas Sociales
Rev. David Maldonado.Imagen tomada del video reportaje "La Iglesia Etnica", publicado en el canal de Youtube IMULATINA de Noticias MU.

La iglesia debe escuchar voces hispano-latinas

La falta de voces de América Latina representa una brecha importante en las conversaciones globales que ocurren en La Iglesia Metodista Unida.
Misión
Las fuertes lluvias que trajo el huracán Eta, provocaron grandes inundaciones especialmente en la zona norte del país. Tocoa fue una de las zonas afectadas por las inundaciones y los/as metodistas unidos/as están apoyando a la recuperación de las comunidades afectadas. Foto cortesía de la Misión Metodista Unida.

Metodistas unidos/as en Honduras enfrenta la tragedia con solidaridad

Pastores/as y líderes locales han estado ayudando a sus comunidades repartiendo comida, cooperando con el rescate de personas afectadas, acondicionando y apoyando albergues seguros para personas damnificadas.